Re-Dixit

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Não resisto, quando tiras o soutien, a agarrar nos teus seios com força. Sempre fiz questão, em qualquer situação, de amparar aqueles que estão caídos.”

16 thoughts on “Re-Dixit”

  1. É um conceito interessante, sinhã.

    Isso mesmo, cláudia. Não percas a esperança, minha rechonchuda bonequinha. Beijão. Assim: chuac.

  2. Ora aqui está um dixit de punjente bom gosto.
    A mim, que sou gaja, apetecia-me perguntar ao gordo besuntoso se a gravidade também o assusta ou, se pelo contário, não tem valores de peso a temer.
    Como na verdade sou uma senhora, não pergunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.