Caminho (Miguel Torga)

Sobre tudo o mais
Um cântico erguido
Das regras gerais
Sempre distinguido
Sem palavras iguais
Nem a fazer ruído
Deixou os sinais
Para ser seguido

Sobre tudo o mais
O amor à terra
Vinhedos, pinhais
A paz e a guerra
Searas e olivais
A neve na serra
Rebanhos, animais
O que a vida encerra

Sobre tudo o mais
Um cântico erguido

6 thoughts on “Caminho (Miguel Torga)”

  1. Sr. JFK,

    É bonito, mas muito «militarizado». Abra o coração homem! Reproduza ou «verseie» de forma embalada, daquela que nos leva àqueles sítios lindos, azuis e com muita paz. Percebe?

  2. Houve um erro crasso meu: troquei as imagens pelo facto de os títulos dos poemas ser o mesmo – «Caminho». Já enviei para Valupi a foto correcta de Miguel Torga e o poema que diz respeito a esta fotografia. Foi um erro típico de alguém que não domina a informática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.