11 thoughts on “Os grandes temas da actualidade”

  1. Uma carinha laroca que não tem nada para dizer, a não ser que é muito requisitada. Até pode ser entendido como: “Vendo-me caro”. Mais valia estar calada.

  2. é feio vires para aqui expores assim as tuas dores de cotovelo. a mulher chegou onde tu nunca vais, provavelmente, chegar. falta-te beber muito, mas mesmo muito, chá e capacidade, mas pronto …

    gostavas de seres convidada para quê e não foste? assuntos a sério para postar? secaram??? banalidades e fait-divers é uma especialidade que não te leva lá isabelinha …

    esforça-te mais, bué pá. fraquito …

  3. Ha dias JJesus,
    referindo-se a declarações de um jogador do braga,
    dizia que antigamente havia um codigo de conduta dos jogadores
    em que certas questões passadas dentro do campo
    ficavam dentro das 4 linhas…
    abraço

  4. Assunção Esteves, a carinha laroca que o Coelho, depois de ter levado vários tampos, colocou no parlamento. Outros ofereceram-lhe em tempos um lugar no Tribunal Constitucional, mas, que se saiba, não conseguiram nada. Terá este melhor sorte? Sigam a novela.

  5. A Assunção Esteves é uma demente, e por isso recusou os convites que lhe assentavam como uma luva. Ela pode ter feições de deficiente, mas o cérebro também lhe dá umas achegas semelhantes. Mas é amiga do Adriano Moreira – isso, sei-o de fonte limpa.

  6. Mas isso não era uma guerra do tempo da outra snhora?
    Até as guerras antigas estâo a ser recuperadas.
    Isto vai lindo! Não tarda nada vai ser oficializado que os trinta anos imediatos ao 25 Abril foram um simpls interregno…

  7. a maçonaria dá menos trabalho , é só por o avental. na opus temos de fazer umas romarias , rezar uns rosários e flagelar-nos com ciilícios , um frete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.