Vinte Linhas 322

O esplendor da ignorância no Diário de Notícias a propósito do derby

O recente Sporting-Benfica do passado dia 14 deu origem a um trabalho jornalístico no Diário de Notícias (páginas 2 e 3 do suplemento desportivo desse dia) e sobre essa publicação o menos que se pode dizer é que ela espelha o esplendor da ignorância dos seus autores. Começa pelas fotografias: apesar de o título referir que se trata de «derbies em casa verde» a fotografia maior das duas páginas é (como não podia deixar de ser…) do estádio da Luz. E não é preciso muita perspicácia para ver a diferença pois os dois estádios sempre foram diferentes – basta ver as escadas de acesso às bancadas. Portanto o erro não está na legenda e os minutos que Eusébio (ex-jogador do Sporting de Lourenço Marques) precisou para marcar um golo ao Sporting Clube de Portugal mas sim a foto em si – aquele é o estádio da Luz. Para além do mais, aquele que é de longe o mais famoso resultado dos derbies em Alvalade (o dos sete a um) tem direito a uma foto pequenina, tipo passe, enquanto a tal foto errada com Eusébio ao lado de Manuel Poeira, árbitro que em 1962 ainda não o era, tem direito a foto gigante. O segundo erro crasso diz respeito ao falso primeiro derby que não foi (nem poderia ter sido) em 23-2-1908 porque o Sport Lisboa e Benfica nasceu em Setembro de 1908. Tendo sido fundado em 13 de Setembro não podia disputar o jogo em Fevereiro. Um clube (em 1908) para existir tinha que ter estatutos entregues no Governo Civil, corpos gerentes eleitos, bandeira e emblema. O Sport Lisboa e Benfica foi fundado em Setembro de 1908; antes havia outros clubes que se juntaram nessa data e cada um tinha o seu emblema, os seus corpos gerentes, a sua bandeira e os seus estatutos. Não perceber isto é não perceber nada.

4 thoughts on “Vinte Linhas 322”

  1. Já viste que queres matar o mensageiro em vez da mensagem? Demagogia não. Então os outros é que fazem os erros e o burro sou eu? O burro sou eu? E mesquinho… Ora deixa-te de niquices. Ou também adoras o esplendor da ignorância? Deixa-te de niquices.

  2. JCM tem razão. E ainda vai ser muito pior. Com a dose de despedimentos entre os jornalistas séniores, acontecerão coisas extraordinárias. Vão ver…

  3. Mas há mais pormenores macabros: o texto fala de um jogo de 1962 com Costa Pereira, Hugo e Morais mas Damas (que aparece na foto) nunca jogou com eles. Ele foi em 1963 campeão nacional de «principiantes» que era o nome daddo nesse tempo aos juvenis. Eu fui ver o autocarro que vinha de Coimbra e passou em VF Xira, ainda não havia auto-estrada nem telemóveis mas a malta sabia das coisas. Maria tem razão – quando despedirem os 122 ainda vai ser pior…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.