Que se passa?!

Já passa do meio-dia, daqui a um bocado tenho de ir almoçar, e ainda não ouvi ou li alguém da oposição a queixar-se de que este Governo só trabalha para as estatísticas e que Sócrates é o grande culpado pela surpreendente recuperação económica em Portugal, França e Alemanha no último trimestre; e ainda pela não menos surpreendente vitória de Portugal contra o Liechtenstein, uma equipa surpreendentemente equivalente à dinamarquesa, revelação surpreendente do surpreendente Queiroz. É que se esta falcatruagem dos números continua, ainda corremos o risco de ver as exportações a aumentar, o desemprego a diminuir e as grandes obras a ficarem cada vez mais justificadas. E depois eu quero ver como é que Portugal vai resistir a tanto desenvolvimento.

E já agora, e se não incomodar muito, façam política com as pessoas, ok?

17 thoughts on “Que se passa?!”

  1. O computador Magalhães.
    A maioria crítica a sua existência mas, não tem outra alternativa. Gostavam que nada houvesse, ou se houvesse, que as crianças, filhas de famílias humildes, não pudessem usar dos mesmos privilégios que eles. Já é de há muitos anos que querem que os seus (meninos) sejam diferentes dos outros. Tenham capacidades ou não, só eles é que deviam ter computadores. Agora vem este Sócrates, com estas ideias onde é que se viu tal. Devia de lhes dar uma lousa como era antigamente, agora um computador. Um computador não pode habitar numa casa pobre, onde lhe falta tudo, nem sítio para o colocar. Deviam de ver como o meu Luizinho gosta dele. Gosta tanto que nem lhe mexe para não o estragar e, um dia, tenho a certeza que ganha um diploma pela estimação que teve para com ele. Com este diploma mais tarde vai ser colocado numa das empresas do Estado. Computador é coisa fina, coisa de rico. Já viu o meu Luizinho chegar à escola e ver o Manel, filho do Zé da Miséria, com um igual, com muito uso de tanto estudar. Para quê se sabe de antemão que não vai passar de um simples servente de uma qualquer obra. Os melhores lugares estão reservados para pessoas como o meu Luizinho. Ou queriam o quê ser igual, cada macaco no seu galho. E o galho do meu Luizinho é alto. Ou muito me engano ou o mundo está para acabar. Este Sócrates está a fazer para que isso aconteça.

  2. eh pá, que grande gaita esta coisa dos números. então não é que o grande larápio, responsável por todos os nossos males, está a sair-se tão bem desta crise como os melhores? lá pode ser? as almas sobressaltadas com estes números já começaram a sua cura: o gomes ferreira, na sic, tirando da cartola o efeito stock assegurou que no próximos trimeste voltaremos à recessão outra vez.
    manuel pacheco, é isso mesmo. colegas meus, ferozes adversários do magalhães e dos seus hipotéticos malefícios na educação, já tinham computadores para todos os seus filhos frequentadores do primeiro ciclo. é uma chatice a goratada ter computadores e assim os pedantes não se poderem evidenciar.

  3. Alguma oposição veio a terreiro contestar a subida da economia. Estamos a aproximarmo-nos das eleições e vem esta notícia a público! Não há por aí nenhum Zé Manuel, António Ribeiro Ferreira ou Mário Crespo para barrar esta notícia? Malvados. Depois querem receber o salário. Coitado de quem é patrão desta gentalha. Agora que a oposição levou um soco no estômago, lá isso levou, eu sugeria um pouco mais abaixo.

  4. Ainda não percebi qual o motivo de tanto gozo com a vitória da Selecção. Porque é que não gozaram antes do jogo? O adversário era conhecido. Os jogos de treino têm sempre de ser com equipas teoricamente mais difíceis, porquê? Eu fiquei contente.

  5. Eu também, guida. O gozo está na equiparação do Liechtenstein à Dinamarca. Mas, de resto, está tudo bem. Queiroz até pode ter acertado com a táctica para os próximos jogos.

  6. Não se podem comparar, mas se fosse ao contrário: jogo treino com a Dinamarca e jogo a sério com o Liechtenstein. A vitória no jogo treino não garantia coisa nenhuma para o jogo a sério, pois não? De qualquer forma, independentemente das equipas, cada jogo é um jogo. :)

  7. Com certeza, pode-se ganhar ao campeão do Mundo e perder logo a seguir contra uma equipa de casados. Neste episódio, o ponto mais interessante, antes do jogo, foi a declaração de Queiroz, dizendo que Liechtenstein e Dinamarca eram equipas parecidas. Mas não vi ninguém a gozar com o resultado (nem procurei ver, estou só a comentar o que disseste).

  8. Os números devem estar furados. Sócrates exerceu pressão sobre o presidente do INE e do FMI. Miguel Frasquilho está na sede da CGTP, em reunião urgente: consta-se que no código binário não existem números decimais. MFL está reunida com Cavaco Silva: consta-se que vão mandar os números ao Tribunal Constitucional. Portugal vai ganhar à Dinamarca: consta-se que Queirós vai apanhar a gripe A.

  9. “Resumo
    A Estimativa Rápida do Produto Interno Bruto (PIB) aponta para uma diminuição de 3,7% em volume no 2º trimestre de 2009 face ao período homólogo, o que compara com a variação de – 3,9% registada no trimestre anterior. O PIB no 2º trimestre de 2009 terá registado uma variação de 0,3% face ao trimestre precedente.
    A contracção em termos homólogos do PIB no 2º trimestre, à semelhança do que já se tinha verificado no trimestre anterior, esteve fundamentalmente associada à redução acentuada das Exportações de Bens e Serviços, do Investimento e, em menor grau, das Despesas de Consumo Final das Famílias.”

    hum? isto são boas noticias? quanto aos 0.3 % de crescimento , gostava de saber a margem de erro da estimativa rápida ( em cima do joelho) feita pelo ine….quando a esmola é muita , o pobre desconfia. sobretudo à beira de eleições.

  10. mf, tens razão: tudo o que revele crescimento económico são péssimas notícias, para além de mentiras por causa das eleições.

    Entretanto, não te esqueças de ir tomando o xarope.

  11. o pib caiu 3.7% , estimativa rápida… o pib caiu …crescimento? que dele? margem de erro das estimativas ( estimativas , note-se) qual é? e até parece que era a primeira vez que um organismo oficial com um boy , de qualquer das cores partidárias , à frente manipulava números . estou fartinha de ver correcções aos 1ºs números . tu não? cada um acredita no que quer acreditar , mas ao menos eu tomo um xarope que não me impede a lucidez. tu deves meter coca , está visto.

  12. Oh mf….
    Vou dizer-te o resultado do Dinamarca – Portugal em 1ª mão: H1N1. Como vês é um empate….olha o xarope..

  13. Não gosto de bola. olhe , tome lá esta colherzinha de xarope 31 , pode ser que lhe passe o nevoeiro dos miolos :

    O ( erradamente chamado) “crescimento” trimestral de 0,3% significa antes uma queda anual de 3,7%. O que aconteceu foi um decrescimento menor da economia no 2º trimestre face ao 1º . A quebra abrupta, estabilizou, mas continuamos a cair em termos anuais. Ou seja estamos quase 4% mais pobres daquilo que estávamos no mesmo trimestre do ano passado;

    Este crescimento surpreendente, na prática é uma correcção técnica a um movimento de queda abrupto recente. Grandes quebras têm muitas vezes como consequências correcções também elas significativas;

    Por efeitos de sazonalidade, o 2º trimestre é sempre mais favorável para a economia do que o 1º trimestre. Nos últimos 10 anos, a taxa de variação trimestral foi sempre superior relativamente à do 1º trimestre. O 3º trimestre terá muito provavelmente uma taxa trimestral negativa ( again);

    Sem ainda ter os dados detalhados, imagino que estes valores foram possíveis por um decrescimento acentuado das importações e alguma estabilização do consumo privado. Seria importante ver o que aconteceu com o investimento e exportações. Esperamos ansiosamente pelos dados.

  14. Olha: eu não de cálculo probabilístico pouco percebo, menos de arranjos, pouco de permutas e alguma coisa de combinações.
    Mas o texto é um verdadeiro 31. Cito “O ( erradamente chamado) “crescimento”); continuo:”Este crescimento surpreendente” e, por ora, termino “Grandes quebras têm muitas vezes como consequências correcções também elas significativas; ”
    Até eu gosto desse texto. Mas esses tipos do 31 trabalham melhor com escadas a montar antenas para a PT.

  15. “surpreendente recuperação económica em Portugal,”

    Surpreendente porquê? Por ser grande, por ser obra do acaso, ou porquê?

    Parece-me ligeiramente, mas mesmo só ligeiramente, exagerado estar para já, a falar de recuperação.
    Antes fosse assim, antes fosse.

    Deve ser do calor que estás como a mioleira torrada. Ou então estás com hipoglicemia fruto da falta do almoço, como bem sabes quando falta o açucar a cochola começa a bater mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.