Bute aí dizer verdades

É verdade que o PSD parece um partido onde ninguém gosta de ninguém, porque ninguém confia em ninguém. E acredito que todos terão excelentes e indeléveis razões para o profundo desgosto que exibem. Pudera, eles conhecem-se tão bem.

17 thoughts on “Bute aí dizer verdades”

  1. Eu gosto que eles não gostem uns dos outros. Até porque conto ver mais umas 30 manifestações de professores à porta de casa. Parece que com um governo PSD, isso já não aconteceria.

  2. “Afinal eles conhecem-se tão bem”
    É esta a pedra de toque Val. Conhecem-se bem demais e sabem muito bem qual é o único cimento que os mantém unidos, a atracção pelo poder. Sabem muito bem o que todos querem daí ser tão difícil a sua convivência quando não têm o que precisam. Seria até divertido se não fosse trágico para um sistema político tê-los como alternativa.

  3. Pode ser impressão minha, mas, pelo que tenho lido a propósito da oposição, a maioria absoluta do PS já esteve mais longe. :)

  4. Maioria absoluta? Espero que não, ouvi dizer ao Louçã num youtube que anda para aí dessa conferência com bloggers que o código de trabalho aprovado por esta maioria absoluta do PS permite que uma empresa que tenha posto um trabalhador na rua sem justa causa não tenha de reintegrá-lo mesmo que o tribunal dê razão ao dito trabalhador e assim delibere.

    Ora eu não sei como isto pode ser verdade, mas o que é verdade é que está dito alto e bom som, e assim sendo, sob a batuta do PS nem a ordem jurídica da Justiça se sobrepõe à decisão empresarial. Justiça para quê?

  5. Uma noite sonhei que Ana Drago, Luísa Apolónio e Manuela Ferreira Leite, tinham morrido. Fui fazer uma viagem ao Céu e aproveitei a ocasião e pedi a S. Pedro, para lhes fazer uma visita. Estavam em período experimental a ver se ali ficavam ou eram distribuídas pelo Purgatório ou Inferno.
    S. Pedro avisou-me que ali eram bastantes exigentes e caso alguma prevaricasse, eram fechados numa cela para cumprir uma sanção disciplinar.
    Sanção disciplinar menos grave, era acompanhada por uma mulher feia. Sanção disciplinar grave, acompanhada por uma mulher um pouco mais feia. Sanção disciplinar mais grave, acompanhada por uma ainda mais feia.
    A Ana Drago estava acompanhada por uma mulher menos feia, dizendo S. Pedro, coisa leve. A Luísa Apolónio, acompanhada por uma mulher mais feia, dizendo S. Pedro, mais grave um pouco. Continuamos e chegados à cela da Manuela Ferreira Leite, ela estava acompanhada com uma mulher bonita. Aqui não resisti e disse a S. Pedro. Não são só más notícias, Manuela Ferreira Leite fez uma boa acção. Respondeu-me S. Pedro. Não é ela que está de castigo.

  6. z, sem maioria absoluta e com a oposição que temos, como é que o PS vai governar?
    Não percebo nada de governação, mas imagino o que será conduzir um carro com uma velocidade ou duas e marcha-atrás. :)

  7. A prova da veracidade do que dizes Aristes é que o Durão Barroso foi adorado depois de vencer. Tão adorado que quando conseguiu fugir só parou em Bruxelas.

  8. olha Guida não sei, mas aquilo que eu escrevi em cima é terrível, eu nem sabia! Faça entendimentos à esquerda. Entretanto isto é giro.

  9. oh pá!, olha que há infinitos infinitos e ainda ficas com dor de cabeça. Não consegues arrumá-los todos no mesmo conjunto porque viola a lei da cardinalidade, mas podes arrumá-los na classe dos números surreais,

    compris? surréel!

    é muito belo mas é da ordem do dom.

  10. Uma coisa é certa: no PS distribuem melhor os recursos e por isso ninguém denuncia ninguém, entendem-se todos à volta da árvore das patacas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.