27 thoughts on “É “isto” que nós temos para exportar!”

  1. afinal o relvas usa elvive da l’oréal, estams descoberto o segredo do champô e a fragrância do discurso.

  2. confesso a ignorância, mas quando se exporta, não é suposto ganharmos algo com o investimento feito, em vez de perdermos? Devo estar descatualizada em relação a este vanguardista da política portuguesa.

  3. Exportamos a “massa cinzenta” e ficamos com os idiotas que nos (des)governam. O melhor é fecharmos escolas e universidades porque é investimento (dos contribuintes) perdido ,visto que, este tipo de “exportação” não traz dinheiro ao País. Esta “massa cinzenta” não investirá cá nada e nunca mais voltará. Bom, bom , seria exportar o ministro Relvas de quem devemos ter vergonha de ter como governante ( não esquecer que ele disse que os familiares de Sócrates deviam ter vergonha de o ter na família).

  4. …aproveitando a oportunidade do post – afinal trata-se de poder comunicar com uma deputada da nação – e já que falamos de ‘exportações’… que tal perscrutá-las mesmo…sim às ditas cujas e ali no terreno…. senão for pura maluquice expliquem-me lá…por que raio de carga de água é que todos os dias vejo toneladas de camiões carregados de troncos de madeira seguirem para espanha enquanto outras tantas toneladas de mesmos camiões fazem o caminho inverso e tb cheios de troncos de madeira …bizarro achei eu mas depois…ah eureka!!!!…nós exportamos madeira para espanha (iva a 23%) enquanto importamos de lá (e nem pensar ser a mesma …a 18%) parece-me bem sinceramente e até dá lucro…por cada 1 milhão de euros trocados…ora bolas queria era dizer exportados… forram -se 50 mil oiritos… nada mau ….mas isto sou eu a ver coisas ( agora a sério a tirada da…da nação saiu-me mesmo bem…não acham?)

  5. isto é um filme de terror: este é o “cérebro” do governo português, amigos. Oh Santana Lopes, oh qualquer coisinha, por misericórdia, mas isto não.

    AP Santos, quem quereria comprar esta merda, tirando o eleitorado português?

  6. Isabel,

    “era dizer-lhe isso na cara”. Também acho perfeito. Podes avançar com o projecto? Sempre estás mais bem posicionada para o efeito.

  7. Peço desculpa por fazer um Highjack á posta, mas tenho que responder ao AP Santos, caro AP SANTOS, não é melhor, temos que fechar universidades, escolas, hospitais e muito mais coisas, onde já se viu existir educação e qualificação para todos!?, saúde para todos!?, está tudo louco!? mas agora somos ricos??? a educação é para malta rica ou que tenha algum citrino na genealogia, o resto…… o resto pode sempre ir ao Lidl comprar um vinho baratinho do Chile para se começar a ambientar, assim sempre estranham menos, mas só no Natal que “a economia Portuguesa está a passar por um processo de transformação estrutural, com vista à criação de um modelo económico mais sustentável”, ler para rir ou chorar:
    http://tinyurl.com/c6xys7o

    Já só aguardo ansiosamente pela substituição do Atlântico pelo Pacifico para poder desfrutar pelo Natal do belo vinho!

    ESTE RELVAS METE NOJO! NOJO DESTES GAJOS É O QUE EU SINTO!

  8. Nunca imaginei viver num cabrão dum país com um filho da puta dum mafioso atrasado mental como o Relvas no governo. No governo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  9. Depois de ouvir este artolas, nº 2 ou nº 1 não sei bem, percebo o elogio à paciência dos portugueses produzido pelo outro artolas, nº1 ou nº2 também não sei bem.
    E quando todos os que mobilizem mais que 2 neurónios tiverem emigrado, feitos futebolistas, cientistas, pintores, artistas plásticos e um ou outro chico esperto que não conseguiu chegar a assessor de sua esplendorosa e sereníssima nº2 ou nº1 não sei bem… proclamam-se rei e vice rei da barraca. Amesendam uma vara de iluminados tipo foda-se que agora é a minha vez e esperam pelo jubileu da outra eminência parda que não o sendo… vai comendo o bolo e babando as migalhas.
    Mas como dizia o outro da barba passa piolho que até nem gostava de teatro mas foi: “Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo…”.

    Só mais uma coisa. Aquela cena dos camiões de toros, a verificar-se, é capaz de ser mais complexa. Não exportamos para Espanha, fazemos transmissões intracomunitárias. Nem importamos de Espanha, adquirimos bens no mesmo regime. IVA no país do adquirente liquidado e deduzido, neutro. Pelo IVA não me parece que seja. Já se me falares de martelar o preço… isso é outra conversa.

    Mas isto digo eu que não emigro. Sou geneticamente paciente, não jogo um corno de bola, a ciência para mim vai pouco além do borda d’água, nunca passei dos desenhos decorativos em papel cavalinho e penso que um artista plástico é um gajo que recicla sacos do LIDL para espantar os pombos da varanda.

  10. o parôlo da benedita foi à lourinhã confraternizar com a parolagem local a propósito do lançamento de mais uma obra do amigo joel, intitulada “sítios sem resposta”, um verdadeiro priceless do desenvolvimento rural. cama, mesa e transporte por conta da autarquia & contribuintes, tudo a bem da agricultura literária regional e da suinicultura em geral. mais uma vez ficámos a saber das suas intimidades com roupa de marca, hoje zambujal é referência, com quem privou numa sessão de peido controlado após o jantar da malandragem lisboeta em roadshow. a bezana foi de tal ordem que no regresso à lísbia confundia moínhos com navios e outras baralhações geográficófilosóficas, com passagem pela serra dos candelabregos e orgulho xmaduro. para castigo deverias ter ficado fechado na tua caixa de comentários, respirávas por uma palhinha e a chave atirada ao mar, no porto da barcas.

  11. A censura aos comentários feitos aos posts do JCF serve, apenas, para que ele possa escrever, livremente, as caganças do costume e relatar as passeatas que faz à conta do pagante – erário público/câmaras municipais? Ora larguem a política por cinco minutos e pensem no caso, ok?

  12. O trambolho da Beneditra que dá pelo nome de Xico Francisco optou por colocar censura aos seus pseudo-posts. O lápis azul antigamente funcionava em S. Pedro de Alcântara no Palácio Ludovice.
    Agora funciona um pouco mais acima n a morada do trambolho da benedita. Ao que nós chegamos.
    Não foi com este governo que voltou a censura mas no tempo deste governo mas pela mão dum dito xuxa.
    Daqui lançamos um pedido aos funcionários da EMEL para que sempre que vejam o citroen do Xico mal estacionado lhe aplicarem a respetiva multa.

  13. diria mais, funcionários da emel e público em geral bora furar os pneus e sodomizar o citroeihn do bronco com umas batatas no escape. manif à porta do xico, logo às 21h00, na traveca de s. pedro. camaradas levem garrafões de mijo, vamos fazer o maior poça artificial à porta do rústico da benedita. chega de mordaças, queremos uma censura livre.

  14. Escreve JCF no seu Vinte Linhas 793: «Os campinos do campo…»

    Pergunta um comentador: «Os campinos do campo»? Há campinos sem serem do campo?»

    Resposta de JCF: «… Tratou-se de uma questão de estilo.»

    Por acaso, desta vez, JCF não mandou o comentador «para o cano de esgoto de onde nunca devia ter saído». Mas foi só por acaso.

    Será por haver «campinos da praia» que o aspirina resolveu pegar no lápis azul?

  15. Ao contrário do que afirma JCF, não conheço NENHUM blog onde seja proibido fazer comentários aos posts que são publicados. Não há nada como ser inovador neste mundo virtual! Ou será que o aspirina se inspirou «nos tempos da outra senhora»?

  16. o que mais há são blogues que não aceitam comentários ou eliminam o que não lhes agrada, da literatura ao basófias passando pelo 31 ou arrastão, tens todos os tipos censura ou a sua ausência por não haver direito a manifestações.

  17. “Os outros não aceitam comentários.”
    No Aspirina B aceitam-se comentários livres exceto à merda produzida pelo Xico Francisco. Uma pergunta: acham que se deve comentar o que vem do cano de esgoto que é a boca do Xico? Merda em cima de merda ainda seria pior. Deve ser por isso que os responsáveis deste blog aceitaram não comentar a merda. Merda é merda e está tudo dito. Para què mais merda em cima da merda do Xico?
    A merda não se comenta caga-se que é o que faz o Xico.
    Pena é que o Xico desvalorize este blog com as suas poias.
    Agora acho que não se deve mandar o Xico onde ele sempre está: na MERDA!

  18. Ainda sobre o corte dos comentários nos posts de José do Carmo Francisco.

    Concordo que não é agradável para ninguém ler comentários negativos à sua escrita. Ainda menos quando os comentários são feitos numa linguagem menos própria. Mas, na verdade, o próprio Zé do Carmo – e custa-me escrever isto porque, tendo reservas quanto à qualidade da generalidade da sua obra, tenho consideração pessoal por ele, que não tendo nascido em berço de ouro subiu na vida a pulso – se pôs a jeito ao responder aos seus detractores de forma tão ou mais insultuosa do que a deles.

    E que tal se, em vez de cortar os comentários de forma tão radical, impusesse um tipo de moderação que servisse de filtro a comentários mais destemperados. Isto é, dando liberdade a que cada um expusesse a sua opinião, não necessariamente com paninhos quentes, mas sem usar termos ofensivos?

    Dir-me-ão os mais puristas que isso é igualmente censura. Parece-me, porém, que seria apenas bom senso, e que todos ficaríamos a ganhar. Incluindo o Zé do Carmo.

  19. trambolho, o que tu queres é que não chateiem o bronco e o deixem cagar à vontade.

    jonas, o que é isso de comentários em linguagem menos própria, cada qual fala e escreve como lhe apetece, se respondes entras no jogo e só brincas com quem queres ou a ideia é regular a escrita e normalizar o pensamento de modo a não ferir a sensibilidade do poeta da benedita. não percebi a ideia de “filtrar comentários mais destemperados”, tamém acho que a discussão mais temperada sabe melhor, mas admito que nem todos tenham coração para isso, daí aceitar pacificamente os insonsos e as dietas.

  20. Jonas Nogueira, deixar que seja o JCF a decidir dos comentários a publicar, é deixar os posts do JCF às moscas, sem comentadores. Não é verdade que além de dois ou três amigos (dele) que lhe dão palmadinhas nas costas e que são comedidos nas palavras, uma ou duas linhas, não mais, e que raramente aparecem, restam os comentadores que criticam aquilo que merece ser criticado? Se as palavras são ofensivas, não acho. Ofensivas são as respostas do JCF. É só (re)ler as suas respostas aos seus comentadores! Num blog onde há títulos de outras pessoas como: «Um ano depois confirmámos que um destes CABRÕES…», não deixa de ser interessante este súbito paternalismo pelo JCF. Interessante ou estranho, não acham?.

  21. Minha bez de cumentar, ora vem, ó JONAS NOGUEIRA meuzinho, Deus Nosso Senhor aceita a tua generosidade, mas olha quEle bê a 360 degraus, meue, e ólha que tu num estás a ser tutalmente justo´. Queres julgare, pois bai à jéneze da qestãoe, e tu bais a ber quem cumeçou a chamar nomes a quem, perceves? Digu-te já, esta porra é birtuale, e num penses questa trampa num tem ( mas num pode) o Ip de onde sai toda acumentadoria, tás a bere?Hora, o gajo, bulgo, trambolho da benedita, até chama tortos aos abós dos outros, esse calhau se me aparece á fente, parto-lhe o focinho,e aí é quele bai ber cumo precisa de cabresto. Esse BRONCO fala em por as tripas de alguns filhos da puta ao sol (palabras dele), isso num é cristaoe pá, e goza com a religião, chama pobres aos ôtros e o carassas. Portantes, se queres ser justo que çejas, mas oube, num sejas parcial. O gajo que num se meta mais com os mortos dos outros, porque esse ORDINÀRIO quando chama fdp aos otros, ofende e so merece as respsotas que tem. Esta porra é birtuale, mas olha qué suscetibel d etutela penaal e olha cus mortos Tem mais cinquenta anus de prutessãoe, tás a bere?.
    Eu abisei o trambolho da benedita que ele num save quem tá do lado de cá, e que os burros de cá, pois é o que ele nos chama, conseguem num glimpse, meue, apercever-se de toda a mediocridade que ele iscrebe.
    O POETA da TRETA tem-lhe dado bailarico com poemas à António Aleixo, tás a ber, o IGNATZ tenta educar o gajo com cólidade e eu cá num fasso nada, é a minha língua que fala, queu num lhe ponho trela, tás a bere, portanto se esse D. Caralhete armado em comuna, fecha a caixa de cumentários é provlema dele, queu paço vem sem a poiasia do gajo, mas fica o meu selo de «sem cólidade» do gajo da benedita e de indignaçãoe, por ber que o gajo é cego e num bê que a baidade é pecado e a inbeja tamém. Cum catano pazinhos quero la saver se ele tem hoover ou um citrohen, ó pa, um escritor a sério tem outra sensivilidade, a do artista, a do indivíduo com vida interior, com muitas vidas, uma imaginação que não pára, uma discrição sem limites. Beleza nas palavras, respeito pela pontuação, VIDA, e isso, este GAJO num tem e ainda bem armado em zeca galhão. Ó pá, Ó xicu tu nem mereces arrastadeira e mereces lebar uma epidural no abono de família para assumires que cada bez que falas, só saiem melenas. Fogo, pa, já mirritaram.

  22. O RELBAS debe ter apanhado uma epidural no olho do ravo, purque o ORDINÁRIO pralém do puz que berte pela voca, lança muita MERDA, fogo, merda rala e pálida. É soltura, meus, um BESTA que manda emigrare só pode ser um besta, cum catano, até a cabaca cunsegue cunter-se mais, num sei se pelas póias que os cabalos de Belém deixam na estrada se é purque quer emitare a GORDA da pincesa das Asturias, a Leiticia, que deixoue de ser repuvlicana e comuna para pasare a ter murdomus.

    Ainda assim, berdade seja dita, os gajus da munarquia do lado mesmo com tiros aos elefantes, gastam menos que a nossa família real saloia de belém. O Relbas que bá apanhar onde apanham os perús. MERDA PRA ELE e acólitos.Bué da mERDA pra ele, fogo, cum catano, garanda bácoro, os jobens deste país debiam reunir -se e partir-lhe as estalatites que tem de cada lado da testa.

  23. “…criar condições para que esses jovens possam, nas empresas, gerar possibilidades para que a economia cresça também a nivel local e possam, passados 16 meses quando esses estagios terminarem, serem aproveitados…”

    De onde é que saiu esse animal ?

    Ah ja me lembro, foi das eleições legislativas. Foda-se ! Olha, vou antes afogar as minhas magoas ouvindo a integral dos concertos para violino de Chopin.

    Boas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.