13 thoughts on “A minha imagem”

  1. Podes-te gabar, de que fizeste a maior borracheira de que a estupidez lusitana se pode gloriar. Alguns como tu quando contrariados atribuem-no à estupidez e à “incultura” do povo.

    Vocês, com a vossa arrogância, pensam que os outros são uns mentecaptos sublimes no meio de vós que vêm o mundo como ele é. Indícios de desequilíbrio mental no Aspirina B.

  2. Ahhhh…., o “Simple Men”. Absolutamente brilhante. Esta é a última cena, em que ele é preso, e se ouve a voz off do polícia dizer “don’t you moove!”
    Mas o homem (hal hartley) é muito inconstante, este filme é brilhante, o “book of life” também, mas alguns são um bocado Godardianos (leia-se GANDA SECA!)

    PS- aquele ali em cima não deve ter tomado os comprimidos…..

  3. O critério para os filmes do Hal Hartley é bastante simples: cronológico. As 4 primeiras longas-metragens (The Unbelievable Truth, Trust, Simple Men e Amateur) são absolutas obras-primas. Depois é o descalabro (embora o BOOK OF LIFE e o HENRY FOOL ainda tenha cenas de antologia). São esses os quatro filmes que deves ver, Luís. E verás que não terás mais nenhuma dúvida.

    jpt: ele diz «dont move» muito lentamente e depois entra aquela música sublime do Ned Riffle (pseudónimo do próprio Hal Hartley). Para mim, esta cena é o suprassumo da sétima arte.

    (Que bom saber que andam por aí fãs do Hal Hartley…)

  4. E lembras-te que «don’t move» também é a primeira frase do filme, pouco antes do «Be good to her, and she’ll be good to you…»?

  5. Mas nenhuma dessas é a “frase” do filme:

    “There’s no such thing as romance. There’s no such thing as adventure. There is only trouble and desire”

  6. Boa!
    Proponho nova categoria pra uma lista: grandes frases de grandes filmes.

    Dou já um exemplo: Aquele velho que grita de cima duma árvore, no Amarcord:
    “VOGLIO UNA DONNA!”

    (Que me desculpem se o italiano tem erros)

  7. “As baratas são assim mesmo. Não importa quantas vezes puxamos o autoclismo, elas acabam sempre por voltar pela retrete acima.”

    King Kong, Peter Jackson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.