Uma modesta proposta de blogoconcurso

piores.jpg

Com a aproximação do fim do ano, lá começam os “Prémios”, os “Óscares” e demais “Troféus Tanit”, todos entretidos a puxar o lustro à vaidade da blogosfera. Nada a obstar, que a malta tem de enganar as horas de maior tédio. Mas podíamos variar um bocadinho, este ano: elegendo, por exemplo, os blogues mais merdosos da lusa pátria. A coisa poderia até distribuir troféus sectoriais, prémios de carreira, incentivos à cessação imediata de actividade, etc.
Sugiro a seguinte lista de áreas de (in)excelência a distinguir:

1- O mais manhoso
2- O mais sobreavaliado
3- O mais feio
4- O mais ensimesmado
5- A escrita mais pomposa
6- O mais alienado
7- Os piores pontapés no Português
8- O mais ressabiado
9- O mais irritante
10- O pior dos piores tout court: a cereja bichosa no topo do bolo podre

Alguém quer votar?

27 thoughts on “Uma modesta proposta de blogoconcurso”

  1. Diria que podes votar até em nós. O problema que antevejo é que alguns blogues podem vir a açambarcar carradas de prémios…

  2. Bem…um bocado difícil, né?!, votarmos em coisas execraveis era admitir o nosso próprio mau gosto nas visitas q fazemos blogosfera fora…

    Em todo o caso esta coisa do melhor é mt relativa já q essa classificação, neste caso, é mt pessoal…‘o melhor’ é-o na medida limitada em q o é para quem classifica e só, quase sempre, já q a poucos é reconhecido o real valor por uma grande maioria…não tanto por questões de qualidade efectiva, ou falta dela, mas pq os critérios de avaliação de blogs são tão pessoais… ou não fosse um blog uma ‘coisa’ pessoal, mesmo se é o esultado duma colaboração de grupo…

    Já qt à associação de blogs=tédio…sou absolutamente contra!, já q mts de nós rouba mt tempo a outras actividades para manter um blog activo…é claro q o prazer é (quase) exclusivamente nosso e quem corre por gosto…;-)

  3. Olhem que esse re21 parece excelente escolha é para as categorias de 1 a 10. Ladies and gentlemen, we have a winner!

  4. “Imagino que não se pode votar em nenhum dos links ali ao lado, não?”

    Claro que podes, Luís, há por lá um ou dois excelentes candidatos.

  5. amok está coberto de razão ;)

    se a blogosfera é para ser desregrada, pessoal e mais uma capa onde tudo se pode fazer e dizer, sem culpas nem medos, não há razão para classificações desse tipo.
    seria castrar a genuinidade da coisa. E viciá-la. e corrompê-la.

    Axo eu.

  6. 100% de acordo, LR, eu não passo sem elas.

    Kakel, muito bem, o que não quer dizer que não se possam classificar, certo?

  7. Ora aqui está um concurso bem mais interessante!Na minha modesta opinião
    todos os nomeados do geração entram sem dúvida na categoria dos sobrevalorizados…o meu fica-se pela dos ressabiados.

  8. péssimo..

    por um lado, os bons blogs são sempre mais conhecidos que os maus, logo há sempre injustiças em classificar os piores.

    depois, classificar os nossos pares como “piores”, é um bocado pedante.

    além disso, fomenta um guerra na blogosfera que sinceramente não sei a quem aproveita..

    é a minha opinião, se me permite..

    saudações

  9. ok. podes classificá-los, se afinal tudo precisa de um rótulo.

    O problema destes “tops” torna-se mais grave na classificação dos melhores, do que na alternativa que tu criaste aqui, porque é mais no gozo :)

    Mas a Cristina tem razão também, fomenta um bokado a guerra, esta necessidade de dizer bem de uns , mal de outros…enfim.

  10. Isto sim, é um concurso como deve de ser. O meu encaixa-se numa série de itens; vou ter muito trabalho, assim…
    Mas do que eu gosto é do cagalhão fedorento do cartaz. Lindo. Lindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.