Encavacado

selfplr.gif
(Luís Rainha e João Pedro Costa na cerimónia da Sagração da Primavera do Aspirina)

É formal: encontro-me encavacado. Farto de campanha eleitoral. Para recuperar, estou a livros. Releio com espanto “Os Testamentos Traídos” de Milan Kundera. Este livro, e as obras de George Steiner e de Cioran, têm o efeito hipnótico. O único problema é que me dão a vontade de não escrever. Eu sei que nunca conseguirei que as palavras tenham essa densidade. Nunca as frases parecerão mágicas e reveladoras de um continente perdido. Para quê tentar? Sinto-me como um boi a olhar para um palácio.

18 thoughts on “Encavacado”

  1. Devias ser simpático, até porque na pintura, que eu deixei para ilustrar as tuas comoções religiosas, já tinhas ido ao Talon.

  2. “Comoções religiosas” a propósito do camarada Iosif Vissarionovich Dzhugashvili? Isso parece-me mais coisa de ex-Pioneiro….

  3. Lá vens, tu, estragar a nossa má-disposição com o teu bom feitio e sentido de humor. João Pedro és um desmancha prazeres!

  4. Pois acho que desperdiçaste uma imagem que podias usar num post sobre o José Manuel Fernandes (igualzinho ao tipo de cima) e, para o gajo de baixo, com menos certezas, talvez o velho Arnaldo Matos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.