Um livro por semana 199

«Da cidade, do campo, dos sorrisos» de Margarida Gama de Oliveira

O poema, tal como a oração, liga de novo o que a erosão da vida se encarregou de separar. O poeta é o sacerdote da liturgia celebrada na folha branca de papel (qual altar) com uma caneta, qual hissope com lágrimas no lugar da água benta.

O ponto de partida deste livro é a relação entre a Natureza e a Cultura. O primeiro poema é um programa: Naquele vale / a casa onde nasci / A casa onde senti / que havia sol / mãe / um mar de pão / um pai / a dor / leite e amor / água e mel / e uma caneta preta para escrever a vida. O poema olhou à sua volta e descobriu uma paisagem povoada pela chuva e pelos frutos silvestres: Gosto da chuva / sentada / na cadeira da varanda / a conversar comigo (…) Gosto de violetas roxas / perdidas nas levadas (…)

Ao lado da paisagem vegetal o poema registou, na sua particular cartografia, o povoamento humano, os ofícios a desaparecer, como o do cesteiro ou do moleiro:

E aquela mó / para quem a eira / as velas / o moleiro / e o trigo magoado / eram mesmo / só passado. «Terra de Mel» é um poema que junta de modo hábil a Natureza e a Cultura. O motivo repetido deste poema é a ligação entre o mel (produto da terra) e o coração (produtor de sentimentos). Partindo de uma aldeia na moldura da serra (o casario, as ruas, o rio) o poema alcança a memória da Bíblia (a terra do leite o do mel) sem esquecer o Novo Testamento quando refere a triste traição de Judas.

No poema se registam duas geografias; uma geral (Senti a Primavera desde a primeira hora) e outra particular: Na minha pele / sinto o calor da eira / e a pereira / em flor.

(Edição: Corpos Editora, Designa e Ilustração: Bruno Gomes)

2 thoughts on “Um livro por semana 199”

  1. Esta, que sente o calor da eira, sou eu…que gostaria de saber a vossa opnião sobre o livro todo que escrevi…Comprem-no, por favor! jÁ ESTÁ NAS LIVRARIAS E ATÉ DÁ UM LINDO PRESENTE DE NATAL…

  2. É preciso ter um bocadinho de descaramento, não? Até já pareces o autor do post, o jcfrancisco! Tens nele um bom professor. O teu livro dá um lindo presente de Natal. És tu quem o diz…Queres um conselho? Deixa que os outros avaliem por si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.