Balada da Terra da Luz

No Estado do Paraná

Onde riqueza prospera

Alguém deu o alvará

A uma editora severa

Erro crasso cometido

Numa escolar edição

O Piauí foi escondido

No mapa do Maranhão

Todo Nordeste ofendido

Em estranha provocação

Piauí foi desaparecido

No mapa do Maranhão

Desprezo pelo direito

Da natural afirmação

O Piauí foi desfeito

No lugar do Maranhão

Numa falta de respeito

Desastrada construção

O mapa estava mal feito

Tudo era do Maranhão

Por isso esta Bienal

É tão forte afirmação

Duma gente sem igual

Que reclama sua razão

Em corredores povoados

De alegria e de esperança

Nos olhos esbugalhados

De tanta e tanta criança

Poetas, cronistas, editores

E ensaístas mais diversos

Enchiam seus corredores

Com os sonhos dispersos

Bienal do Livro, Ceará

Ponto de encontro, paixão

Sinto que já sou de cá

Do lado do meu coração

Já sinto uma saudade

E tenho uma certeza

Meu coração em metade

Vai ficar em Fortaleza

3 thoughts on “Balada da Terra da Luz”

  1. balada, é a palavra certa, também gostei

    gosto mais de Recife que de Fortaleza e mais que tudo de Salvador, mas realmente gosto de todos e quando estou em qualquer um gosto sempre, saudades daquilo tudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.