Re-Intermitência

 

 

 

 

 

 

 

 

“Adoro quando me penetras com esse dedo, o da aliança, bem fundo em mim”, revela-me, entre um grito de prazer e outro, C. “Sim”, aquiesço. “Eu também acho que o nosso casamento está fodido”, finalizo.

6 thoughts on “Re-Intermitência”

  1. Ah ah ah… Sinhã…

    Casamento fodido é um casamento que não é húmido mas sim que mete muita água. Concordo sim!!!

    Mas continuo na minha, a foda é seca!

    eheheh

  2. nem seca nem deixa secar, magia.:-) então e o pingo do cabrito no forno?:-)

    (tens de ir a monção).:-D

    fino, tu, gonçalo: perder para depois procurar – ali, acolá, aliança :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.