À espera

Cavaco é aquele ser que anda na política ao mais alto nível desde finais dos anos 70, que se rodeou de uma matilha de escroques quando foi primeiro-ministro, que continuou intima e politicamente ligado a eles mesmo já sendo Presidente da República, que alinhou com o PSD uma estratégia de combate ao Governo socialista assim que Manuela Ferreira Leite se tornou líder do partido, que lançou ou encobriu uma conspiração mediática para perverter actos eleitorais contra o PS, que deixou o PS formar um Governo minoritário em 2009 porque era essa a melhor forma de enfraquecer os socialistas e garantir a reeleição, que fez uma campanha eleitoral para a reeleição prometendo estabilidade e agitando o fantasma dos mercados mas no acto solene da tomada de posse lançou a maior crise política das últimas décadas, que tudo fez ao nada fazer para que Portugal fosse obrigado a pedir um resgate e a negociar o Memorando nas piores condições possíveis, que deixou Gaspar impor um plano desmiolado que tem destruído a economia, que deixou Passos governar como se continuasse na JSD, que não zela pelo cumprimento da Constituição e que quando o faz consegue agravar ainda mais a situação como aconteceu ao não ter pedido a fiscalização preventiva do Orçamento para 2013, que resolveu tornar-se parte da coligação governativa assim abdicando do seu papel de árbitro do regime, que somou ao caos governativo o caos presidencial não dissolvendo o Parlamento e pedindo um acordo impossível mesmo que algo tivesse ficado acordado, que alimenta um populismo ora larvar ora obsceno onde a política partidária surge como alvo do seu desprezo e nojo.

Parece que os cidadãos não se indignam, sequer se incomodam, com a continuidade deste ser no cargo de Presidente da República. No Portugal que amo, porém, o ser teria um mar de portugueses em frente do Palácio. Em silêncio. À espera.

9 thoughts on “À espera”

  1. Portugal é um país de mansos, sempre o foi e não vai mudar, se assim não fosse o ser teria um mar de portugueses em frente do Palácio com as maos cheias de pedragulhos. Em silêncio. À espera de uma oportunidade para acertar contas com mais de 3 décadas.

  2. ó Kamarada, caludar agora não posso: então o manso és tu – andas a mandar atirar pedras quando as carregas no papo há que tempos. as pedras são das calçadas, não para arrancar e atirar, e as vontades devem ser certeiras, cagadas na altura certa.

  3. Há quem tenha dúvidas sobre o que o homem que ocupa a presidência fará amanhã…

    No entanto a historia não engana, o que o move é a vingança pessoal e a mesquinhez. portanto, para sabermos o que vai “comunicar” basta imaginarmos o cenário que maximiza a sua sede de vingança pessoal.

    por isso…restam-me poucas dúvidas: Vai convocar eleições antecipadas.

    Vinga-se do Passos e do Portas, que vão ser varridos do mapa.

    Vinga-se do PS, do Socrates, Soares e Alegre que verão o PS no Governo liderado pelo ser mais incompetente que o partido produziu na sua história. O PS vai ser trucidado.

    E ainda fica bem visto…afinal anda meio mundo a reclamar eleições.

    Há uma semana o homem disse que eleiçõe antecipadas não…mas dizer tudo e o seu contrário é a sua especialidade.

    Portanto, preparem-se. Vamos para eleições e a amiba do PS é capaz de ganhar. Talvez…

    miguel

  4. Não podemos esquecer que ainda há apenas algumas décadas Portugal era um país com 80% de analfabetos. O analfabeto improvisa, desenrasca, vive de da esperteza e de expedientes. E, sobretudo, torna-se subserviente diante de quem foi mais desenrascado, mais esperto e melhor a improvisar. Os seus “direitos” são os que resultam da sua esperteza e desenrascanço e por isso são “sagrados”. São direitos inerentes à esperteza e não à pessoa humana. Quantos aos deveres, esses sim, são da natureza do verdadeiro homem…

  5. Em terra de cegos ……..!!!! Lembrar o “ungido” da direita revanchista e beata e fazer hoje a leitura desse desempenho até ao presente, deprime e revolta……!!!
    Já Miguel Torga dizia mais ou menos isto :” os portugueses são cidadãos pacificamente revoltados”….. !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Há uma fúria contida, uns quantos que se manifestam, uns “manguitos” mentais e ficamos, quase todos, à espera que a crise passe e regressemos à paz podre de não fazer ondas !!!

    O panorama politico, para quem se assume cidadã comum, eleitora assídua
    critica de bancada, é desolador.!!! Estes, os da atual governança, são uns garotos mimados a quem deram um brinquedo, mas e os outros, os da oposição ??? São coleguinhas da mesma escola…

    Há uma outra oposição, também mimada e utópica que não quer assumir responsabilidades e que nunca faria parte de qualquer governo !!! Adjectivam,fazem discursos inflamados mas o senso comum diz-nos não terem senso nenhum !!!

    Aqui está o Zé povinho, sem saber para onde se virar, a “porca da politica” (bordalo sabia” a engordar !!!

  6. Pingback: À espera

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.