A súcio-democracia

Pela primeira vez na minha vida, e para meu alarme, tive vontade de chorar a ver um debate político. Chorar de pena e desolação. Marques Mendes e Filipe Menezes não existem, são patéticos, mas ainda ninguém os avisou desse pormenor. Felizmente, logo a seguir pude ouvir o Luís Delgado, e fartei-me de rir. É quando os políticos metem dó que os palhaços mais falta nos fazem.

8 thoughts on “A súcio-democracia”

  1. E essa criatura apatetada ainda existe? Ainda tem voz activa? Ainda há alguém que lhe pague para exibir as suas surreais e ridículas linhas de pensamento?

    É um belo par para o Rui Santos, noutro campo. É uma tristeza como, em Portugal, este tipo de gente se pode dar ao luxo de se auto-convencer da sua relevância.

  2. Bem lembrado, o Rui Santos. Dou por mim siderado a olhar para a figura. Imobiliza-me a hipótese de estar a ser pago. É traumático.

  3. Ouve, ou vê e ouve, se podes, a cena final de “I Pagliacci”, com ou sem Pavarotti, e chora de emoção estética por aqueles palhaços que se matam enquanto o público ri. Talvez seja isso que alguns políticos representam: a morte mental em directo, como um fogacho de estrela cadente. O pior é que muitos têm a capacidade de voltarem a ser meteoros.

  4. eu com esses luíses ainda me vou rir muito, embora ontem não vi. É a minha secret vingança nem digo de quê.

    Entretanto Valupi, aproveito para delirar mais um pouco.

    Com este panorama:

    http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1305240

    parece-me óbvio que se deve injectar mais euros na economia europeia, onde faz falta ou seja nos que não têm, ou baixar as taxas de juro do euro, ou ambas.

    Quanto à inflacção conheço a história e aproveito para dizer que desde que mudámos do escudo para o euro tivémos uma inflacção real de cerca de 100% ou mais (veja-se o preço da bica), enquanto nominalmente foi muito inferior.

    Aproveito ainda para dizer que vi na tv a conferência de imprensa do trichet, que com esse nome deve ser filho ou resultado de tricheur, e enquanto ele rosnava ‘in-de-pen-den-t’ fez-me lembrar lord sidious na versão senador palpatine…

    hum

  5. Caro Daniel, não o conseguiria dizer melhor: “morte mental em directo”. Nem mais; nem menos!
    __

    z, temos de voltar a esse sonante tópico. Quanto mais não seja, para também nos sonharmos a movimentar milhões.

  6. Vamos sim amigo. Não há pressa, entretanto descobri que a pulga que me anda na cauda é uma psicopulga, porque já rilhei tudo com os meus dentinhos de raposo e nada!

    E também saiu-me hoje no combóio uma notícia que explica melhor: parece que houve uma crise fiduciária de liquidez porque os bancos puseram a espiralar a taxa de juro com que emprestam dinheiro uns aos outros, porque não sabem quais são os que estão metidos com o subprime nos USA. Depois vem um boato e lá vai um como aquele na Inglaterra.

    Portanto nisto de economia eu faço de tolo e tu de sensato, se achares bem, que eu ando a treinar desde que descobri que o Arcano Sem Número é …

    ou então logo se vê

    PS: mas prepara-te que vamos movimentar muitos milhões sim, e não é ilusão. Eu estou defendido só gosto dos infinitos o resto é instrumental

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.