Made in PSD

Numa conferência que se destinava a promover os produtos nacionais, o primeiro-ministro aproveitou para falar de um produto que tem tido muita saída e que conhece particularmente bem: os militantes do PSD. E fez muito bem em revelar a sua irritação perante as acusações de que tem sido alvo. Que culpa tem o PM que a fama deste produto tenha galgado as fronteiras e seja requisitado por tudo o que é accionista estrangeiro? É, obviamente, um produto que se vende a si próprio, sem necessidade de promoções, muito menos por parte do Governo. Quais renováveis qual quê, os chineses compraram a EDP porque viram nesse negócio uma oportunidade imperdível de realizarem o sonho de trabalhar com esses ases da gestão. Só não percebo por que razão os membros do Governo preferem andar com a bandeirinha portuguesa na lapela, sujeitos a serem confundidos com algum pastel daqueles que ninguém conhece lá fora, e não andam com o símbolo do partido, esse sim uma marca de qualidade inconfundível.

10 thoughts on “Made in PSD”

  1. e o cavaco não diz nada sobre a vilanagem ou será que a condição de grão mestre da loja da coelha não permite prestar declarações sobre os condóminos?

  2. O cartão de militante é o único que dá emprego garantido. É um tipo de profissão em que a concorrência inter partidária não é muito grande, porque sabem que mais tempo menos tempo, todos vão lá parar, é uma questão de tempo, e quanto mais influente for o padrinho melhor será o lugar. Por outro lado também tem a vantagem de nunca haver crise, os lugares estão reservados para os jotinhas.

  3. o alex do pingo doce começou a dar leite desde que foi para a holanda mas a asae desconfia dos implantes mamários do benny hill nacional.

  4. será que o sensível e susceptível cavaco vai lembrar também agora que há limites…, para a amoralidade a que estamos a assistir na nossa praça com gentes e agentes do PSD e CDS a ocuparem despudoradamente os lugares cimeiros e intermédios da governação deste país a troco de remunerações escandalosamente gordas?

  5. E sobre isto não tem nada a dizer?
    Que bem cuida a EDP dos seus clientes.

    Sabendo que o valor do IVA para a energia eléctrica, ia aumentar de 6% para 23% a EDP em vez de fechar a facturação no dia 31 de Dezembro de 2011 optou por o fazer já no mês de Janeiro de 2012..
    No meu caso e porque tenho facturação mensal, esta brincadeira custou-me a módica quantia de 9,15 Euros.
    Por enquanto ainda vou tendo dinheiro para pagar, mas está a acabar o dinheiro é finito.
    Quando já não tiverem mais dinheiro para extorquir o que é que vão fazer?
    O ministro da tutela está calado que nem um rato, pois sempre recebe mais uma contribuição para o orçamento do estado.
    Por mim só tenho pena de ter de continuar a ser cliente desta gente.
    EDP e Governo de Portugal a mesma gente.
    Outra coisa que me impressiona é que não temos uma comunicação social, que se preocupe com escândalos destes, nem comentadores nem blogueiros, sempre tão prontos a condenar tudo o que se passa fora deste carnaval à beira mar plantado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.