71 thoughts on “Re-Dixit”

  1. “Tenta ver a velhice pelo lado positivo. O passar dos anos leva-nos, isso é certo, a beleza física. Não tens, por isso, nada a temer em relação ao futuro.”
    Quem não teme suas varizes espanta? E qual é, ó meu, o lado positivo da vida, se até a porcaria das reformas (não de todas, só de quem nada tem…) vegetam no matagal urticário à mercê das lesmas e dos babosos caracóis empoleirados em anfiteatro? Se o passar dos anos nos leva a beleza física, nem quero imaginar como JCBranco, a Lili, a Pipi, o Guigui, a Mayazinha vidente e o inefável major da bola- fiquemos por aqui, posso não resistir à tentação de botar o nome da minha querida vizinha (aqui) com chapéuzinho ondulado – vão ficar daqui a meia dúzia de operações/processos? É por estas e por outras que prefiro a ração de combate…

  2. :(,
    maria.

    Pois pode,
    sinhã. :)

    Alvorada,
    acordem.

    E não é – a ração – uma delícia,
    FMP?

    Vá: deixa-te de fantasias, doce e púdica Cláudia. Toma lá um beijinho. É bom ter-te por aí, minha querida.

  3. Pois é CC, mas não à volta a dar-lhe envelhecemos, por partes e a pior de todas é quando chega a vez d`ALMA, mas enquanto envelhecemos estamos a apreender . Eu pratico muito sexo e desporto pois quero morrer saudável!
    ” a vida é um eterno sofrimento entre dois estágios”

  4. Poucochinho – toda essa importância que se dá à beleza física. Mesmo à ausência dela.
    Numa vida a sério, o passar dos anos traz transformações muito maiores.
    Coisas que o Confúcio D’alma bem sabe.

  5. olha, a claudia já chegou da polónia.:-D e que tal o gayfante (não me digas que ficaste lá com os dois braços e agora vens aqui limpar-te). :-D

  6. Eu cá prefiro as morenas, essas ao menos tem beleza natural. Alias as loiras tambem envelhecem!

  7. Envelhecer é uma arte que nem todos os “rapazes” , tem a capacidade cognitiva de entender!

  8. Mirtilo, Sinhã, mirtilo. Espelha-se na antiidade. Mas podes preferir (eu prefiro!!!) vinho tinto. No fundo da ampulheta aqui tens o resveratol. Mas tem cuidado, não resvales na aplicação. A droga também evita o crescimento caloso da pinha, e auxilia a digestão do canal parlamento. Não sei se já é usada na culinária, mas talvez a punheta de bacalhau ganhasse sabor e volume com a aplicação.

  9. E ainda…………………………… , está ciêntificamente estudado (dizem por ai), que as mulheres morenas não sabem envelhecer!!!!

  10. Obrigado sinhã ” Eu sou um rapaz cuidado”…

    Tu deves ser toda uma fruta sumarenta, Sinhã.

  11. Bem, ele beber por beber um champagnezinho tem sempre um pouquinho de Resveratol…

    E já alguém viu uma morena loura gozar com ela? Naah, não têm poder de encaixe as tipas, é muito peróxido (água oxigenada, people) naqueles neurónios descolorados. É preciso nascer-se Blonde para ser Blonde (man, esta foi muito deep!)

  12. Obrigadinho, Sinhã, por me fazeres regressar em bicos de pés à infanto-juventude que considerava esquecida em zangada no mar da memória. Continua a afagar o cão, a afagá-lo, a afagá-lo, a afagá-lo…

  13. A Blonde-todaela não entende o que é que refogados a neurónios bem picadinhos condimentados com folhinhas de louro contribuem para alouramentos morenos (mas, lá está, Blondes não se dão com tachos e panelas).

  14. pronto, não zanga, blonde, sinhã explica.:-)
    louro cabeleireiro= loureiro (é uma palavra intuitiva).;-)

    (se acabaste de perceber, agora, ficas habilitada a um lifting facial gratuito). :-D

  15. Touchée! Ou de como se prova que nascer Blonde é um karma tramado:)

    (Ok, mas notar para memória futura que a Blonde desconfiava que refogados não devem ser grande coisa para descolorar melenas morenas…)

  16. Céus, lá me vem esta com trocadilhos! É que a Blonde, além de blonde, de portuguesa só tem a nacionalidade e esta língua é assim a modos que um bocadinho impenetrável, ja? Portanto, refogamos a refuga da Blonde para outras paragens linguísticas…

  17. Ó sim, e se “ccoisa” não for gralha (espécie de pássaro palrador), a Blonde desconfia que CC terá um heterónimo. Não provocar o neurónio louro que tem tendência a embaralhar-se todo:)

  18. What else? (sem Nespresso e o estarola do Clooney). Sei lá, desde esquizofrenia a dupla personalidade, identidade gemelar, bicefalia, heterónimos, pseudónimos vale tudo…

  19. that’s my girl. ;-)
    blonde que é blonde gosta
    de ser bem abanada
    e entrar no fungágá
    das tardes da macacada
    e ver a andorinha apanhar
    do CC uma banhada. :-)

  20. Lolíssimo!!!! Pena é que a pobre da Blonde tem um artigo para acabar para Glasgow que tem de sair HOJE! Esta aqui um fungágá (o que for que isso seja) está! (Ó pá, será o marido da Lady Gaga?)

  21. (agora vou ser um pedaço de blonde):-D
    quem, o lolíssimo? não, esse é primo do veríssimo. e se perdeste o glasgow apanha o inter-cidades.:-)

  22. Acho que isto nem lá vai com space shuttle quanto mais com intercidades. Ah, talvez o TGV, mas e depois como é que eu atravesso o Canal da Mancha? Certo, pelo Chunnel! A não ser que fechem as fronteiras por causa da gripe e Blonde com gripe e artigo gripado é tramado (com f talvez!). Pois, avião, assim gripe por gripe, ao menos é “gripe avoária”!:)

  23. E eu???? Eu, eu cá continuo, todoeu com aquela vontade exagerada de penetrar bem lá no fundo!

  24. Claudete

    Há pessoas que, de vez em quando, se espalham ao comprido.
    Tu tropeças nos teus próprios pés todos os dias.
    Diz-me, querida, queres conversar sobre isso?

  25. cc

    Vamos começar pelas despedidas…

    Ontem era beijo e hoje é abraço?

    Tenho que repetir outras vez que sou Mulher?

    Vá, volte lá à sua escrita.

    Beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.