One thought on “Mutatis mutandis, 30 anos depois”

  1. Viva o Brasil, e os brasileiros com ou sem anedota do português.

    Graças à ajuda deles ainda sobram 4 PALOPES.

    Não deu para salvar a Guiné.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.