Grandes vitórias nas europeias

Tivemos mais votos, elegemos mais deputados, o PSD ganhou estas eleições.
(…)
[Rangel] fê-lo com muita simpatia e muita simplicidade, num contexto muito difícil, fiel nosso lema “falar verdade ao país”.
(…)
Sublinho, com muita emoção, e muito sentido de responsabilidade, a vitória obtida pelo PSD.
É uma vitória que muito nos estimula para persistirmos nos nossos valores e no trabalho determinado para os próximos actos eleitorais. Na verdade o resultado destas eleições confirma que os portugueses querem uma alternativa credível de poder.
Os resultados de hoje confirmam que o nosso partido recuperou o estatuto de verdadeira e única alternativa ao partido Socialista.
Temos que sublinhar que o PSD consolidou essa posição de clara alternativa partindo duma posição de maioria absoluta do Partido Socialista. Este resultado é o melhor dos sinais de que os portugueses nos estão a ouvir e que vale a pena continuar no caminho da verdade. Foi este anseio por uma alternativa séria que sentimos no contacto com os cidadãos e os resultados consolidam essa realidade.
Por isso, caros amigos, o nosso trabalho vai continuar já amanhã, em direcção aos próximos actos eleitorais.
Com uma determinação ainda maior por termos podido confirmar que os portugueses acolheram a nossa mensagem, e que o nosso caminho está certo.

Os portugueses afirmaram a sua esperança no PSD, e todo o partido estará amanhã a trabalhar para a próxima batalha eleitoral com todo o entusiasmo e redobrada confiança.

Manuela Ferreira Leite, Europeias 2009

O resto, como se costuma dizer, é história conhecida. Fomos avisados. Não o seremos novamente.

14 thoughts on “Grandes vitórias nas europeias”

  1. eleições antecipadas já! o Dr. José António Seguro precisa rapidamente de pegar nos destinos do país e devolver ao povo aquilo que o PSD tem vindo a roubar nos últimos anos, com o Dr. José Seguro vamos finalmente tornar Portugal num país próspero e permitir o regresso do exílo dos nossos emigrantes que foram forçados a ir procurar trabalho lá fora, pois quando o PS for governo vai dar trabalho a todas essas pessoas, porque o trabalho não vai faltar, viva o PS!

  2. Os votos que o Partido da Terra levou a mais foram votos contra a corrupção que grassa no Bloco Central. Os votos que o PCP levou a mais foram votos contra a viragem à direita do PS.
    Se não fosse este desvio de votos o PS teria tido maioria absoluta. Provou-se que o PS não é considerado um partido da esquerda por muitos eleitores.
    Tudo isto porque o PS não soube, em 3 anos, explicar aos portugueses, como é que faria se fosse governo. É que não é fácil explicar como será possível não aumentar impostos e taxas para reformados, funcionários públicos e trabalhadores privados, e ao mesmo tempo diminuir a dívida externa.

  3. Europeias 2014:
    Nas eleições europeias de 2009 o PSD obteve uma votação de 31.71%, o CDS de 8.37%. Se contabilizarmos estes resultados a coligação Aliança Portugal deveria obter pelo menos, digo pelo menos, porque para a coligação um bom resultado seria obter mais que cada um obteve em 2009. Ora acontece que 31.71% mais 8.37% dá uma soma de 40.08%. Se nestas eleições só somaram 27.71% se tirarmos os 8.36 do CDS de há cinco anos o PSD não chega aos 20% nestas eleições e assim fica a 12 pontos percentuais do PS. Mas se formos buscar metade aos 8.37% do CDS (4.18%) dá um resultado referente a 2009 de 35.09%. Ora 35.09% é superior aos 27.71% alcançados nas eleições de ontem.
    Se isto não é uma derrota estrondosa não sei o que é estrondoso. Se se juntaram numa coligação não é para se fortalecer? Se assim não for não sei qual a razão da coligação. Mas as coisas saíram-lhe tortas. Embora a comunicação social queira atenuar este desaire. Quando fala a voz do dono só podemos ouvir ou ler coisas assim.
    Também não percebo o elogio ao resultado da CDU. Nas eleições de 2009 obtiveram um resultado de 10.64%. Nas de ontem o resultado foi 12.68%. A diferença de 2009 para 2014 é de 2.04%. Por isso não vejo o alarmismo da comunicação social em dizer que a CDU é a grande vencedora destas eleições. É como digo mais em cima que é a voz do dono a falar. Assim vão atenuando a grande derrota que a coligação Aliança Portugal sofreu. Porque não fazem as contas como deve ser. Em 2009 o PS obteve um resultado de 26.53% e em 2014 de 31.45%. Ora a diferença de umas para outras eleições é 4.92%. Se 4.92% não é mais que os 2.04 % que a CDU teve a mais em relação a 2009 não sei fazer contas. Só vejo que estas notícias dadas pela comunicação social são para confundir os portugueses. Com isto não estou a dizer que foi um bom resultado para o PS. Longe disso.
    Mas assim como diz a comunicação social e levando isto para o mundo de futebol razão tem Bruno de Carvalho em dizer que o Sporting Clube de Portugal foi o grande vencedor da 1ª. Liga do futebol português em 2013/2014. E não é que sendo assim tem razão! Senão vejamos. Na época de 2012/2013 o Sporting obteve uma classificação de 42 pontos, o Benfica 77 e o Porto 78. Este ano o Sporting obteve 67 e o Benfica 74. Se compararmos com 2012/2013 o grande vencedor este ano foi o Sporting como diz Bruno de Carvalho. Mas aqui a comunicação social não fez essas contas. Não lhe interessa.
    Mas voltemos à política. António José Seguro não é credível e frontal, opinião minha, para estar à frente do PS. Ainda me lembro que nas eleições legislativas de 2011 o cadáver ainda estava quente e Seguro já lhe fazia o funeral. Não é assim que um candidato à liderança de um partido deve proceder. Depois deixou que os adversários do PS achincalhassem o seu anterior líder. Assim não. Porque quem não defende os seus não é filho de boa gente.
    Como declaração de interesses aqui declaro que ontem votei PS pelo efeito Francisco Assis. Mas Francisco Assis a continuar assim é um António José Seguro em segunda edição.
    Gosto das intervenções de Marinho e Pinto mas acho que entrou cedo na política. Há menos de seis meses saiu de Bastonário da Ordem dos Advogados e já está metido na política! Entendo que devia esperar mais tempo e aproveitar um convite de um qualquer partido para Presidente da República. Assim não me admira nada que venha a ser chamado de oportunista.
    Mas isto de tornar derrotas em vitórias e vitórias em derrotas é coisa que interessa às vozes do dono. Mas isso sou eu que digo.

  4. Com 3 1 como querem que o PS arrisque a pedir eleições antecipadas.

    Quantos votos terá o PS perdido por trazer o Socrates para a campanha?

  5. A vitória do PS ontem faz lembrar a vitória do Porto sobre o Benfica na ultima jornada do campeonato: ganhar até ganharam, mas não deu para comemorar nada!

    Até o treinador Lisboeta de reserva, o sebastiânico e convencido Costa, que caga postas ideológicas de pescada já congelada há anos, sem se vislumbrar das suas palestras semanais qualquer ideia ou plano inteligente e realista pro País, a não ser mais umas generalidades e bacoradas iguais às do costume – mais um dos que estão a engrossar a fila dos refinados oportunistas e hipócritas à espera que o Tozéro caia de maduro e apareçam glamorosamente triunfantes e redentores, veio sinalizar que o PS tem uma anemia e diarreia (disenteria ???) crónica grave qualquer, que precisa com urgência de ir ao médico. Se calhar, pelos vistos, ele mesmo, qual cavaleiro de bata branca …

    Enfim! Xuxialisses no seu melhor. O Costume …

    Ai … foda-se que quase me mijo toda de tanto rir. Que pançada e que GOZOOOOOOOOOO esta tragicomédia XUXA.

    E é de BORLA :-))))))))))))))

    Merci

  6. luisa maria,faltavas lá lu para os xuxas fazerem uma comemoraçao em grande.sabes filha, o ps é um partido habituado a grandes vitorias.o pcp com 12% dos votos parecia que lhes tinha saido o euromilhoes! os votos para eles só interessam para trocar por dinheiro pago por nós,para sustentar o velhinho comité central,fora isso só, servem para derrubar governos do ps.a direita e o pcp fizeram um acordo secreto:o pcp prometeu foder o ps com todas as consequencias que esse comportamento acarreta, o psd,deixa -se insultar e não dá replica.resumindo conversa da treta há 40 anos.

  7. não vas nessa vanessa,se a presença de socrates desse votos ao governo,eles não se incomodavam tanto.até tu, estás borrada de medo que ele regresse.

  8. O pasok teve menos votos que os nazis da aurora dourada
    O PP e o PSOE perderam mais de 5,2 milhões de votos, passando dos 80,9% de votos que alcançaram em 2009 para 49%, com ambos a registarem o seu pior resultado de sempre numas eleições europeias.

    O PS francês fica nos 14%

    Ainda nao perceberam? a culpa é do TOZE? coitadinho….

  9. o tózero apoia a moção de censura do jeropinga sem conhecer o texto, na volta sai uma moção de censura típica da comunada contra os partidos da troika com o ps incluído no rol. óspois tou pra ver coméku gajo descalça a bota.

  10. “….declaro que ontem votei PS pelo efeito Francisco Assis.” – Então este Assis não é o mesmo que no anterior mandato de deputado europeu praticamente não pôs lá os pés, só recebeu o ordenado e não escreveu uma única proposta? Será você daqueles portugueses que andam a votar nestes partidos PS/PSD/PP à 38 anos, na espectativa destes partidos lhe arranjarem um “tacho”, como não conseguiram, continuaram a votar na esperança de arranjar “emprego” para os filhos e agora já devem estar a pensar num “emprego” para os netos?

  11. O abanão foi forte, só espero que os srs. Doutores do PS, que dão os parabéns ao sr. Dr. dum idêntico PS, olhem para esta humilde vitória e reflitam no que é preciso fazer para reganhar a confiança do eleitorado.
    Ideias-força precisam-se e nem são difíceis de encontrar, deixem-se é de rodriguinhos e vacuidades.
    A carga fiscal até poderá não descer mas terá de ser redistribuída, entendem? Não é falando no mar que passamos a ser pescadores, nem prometendo empregos nas empresas ideais, dizer que com o PS o apertar do cinto será diferente, que não haverá mais despedimentos na função pública, ou que os hospitais terão os medicamentos que vão faltando.
    Não tenham vergonha de apostar nas energias alternativas, combater o desperdício, usar e abusar dos Simplexes, definir uma política de transportes, olhar para a escola e travar o abandono escolar, disciplinar as IPSS’s, acabar com os falsos necessitados, acabar com os banquetes orçamentais aos escritórios fabricantes de pareceres.
    Ah! Já agora acabem com o faz de conta que ‘agora é que somos mesmo todos honestos’ e tratem de implementar circuitos que ameacem seriamente aqueles que o não são.

  12. Ninguém falou sobre o que iam fazer no Parlamento Europeu!
    Foi uma triste e porca campanha, troca de acusações, o mais
    baixo nível da política!
    Por muito que custe, mais uma vez o Tózé deu um tiro nos pés,
    ao apresentar durante esta campanha as tais 80 medidas para
    uma governação socialista … já foram todas subvertidas pela
    direita, que tinham apresentado os 101 “dálmatas”!
    Ganhará com maioria absoluta o partido que nas próximas le-
    gislativas, propuser ao eleitorado uma reforma política e admi-
    nistrativa do Estado! Que passará por; redução dos cargos polí-
    ticos, mudança de regime para presidencial, abertura da A.R. a
    deputados eleitos uninominalmente, exclusividade no desem-
    penho, etc. etc.! Só assim se poderá secar o pântano em que
    se transformou a política do País … que raio de legitimidade
    podem ter grupos eleitos por 25% dos eleitores inscritos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.