Afinal, queremos ser iguaizinhos à Grécia

Vítor Gaspar anunciou ontem no Parlamento que Portugal beneficiará das novas condições que serão aplicadas à Grécia. É um anúncio espantoso. O Governo não pode ouvir a oposição, ou seja quem for, falar em renegociação do Memorando. A postura tem sido a de total subserviência em relação à troika, creio que o primeiro-ministro chegou mesmo a dizer que se sentia muito confortável com as condições que nos têm sido impostas. Por outro lado, a falta de solidariedade com os gregos tem sido inacreditável. Ninguém, e muito menos Portugal, quer ser confundido com tal país. Se não estão satisfeitos é deixá-los espernear sozinhos, que nós por cá não temos nada a ver com isso. Mas, atenção, se os gregos conseguirem melhores condições, nós queremos igualdade de tratamento. O que chamar a uma postura destas?

E, já agora, o Governo que diga o que chamar a isto. Já vi a palavra ‘renegociação’ escrita nalguns jornais, mas é óbvio que não é a palavra certa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.