Sobre um tema de Emanuel Félix

(poema – autógrafo para Manuel Emílio Porto)

O motor duma traineira

Que fundeou na baía

Trabalhou a noite inteira

Mas só o poeta o ouvia

O motor duma traineira

Que fundeou na baía

Trabalha a noite inteira

Numa faina de alegria

E faz à sua maneira

Sumário dum novo dia

Como se uma feiticeira

Desenhasse a profecia

Duma vida verdadeira

Longe da monotonia

O motor duma traineira

Vem acordar o poema

Numa mesa de madeira

O poeta tem um dilema

Há a palavra pioneira

Que desenha no cinema

O fogo de uma lareira

Criando um novo sistema

O poeta escuta a traineira

Que dá a força ao poema

O motor duma traineira

Que fundeou na baía

Trabalhou a noite inteira

Mas só o poeta o ouvia

2 thoughts on “Sobre um tema de Emanuel Félix”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.