24 thoughts on “Conheça o seu Governo”

  1. Óptimo e verdadeiro.
    Só não concordo que Paulo Macedo seja o único que fica com o mesmo nome no ministério.
    Parece que isto confirma que é considerado pela opinião socialista como um bom ministro.
    Não concordo.
    Merecia uma requalificação, ser o melhor deles não o torna bom, tal é o baixo nível.

  2. Perfeito, mas de uma perfeição incompleta. Porque também devíamos ser capazes de ver o Relvas, ligado a Passos por uma linha em tracejado e com o devido título que tanto fez por merecer: Ministro dos Negócios Estranhos.

  3. Pandil, pensei nisso, mas só com muita má-fé é que o considero um mau ministro. Acho que tem feito um trabalho meritório a proteger a Saúde da absoluta desgraça deste governo.
    ____

    Valupi, esteve vai-não-vai, mas já não é ministro. Uma grande perda.

  4. Bom? Só com muita boa-fé…
    Só se for a esvaziar as salas de espera dos Centros de Saúde.
    Por aqui marcam-se consultas para dois dias depois ou mesmo para o dia seguinte quando era vulgar alguns médicos terem marcações para daí a semanas.
    Como ainda não houve nenhuma espectacular descoberta cientifica que tenha acabado com as maleitas dos portugueses, será justo concluir que a debandada se deve ao grande aumento das taxas de consultas, análises, deslçocações e exames.
    Parece que tem feito um bom trabalho com os medicamentos, talvez mereça ser Ministro das Farmácias.

  5. O organograma, no geral, está correctíssimo, mas concordo com o Pandil. Valente, o Paulo, a prosseguir a política de preços dos medicamentos, iniciada com Sócrates. Mas o acesso ao SNS ficou muito mais diminuído… Nesse aspecto, coerente com a estratégia do organogramna. Portanto, sim, Ministro das Farmácias. Já agora, que tem a pasta, devia pôr cobro a esta dança de raramente se encontrar os medicamentos à primeira ou segunda tentativas…

  6. ainda voltando ao da saúde: várias pessoas informadas o têm defendido como o ministro menos mau ou mesmo com trabalho meritório, mas o que eu gostava que me esmiuçassem é em que consiste o trabalho meritório; conseguiu que não fossse pior? Concedo. Mas em quê e como? É pouco. agora me lembro, tive de pagar 57.50€ por um exame através do SNS que depois verifiquei custar-me 60 euros pelo privado (seguro de saúde). Também observei que na fila para a secretaria havia gente (idosa) que comentava que ía à segunda consulta sem ter feito os exames prescritos na primeira; um deles foi mesmo interrogado impacientemente pela funcionária: ” mas para que é que quer marcar a consulta se não fez os exames?”. Não deixa de ser uma pergunta pertinente. A resposta foi pouco convincente: “minha senhora, porque não tenho que chegue”.

    Aguardemos a subida das taxas de mortalidade (segundo fontes informais – médicos- já começou) para glorificar ainda mais o magnífico Macedo.

  7. Magnífico, Vega! Confesso que não percebi a do “terceiro”, deve ser burrice minha. Quanto ao da Saúde, acho que é o único que ao menos não faz declarações imbecis!

  8. estou de acordo com vega.considerar paulo macedo um mau ministro,neste governo e com esta narrativa,acho injusto!

  9. Júlio, “Terceiro” é como eu chamo o Portas na conta @passos_pm do twitter. Vem daquela entrevista onde o Passos disse que o Portas era o terceiro do governo.

  10. edie,eu não disse que era um bom ministro,mas não tenho duvidas que de todos os que nos governam, ele é o mais competente.nem quero imaginar esta area tão sensivel a ser liderada,por outra gente que faz parte do actual governo.as restriçoes eram certamente maiores e o afrontamento com os seus profissionais maior ainda!

  11. Ai Vega9000 e o sinalzinho do twitter que não me aparece para eu poder reencaminhar isto! Mas é bom demais mesmo!!!!

  12. E por trás deles todos a traço contínuo bem negro uma hiperligação a josé sócrates-o “sem vergonha” e pai do organigrama…

  13. pena nao ser percetivel a destruiçao do sistema de saude em portugal.
    de facto os ministros sao aquilo que os media mostram. o que nao mostram nao existe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.