A Ciência confirma o óbvio: hoje é o dia mais deprimente do ano

O psicólogo Cliff Arnall, da universidade de Cardiff, provou cientificamente o que já nos parecia uma evidência: o dia 23 de Janeiro vai ficar marcado a vermelho no calendário como o mais abominável do ano. O esforçado cientista usou “uma fórmula elaborada” que levou em conta o mau tempo, as dívidas pós-natalícias, as resoluções de ano novo frustradas e muitas outras variáveis similares. Só se esqueceu de incluir nos seus cálculos a vitória de Aníbal Cavaco Silva; tivesse ele dado a importância devida a este factor infausto e estaria encontrado o dia mais sorumbático da década.

7 thoughts on “A Ciência confirma o óbvio: hoje é o dia mais deprimente do ano”

  1. Que grande dor de corno. Finalmente o povo português abriu os olhos e, correu da presidência da república os defensores da pedofilia.

  2. Ressa quê, Armando? ;-)
    Olha que a minha única expectativa para estas eleições era mesmo ver o Soares atrás do Alegre…

    E sê bem-vindo a esta humilde casinha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.