Meia dúzia de palavras vs. uma dúzia de passas

turner.jpg

Engolir à pressa as uvas secas. Empurrá-las com champagne caro e frio demais. Rezar, entrementes e entredentes, os pedidos/decisões/declarações que irão fazer do próximo ano um punhado de dias mais suportável que o anterior. Passam 60 horas do tão gabado Ano Novo. Parece que o ritual não funcionou. Até que abraçamos o filho que não vemos desde antes do Natal e ele nos diz: “já sentia falta de estar contigo.”
Agora sim, acredito que 2006 talvez vá a algum lado de jeito.

4 thoughts on “Meia dúzia de palavras vs. uma dúzia de passas”

  1. :) É bastante mais do que meia dúzia de palavras, é sentimento, afecto de não sei quantos quilates.
    É bom.
    Um abraço para os dois, e muitos golos marcados para ele.

  2. Errata:

    Até que abraçamos o filho que não vemos desde antes do Natal e ele nos diz: “já sentia falta de estar convosco, meu pai.”

    ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.