Vinte Linhas 353

«Entre pedra e água» nas Portas da Cidade das Caldas

António Rodrigues expõe fotografias de grande formato («As matérias de Deus e o engenho do Homem») nas paredes do belo espaço da pastelaria Portas da Cidade, nas Caldas da Rainha, na Rotunda da EDP – que não se chamava assim no tempo de Cesário Verde, Rafael Bordalo Pinheiro e Júlio César Machado. O autor das fotografias não nasceu nas Caldas e, talvez até por isso, a sua perspectiva, que as imagens revelam a preto e branco sobre a cidade e o seu povoamento, é diferente, inesperada e inovadora.

António Rodrigues rejeita o bilhete-postal. Os seus registos a preto e branco mostram um lugar fascinante entre o fulgor do iodo das nossas praias e a dureza da pedra das nossas serras, passando pela fertilidade da água das grandes planícies. A Estremadura é esse encontro. A rainha D. Leonor também se deixou fascinar pelas coordenadas do lugar e permanece entre nós sob a forma de estátua visitada às vezes pela pomba do Espírito Santo. Depois há uma igreja onde o relógio mede o som dos sinos de bronze. Ao lado uma rosa de pedra e uma estreita rua de árvores na Mata com suas sombras a perder de vista. Mais ao lado o Hospital Termal e os seus caminhos cruzados: história e quotidiano, memória e esquecimento, luz e sombra, velocidade e quietude, ruído e silêncio. A fotografia surge, pois, como o encontro feliz entre o olhar do forasteiro (mais disponível para o inesperado) e a força do lugar onde as águas milagrosas trouxeram uma Rainha de Portugal para desenhar uma Cidade a partir dum Hospital Termal. Cesário Verde, Rafael Bordalo Pinheiro e Júlio César Machado, chegados aqui pela diligência do Carregado, com paragem no Cercal e na Sancheira, teriam gostado muito de ver estas fotografias.

2 thoughts on “Vinte Linhas 353”

  1. Obrigada JCF. Gostámos das tuas palavras. Dizem para lá do que se vê. Já o fotógrafo vê para lá do visível…

    E tu “lenor” quem és?!… só sabemos que nada sabemos mas podemos constatar algumas realidades.

    Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.