Re-Intermitência

 

 

 

 

 

 

 

 

“Está nas tuas mãos, sempre o soubeste, salvar o nosso casamento”, revelo, sinceridade e frontalidade, a C. E fico, satisfeito, a observá-la, com dedicação, a masturbar-me.

 

 


7 thoughts on “Re-Intermitência”

  1. 22 horas numa rua deserta. Uma figura esbelta de mini-saia e botas de cano alto, acabava de tirar dinheiro numa caixa multibanco. Aproxima-se um homem e pergunta.
    Quanto levas?
    Diz ela. Duzentos euros.
    Responde ele. Chiça, é muito caro.

  2. amanhã , pensa ela , foderá à séria com o outro , de quem ela gosta mesmo . mas fica sempre bem no bi casada e por tanto.. bater p…tas e ver um tipo acariciar o escroto , para ficar bem no social , nem sequer é preço elevado.

    ps) nada que eu queira!! estou só a ficcionar. meu lema é que a galinha faz o galo. e tem dado certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.