Vinte Linhas 361

Canção ébria

Encontrei num livro de Pedro Homem de Mello o verso que procurava para demonstrar uma ideia – ninguém pode ser quem não é. Gostaria de revelar para todos um poema desse livro (Bodas vermelhas) que me parece um belíssimo texto.

*

Não há ciência: há segredo.

E a eternidade é um minuto

Não há silêncios: há medo.

Não há lágrimas: há luto.

Triste, triste, triste, triste

Tristeza de entristecer!

Dança meu bem! Que o prazer

Só ele e mais nada existe.

Olha os palácios escuros

Em que as salas são cavernas!

Olha os jardins! Troncos, muros,

Raízes fundas, eternas…

Olha tanta vida bela!

Olha tanta mocidade

Que nunca foi à janela

Ver se o dia era verdade!

Ó ruas negras sem luz!

Ó noites sem maresia!

Ó terra áspera e fria

Que tudo a cinzas reduz!

E aquela pena apressada

Pior que a treva e que a neve

Que antes que a morte a leve

Escreve e não conta nada?

Que disse a bruxa a teu pai?

Ao longe cantam… Então,

Ergue flâmulas e vai

Atrás daquela canção!

Apenas não me enganaram

As vozes dos meus sentidos

Todos os mapas ficaram

Com nomes desconhecidos.

Mar de Java? Mar Egeu?

Alcácer? Damão e Diu?

Irmãos! Quem sois? Quem sou eu?

Tive uma filha e morreu.

Tive um amigo e mentiu.

As estrelas são estrelas

Não porque assim o quiseste.

As estrelas são estrelas

Como o cipreste é cipreste.

Quantas contaste? – Nenhuma.

Quem tas apontou? – Ninguém.

Dança! Dança! Enquanto a bruma

Te esquecer… Dança meu bem!

8 thoughts on “Vinte Linhas 361”

  1. É assim a verdadeira poesia. É assim que escrevem os verdadeiros poetas. Poemas assim, são eternos. Pena que nem todos pensem assim. E que nem todos escrevam assim.

  2. Se todos escrevessem assim… Fiquei meio ébrio a ler a canção do poeta de Santa Marta do Portuzelo. Ó JCF, V. ainda se lembra dele na televisão? Valia tanto como o Nemésio.
    Encontrei-o em 68, em frente do mosteiro da Batalha, numa actividade cultural para a Mocidade Portuguesa.

  3. PEDITORIO URGENTE PARA CAVACO SILVA

    EXMOS CIDADAOS PORTUGUESES
    VENHO AQUI PROMOVER UM PEDITORIO URGENTE PARA SALVAR DA BANCA-ROTA NOSSO MAIS ILUSTRE REPRESENTANTE.

    SEGUNDO O PROPRIO ( PRESIDENTE CAVACO SILVA ), ELE ESTA COM GRAVES PROBLEMAS FINANCEIROS, DEVIDO AS APLICACOES FINANCEIRAS QUE TEM EM BANCOS PRIVADOS QUE FORAM MUITO DESVALORIZADAS.

    TEM PERDIDO MUITO DINHEIRO ” COITADINHO “. FIQUEI REALMENTE SENSIBILIZADO COM SUA SITUACAO FINANCEIRA, E TAMBEM SEU ESTADO DE SAUDE.

    “ SO PARA LEMBRAR “, O SR. SILVA TEM TRES REFORMAS CHORUDAS PAGAS PELOS OTARIOS DOS CONTRIBUINTES PORTUGUESES.

    PORTANTO ACHO MAIS QUE JUSTO, PEDIR E ORGANIZAR, UM PEDITORIO PARA O SR. SILVA, QUE E VITIMA DOS MALVADOS BANQUEIROS.

    MINHA CONTRIBUICAO SERA DE 1 CENTIMO, VALOR MAIS QUE SUFICIENTE PARA LHE COMPRAR SUPOSITORIOS, E ENFIA-LOS NO DEVIDO LUGAR DE SUA EXCELENCIA, O SR. PRESIDENTE DA REPUBLICA PORTUGUESA. SE PRECISAR DE AJUDA PARA COLOCA-LOS TEREI MUITO PRAZER EM COLABORAR, APESAR DE MINHA ABSOLUTA FALTA DE EXPERIENCIA NA UTILIZACAO DE SUPOSITORIOS E OUTRAS COISAS.
    SOMENTE QUERO O BEM ESTAR DE SUA EXCELENCIA ……………..RSRSRSRSRS
    MAS PODEMOS COMPRAR SUPOSITORIOS DAS CALDAS DA RAINHA, PORQUE DEVEM FAZER EFEITO MAIS RAPIDAMENTE, APESAR DE PODER CAUSAR AO DIGNISSIMO
    PRESIDENTE CAVACO SILVA ALGUM INCOMODO…………….. RSRSRSRSRS

    PORTANTO CAROS PORTUGUESES…………….. CONTRIBUAM — MANDEM CHEQUES DE 1 CENTIMO PARA O PALACIO DE BELEM EM LISBOA, PARA AJUDAR O DIGNISSIMO PRESIDENTE DA REPUBLICA PORTUGUESA A SAIR DA GRAVE SITUACAO FINANCEIRA QUE SE ENCONTRA, E TER DINHEIRO PARA COMPRAR SUPOSITORIOS, DEVEMOS TODOS AJUDA-LO…………….. E UM DEVER CIVICO E PATRIOTICO
    HA, JA ME ESQUECIA…..
    ABSTENCAO EM FORCA NAS ELEICOES EUROPEIAS / LEGISLATIVAS /AUTARQUICAS.

    UM ABRACO DEMOCRATICO.
    RAMIRO LOPES ANDRADE
    ramirolopesandrade.blogspot.com

  4. Basta um poeta ter um (1!) poema destes (eterno) numa colecção de poemas seus, para ser um bom poeta.
    Na colecção de um poeta normal não se encontra nenhum (eterno).
    Aqui está a minha maneira de ver as coisas. Só isso!
    :)

  5. Não me digas que ainda não tinhas percebido que foi por isso que eu trouxe o poema para aqui. Por isso mesmo…

  6. Amigo Barata – Claro que lembro ele falava sempre de Afife, do folclore, da jota, do fandango, do vira, da quadrilha. E falava bem porqeu percebia do assunto. Um abraço JCF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.