Vinte Linhas 409

O cavaleiro da Mongólia chegou ao Largo do Carmo

Ruslam Botiev, o pintor e escultor que veio da Mongólia para Portugal e a quem eu, por brincadeira, chamo cavaleiro da Mongólia, acaba de se instalar com armas e bagagens no Largo do Carmo. Depois de ter andado ao sol e à chuva pelas escadas da Basílica dos Mártires e da Igreja do Sacramento, este é o poiso ideal para Ruslam Botiev. Um pouco a exemplo do que aconteceu no Príncipe Real onde o pintor japonês Nagashima se instalou no quiosque do senhor Oliveira, este simpático cavaleiro da Mongólia está a expor e a vender os seus trabalhos junto do quiosque do Largo do Carmo. Mais protegido da chuva e do sol, a sombra do quiosque dá-lhe uma protecção objectiva. Deixou de ser nómada e tornou-se habitante do lugar, passando a integrar a paisagem.

Há um anúncio da Superbock no Youtube sobre a cerveja «Stout» no qual o amigo Ruslam Botiev surge como protagonista – é ele que entrega a rapariga a troco de 2 milhões de cervejas. Mas porta-se bem e não estraga a «menina» no momento do resgate. Mas voltando à pintura: ele continua a fazer os seus Cristos-Rei, as suas Praças de Touros, os seus Eléctricos de Lisboa, as suas Sés-Patriarcais e os seus cavaleiros da Mongólia. Às vezes em vez de cavalos são dromedários pachorrentos mas eficientes.

Gostei de ver Ruslam Botiev no Largo do Carmo. Aquele lugar que já foi um espaço de revolução está a ser para ele uma revolução silenciosa. Deixou de andar com a casa às costas, ao sol e ao vento. Deixou o precário e instalou-se num (relativo embora) quotidiano organizado e estável. Merece toda a sorte do Mundo este homem de paz, sempre armado dum sorriso capaz de desfazer todos os equívocos – «Bom dia Portugal!»

13 thoughts on “Vinte Linhas 409”

  1. A nossa querida escola, digo eu. Ainda vivi em 1968 as saudades de SEbastião da Gama e David Mourão Ferreira. Lá conheci Manuel Simões e Carlos Moura, poetas da poesia e da prosa, meus professores e meus amigos. Quem puder veja o youtube com o anúncio da cerveja, uma delícia.

  2. Não é não, trata-se de um outro com o Ruslam a fazer de mau e a entregar uma rapariga contra 2 milhões de cervejas. Sei que mete automóveis e um pedido de resgate. Não sei explicar melhor mas é obvio que não é este…

  3. E o Zé Sopapo ? E a Drácula ? E O Mais Selvagem Entre Mil? E as tardes de Cinema na Geral do Politeama com 1kg de cerejas? E o Augusto Reis Gois que deixou cair os queijos quando escolhi o “Sentimento de um ocidental” como texto
    de exame de Português de final de curso? E o Cristóvão Santos, mais tarde reencontrado em Paris quando Paris não rimava com o meu país, e que me meteu o bichinho da História ? Ai que saudades! Obrigado amigo jcfrancisco.

  4. OLÁ A TODOS!
    AO VER AQUI ANTIGOS ESTUDANTES COMO EU DA NOSSA ESCOLA COMERCIAL/SECUNDÁRIA VEIGA BEIRÃO, QUE INFELIZMENTE FOI EXTINTA, PARA QUEM NÃO SABE, A NOSSA VEIGA BEIRÃO NÃO MORREU!!! OS ALUNOS E ALGUNS PROFESSORES NÃO VÃO DEIXAR!!! EXISTE TODOS OS ANOS JANTARES DE ANTIGOS ALUNOS DA ESCOLA VEIGA BEIRÃO. NO PASSADO DIA 30 DE OUTUBRO DE 2009 HOUVE UM DESSES JANTARES ONDE JUNTOU VARIAS GERAÇÕES DE ESTUDANTES DO ENSINO DIURNO E NOCTURNO QUE FOI UM EXITO E A ORGANIZAÇÃO ESTÁ DE PARABÉNS!!! VAMOS TODOS LUTAR PARA QUE A NOSSA VEIGA BEIRÃO SEJA LEMBRADA POR MUUUITOS E MUUUITOS ANOS!!! E QUEM TENHA SIDO ESTUDANTE DESTA ESCOLA E QUEIRA PARTICIPAR NESTES JANTARES É SEMPRE BEM VINDO!!! PODEM CONSULTAR E VER O BLOG “MENINOS DA VEIGA” (BASTA MENCIONAR NO GOOGLE “MENINOS DA VEIGA”) OU GRUPO Hi5 “ESCOLA COMERCIAL VEIGA BEIRÃO” – PODEM VER VARIAS NOTICIAS SOBRE A NOSSA GRANDE ESCOLA!
    SOU JOSÉ MARTINHO, 44 ANOS, ALUNO NOS ANOS 1980 A 1985.

  5. Boa tarde
    Este Menino José Martinho, não para esta em todo o lado a defender o nossa Escolinha
    Parabens

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.