10 thoughts on “Caso”

  1. Rui Costa,

    Claro, claro! Bem visto.

    [Vejam lá, no Insónia, se evitam termos de inutilizar 10 (dez) páginas quando se quer imprimir um post vosso].

  2. Não sei de que bar se trata nem quem são os maraus ou o samurai. Mas provavelmente trata-se de um bar de gays e lésbicas. Qual é o problema? Vocês não são todos a favor dessa bicharada alternativa e fracturante?

  3. hmbf,

    Quando se quer isolar um post para impressão (evitando ter que imprimir o vosso cgi inteiro), clica-se na hora de entrada. O que surge então, no vosso blogue, é o post em questão, seguido de dez ou mais páginas de material inútil. Experimente.

    De resto, a Bohemian Rhapsody continua imbatível.

    Anonymous,

    Patentemente, a coisa escapa-lhe. Mas não se preocupe.

  4. Caro Fernando Venâncio, de facto eu nunca imprimi nada do Insónia. Julgo, no entanto, que para evitar isso bastará seleccionar o que pretende imprimir e depois imprimir apenas o seleccionado. Não será alternativa suficiente?

  5. hmbf,

    Bom, copy & paste também eu já sabia fazer. Queria era guardar as vossas marcas… Tem outro charme.

    Observador,

    Experimente puxar por aqui: o que tenha «Enola Gay» a ver com a história do século XX. Aí verá logo.

  6. Ah e o que largou a grandalhona? que por acaso de tras para o avesso sentia-se sozinho?….pensava que era mais a frente que isso…
    Abraco

  7. Observador,

    «Mais à frente que isso»? Você não ouviu declarar o fim da História… com o que se podem perpetrar todas as parvoíces postmodernistas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.