Zeitgeist – A era dos liberais à portuguesa

Mariano Gago?!... Mas esse tipo não foi um socrático do pior, tendo andado a esbanjar o rico dinheirinho dos meus impostos em ciência, educação, tecnologia e inutilidades dessas só para o dar aos xuxas em vez de ir a correr guardá-lo para encher os nossos cofres? E a corrupção toda que ele andou a esconder e de que é cúmplice? Querem ver que não sabia dos milhões na Suíça que o cabrão andou a roubar com o amigo... LOL!! Ninguém fala nisso porquê? Por medo dos serviços secretos, e do Noronha e do Pinto Monteiro, né? Só pode... FILHOS DA PUTA. Ainda por cima era gago!!! LOLOLOLOLOLOLOLOL!!!!!!!!!!

65 thoughts on “Zeitgeist – A era dos liberais à portuguesa”

  1. 1) Seria bom entender o que e um liberal, coisa que claramente nao transparece neste post.

    2) A coisa esta dificil para os Xuxalistas, agora com a falencia do partido e coisa. Este post reflecte claramente essa ansiedade e o tom do blog comeca a rocar a esquizofrenia. Toma um valium, pa.

  2. De facto só mesmo um Básico não podia compreender o alcance do cortante sarcasmo. Que, ainda por cima, retrata por inteiro a mentalidade da direita ignara e inculta que nos governa.
    Se o PS tivesse habilidosos como os do gang do BPN, BPP e quejandos, certamente teria os cofres cheios. O mesmo se pode dizer se o PSD tivesse no seu naipe o Paulo dos submarinos, a dupla Abel Pinheiro-Telmo Correia, devidamente acolitados por Jacinto Leite Capêlo do Rego.
    No linguajar do Passos e duns quantos da PGR, é a isto que se refere quem insinua que quem cabritos vende e cabras não tem… de algum lado lhe vem.

  3. de facto é mesmo esse o quadro linguístico e de ideias que pulula por escrito. só de ler, esta espécie de zeitgeist yorn, dá vómitos.

  4. atendendo ao zeitgeist da indústria cinematográfica, apesar de ter servido nos governos do partido socialista*, a bécula já merece passadeira vermelha, um óscar e muito dólar. é tratar disso. :-)

  5. Do Passos, quando se pronunciava sobre Mariano Gago, foi exactamemente as palavras do Valupi que se ouviam. Sejamos honestos, o PM saiu-se com a cara que tem, hipócrita e ignorante como sempre. Sim, ignorante, inculto, estúpido. Apesar de ele ser do Partido SD, há muito que é a vergonha dele.

  6. O Tobias, de facto, essa do mito da esquerda culta e de facto de morrer a rir, basta ver os tempos de antena do pcp, be, pous, mrpp, ps para ver do que tipo de gente estamos a falar.

    Quanto à falta de habilidades no ps, de facto é pena (para o país). O ps devia ser encostado as boxes e reduzido ao equivalente grego, um zero nas eleições. De facto, vejamos:

    Pegam nas rédeas da economia, falência…
    Roubam e corrompem descaradamente, cadeia (mas só acontece quando não estão no poder, pois enquanto lá estão a justiça e manietada, manipulada, torcida para que tal não aconteça)
    Gerem as finanças do próprio partida tão bem que está falido, mas isso no entanto não impede que paguem ao to chamucas um ordenado de primeiro ministro agora que largou a câmara.

    Socialismo e isto, irresponsabilidade, voluntarismo, corrupção, ingnorancia.

  7. “Pegam nas rédeas da economia, falência…”

    pegam no volante da economia falida e em 3 anos aumentam o endividamento 40%;

    “Roubam e corrompem descaradamente, cadeia (mas só acontece quando não estão no poder, pois enquanto lá estão a justiça e manietada, manipulada, torcida para que tal não aconteça)”

    sobreiros, submatinos, bcp, bpn, bpp, banif, bes, tecnoforma, coelha, cavaquizam e arrelvam descaradamente, mas a cadeia só para proteger o duarte lima da justiça brasileira e ou perseguição de adversários políticos.

    “Gerem as finanças do próprio partida tão bem que está falido, mas isso no entanto não impede que paguem ao to chamucas um ordenado de primeiro ministro agora que largou a câmara.”

    há 4 anos o psd estava falido, o john wayne de gaia queria vender a sede para pagar aos credores e ordenados aos mendonças das caneladas. água, luz e telefones não eram problema porque os credores fizeram acordo de encontro de contas para a próxima legislatura, como se pode “observadorar” na privatização das águas e nos ordenados bué de pintelhudos. hoje têm o cofre cheio graças aos sucessivos milagres económicos da buquéca, do pirex e à gestão do narcotóino, especialista no endividamento do município de gaia em 300 milhões.

    “Socialismo e isto, irresponsabilidade, voluntarismo, corrupção, ingnorancia.”

    a direita portuguesa é isso tudo e o voluntarismo só acontece para gamanço e negociatas.

  8. O que vale é que para discutir com gajos como o Ignorantz um gajo só tem que recorrer aos factos.

    “pegam no volante da economia falida e em 3 anos aumentam o endividamento 40%”

    Chama-se apanhar as canas das festas socialistas.

    “sobreiros, submatinos, bcp, bpn, bpp, banif, bes, tecnoforma, coelha”

    Sobreiros – nunca ninguém foi formalmente acusado do que quer que seja
    Submatinos?
    Submarinos – processo arquivado
    Bcp – o takover socialista deu em quase falência. Antigo administrador – armando vara do ps – culpado por corrupção
    Bpn – ministro das finanças socialista declara nacionalização dos prejuízos, presidente do bnp está preso.
    Bpp – banco privado que faliu sobre a supervisão dum governador socialista que não via nada
    Banif – banco privado, não faliu, liderado por um socialista
    Bes – banco privado, principal apoiaste das políticas socialistas, faliu, perdas não nacionalizadas, a contra gosto dos socialistas
    Tecnoforma – faliu, perdas não nacionalizadas a contra gosto dos socialistas
    Coelha – ninguém acusado do que quer que seja
    Duarte Lima – preso é considerado culpado por fraude no bpn. Fosse ele socialista e estivéssemos num governo socialista, tal não era possível, os socialistas estão acima da lei, que só se aplica aos outros.

    Quanto a resposta sobre a falência do ps, era melhor voltar a fazer a 4a classe, não parece ser capaz de escrever um parágrafo inteligível e coerente. Novas oportunidades?

    Socialismo e isto, tentar enganar os outros e desculpabilizar-se dos repetidos falhanços com argumentos de vão de escada.

  9. A reforma “definitiva” da Seguranca Social feita pelos socialistas em 2007.

    http://www.dn.pt/inicio/interior.aspx?content_id=647218

    “O primeiro-ministro elogiou ainda o ministro do Trabalho dizendo que “poucos políticos têm a oportunidade de deixar uma marca tão importante como esta”.”

    Lindo Cxralho, Lindo.

    Palmadinhas nas costas pro Zarolho do Vieira da Silva, um dos SABIOS do PS.

  10. O 44, a introduzir a austeridade em Portugal em Maio de 2010

    http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=326041&tm=6&layout=121&visual=49

    ” não haverá aumento de impostos, e não haverá aumentos de impostos para defender as empresas e a economia portuguesa”

    Bateu tudo certinho cxralho, tudo certinho. BOLTA Ze, tu e que sabias do PODA CXRALHO.

    “Segundo o cenário macroeconómico do Programa de Estabilidade e Crescimento, Portugal vai chegar a 2013 com a economia a crescer 1,7% e com o défice das contas públicas nos 2,8%.

    De acordo com a síntese do documento, o défice das contas públicas vai passar de 8,3% do Produto, este ano, para 6,6% no ano seguinte, para depois descer para os 4,7% em 2012 e ficar nos 2,8% em 2013, abaixo do limite de 3% definido no Pacto de Estabilidade e Crescimento.

    O crescimento da economia, que fica sempre abaixo dos 2%, passa de 0,7% este ano para 0,9% no ano seguinte, acelerando depois para os 1,3% em 2012 e para os 1,7% no ano final a que se refere o documento que está a ser apresentado aos partidos na residência oficial do primeiro ministro.

    http://expresso.sapo.pt/jose-socrates-mostra-pec-a-parceiros-sociais-regioes-e-cavaco=f569831#ixzz3Xksq3mE4

  11. Perdao, digo Marco de 2010.

    Em Abril de 2010 nao ia rever o PEC nem aumentar impostos.

    http://www.publico.pt/portugal/jornal/socrates-promete-nao-subir-iva-em-2010–e-recusa-rever-programa-de-estabilidade-19212507
    http://www.tvi24.iol.pt/videos/socrates-rejeita-aumento-do-iva/53f4ccb1300428fec6fa7eff/3451

    Em Maio de 2010, dois meses apos, o 44, que havia garantido que ” não haverá aumento de impostos, e não haverá aumentos de impostos para defender as empresas e a economia portuguesa”, estava a apresentar o PEC II, que, curiosidade das curiosidades, SUBIA os impostos.

    http://visao.sapo.pt/socrates-anuncia-subida-dos-impostos=f559028

    E em Setembro de 2010, ei-lo novamente a cumprir o que prometeu, e a SUBIR impostos . Que campeao cxralho, que campeao!

    http://expresso.sapo.pt/reducao-de-5-nos-salarios-da-funcao-publica-e-iva-a-23-com-videos=f606429

    Eis o track-record do navegador a vista, 44.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Programa_de_Estabilidade_e_Crescimento

  12. E também é interessante comparar o caso BPN e o caso BES. O BPN, criado para financiar negociatas da entourage cavaquista, caiu pôdre nos braços do governo que, responsavelmente, num momento delicadíssimo, soube impedir o contágio de pânico a todo o sistema financeiro, acudindo às dores do inimigo. O BES, o maior grupo económico e financeiro português, foi perseguido e derrubado pelo supervisor perante a altivez e indiferença do governo. Só daqui a muitos anos saberemos o quanto custou essa displicência e quantos milhares de famílias contribuintes destruídas estão nessa conta.

  13. Não desmoralizas Básico. Antes pelo contrário. É reconfortante, por exemplo, ver uma peça “noticiosa” da altura em que se faziam romances e insinuava surpresa e choque por o desemprego ter atingido 460 mil portugueses.
    Bons tempos, para as muitas centenas de milhar de pessoas viriama perder o emprego a seguir.
    http://www.tradingeconomics.com/charts/portugal-unemployed-persons.png?s=portugaluneper&d1=20050101&d2=20151231&URL2=/portugal/employed-persons&title=false

  14. “O BES, o maior grupo económico e financeiro português, foi perseguido e derrubado pelo supervisor perante a altivez e indiferença do governo.”

    quanto é que esta negociata vai render ao zé maria ricciardi e ao passarólas? e quanto é que os portugueses vão pagar por este arranjinho entre dois incompetentes, o primo que queria ser banqueiro e só conseguiu gerente da filial de alvalade e de um proxenetazeco que conseguiu ser primeiro menistro? são as duas questões que se põem de momento.

  15. Lembro-me: em 16 anos de Banca Nacionalizada não houve um dia sem manifestações de gente a gritar “Queremos o nosso dinheiro!!!”. Agora, com a Banca nas mãos de quem sabe, as manifestações “Queremos o nosso dinheiro!!!” são dia sim,dia não. Grande direita,grande Coelho, grande Luísa Cofre Cheio!

  16. Espectáculo Galucho, espectáculo.

    O bes “foi perseguido e derrubado pelo supervisor perante a altivez e indiferença do governo”

    Tu, por ventura, terás visto os resultados da comissão parlamentar de inquérito? Vai ver amigo, pode ser que consigas desempenar os cxrnos.

    Também gostei da tua reacção aos outros vídeos do camarada 44, deny deny deny. Típico guião da comunidade socialista e comunista.

  17. O Ignorantz, as duas questões que se põem de momento são outras:

    1 – porque é que o assalto do chamucas a liderança do PS não está a dar os proveitos esperados
    2 – como é que um partido falido paga um salário igual ao do primeiro ministro ao seu secretário geral

  18. Vi muitas das audições da comissão de inquérito ao BES, sim. Do que vi, a que me pareceu mais séria, educada e documentada foi a de Ricardo Salgado. Vi comportamentos em deputados do PSD, nomeadamente em Carlos Abreu Amorim e Duarte Marques, que nem no mercado de Rabo de Peixe espero encontrar.

  19. Em relação aos vídeos não há negação nenhuma.Apesar de lixo, são documentos importantes que registam a captura de instituições jornalísticas para fazer política reles. Causam tristeza a quem acha que a direita séria em Portugal desapareceu e foi substituída por uma indigência clubística incapaz de mostrar outra atitude que não javardar nesse lixo.

  20. Não é por acaso que as figuras mais respeitáveis e intelectualmente consistentes do PSD, por exemplo, Pacheco Pereira e Manuela Ferreira Leite, têm elaborado as mais ferozes e eficazes críticas à actual governação.

  21. O galuxo, tenta ler uma página do sumário executivo do relatório, uma cxralho, uma só. Falamos depois, quando leres a tua primeira página do ano.

  22. está aqui, mas dúvido que o gajo tenha lido, tem 400 páginas de sonolência pura e funcemina no estilo se-a
    -minha-avó-não tivesse-morrido-ainda-hoje-era-viva, o banco de portugal não andou lá muito bem, mas poderia ter andado pior, o salgado é um eventual malandro, o governo não tem nada a ver com o caso e muito menos com o conselho de menistros via skype. um fartote de gozo com o pagode e umas prateleiras douradas para arrumar os amorins até à próxima saison de laranjada.
    http://expresso.sapo.pt/users/3186/318622/faf197b0cfd0a9f08f5ea529f18025f5.pdf

  23. os dois últimos parágrafos do relatório da cpi resumem bem esta irrepreensível fantochada: aprendemos muito com isto e na próxima é que vai ser à séria. atão o último parágrafo é de ispiração béculiana.

    “Por esta via, a CPI apresenta um conjunto de iniciativas a desenvolver e caminhos a trilhar, cuja concretização depende da mobilização de um conjunto alargado de pessoas e entidades, na certeza de que o Parlamento não deixará de tirar daí as suas próprias ilações, convertidas em iniciativas nomeadamente em termos de evolução legislativa. Visando com isso preservar a estabilidade do sistema financeiro, reforçar os correspondentes nÍveis de confiança, evitar riscos sistémicos e fazer com que situações de eventual suspeita de irregularidades ou gestão ruinosa sejam rapidamente identificadas, apuradas as correspondentes responsabilidades e penalizações.
    Por outro lado, aponta-se para uma evolução em todas as camadas relevantes no funcionamento do sistema financeiro, com reforço de uma visão sistémica, holística e integrada do mesmo e dos seus problemas, evoluindo a múltiplos níveis para uma lógica de ecossistema devidamente articulado, de modo a minimizar a probabilidade de ocorrência de práticas lesivas dos depositantes, colaboradores das instituições bancárias e do interesse nacional.”

  24. Quem não sabe governar a casa, pode governar o Pais?

    A dívida do PS já está nos 11 milhões de euros; Há sedes do PS sem água, sem luz, sem gás, porque as dívidas às entidades fornecedoras são enormes e elas acabaram por cortar o fornecimento.

    PERGUNTA BASICA E ÓBVIA: – Um partido que não sabe gerir os seus recursos, pode gerir os nossos?

  25. o ps ainda não ameaçou vender a sede para pagar as dívidas como fez o campeão do endividamento de gaia quando foi presidunto do psd, portantes tudo bem, para pormenores perguntem ao seguro, o líder preferido da direita para dirigir o ps. na realidade o gás fazia bué de falta ao seguro para cozinhar uma aliança com a direita temperada pelo paspalho de belém.

  26. “A dívida do PS já está nos 11 milhões de euros;…”

    qual é a dívida do estado ao ps? quanto desta dívida o actual governo decidiu não pagar com um golpe de secretaria?

  27. presidunto, portantes, o gás.

    O pá, isto de manter um diálogo franco e aberto com animais de quatro patas e o máximo.

    Imagino que o ecrã do Cagalhaes esteja todo cheio de perdigotos, da raiva com que o ignorantz tecla.

    Calma, a noite já descansas a ver “a opinião de José Socrates” not…

  28. Luis crlos,

    não saber gerir os seus recursos não é um problema para um socialista. Para um socialista não há recursos privados, o que é teu é deles, o que é deles é deles.

    Da mesma forma que isso da dívida pública não e para pagar, tem de haver solidariedade na Europa, ou seja, para o PS, a Europa é uma mama permanente, a partir do momento em que não derem dinheiro e for preciso começar a reparar a dívida, a coisa não tem interesse e é para sair.

    Isto dos 11 milhões e temporário, deixa-os ser eleitos e uma de duas coisas acontecem (ou as duas em simultâneo):

    1-uma alteração legislativa que lhes permita sacar 5 milhões de iva
    2-recomeçam a fluir os subornos e o dinheiro da corrupção

    Logo, e como diz o mestre, isto da dívida e para gerir (até as eleições pelo menos)

  29. oh burro do caralho, animal de quatro patas és tu e que não perde pitada para demonstrações de analfabetismo
    presidunto = presidente de oleosos
    portantes = que portam ou conduzem
    gás = gaz

  30. Ora beie, é ebidente que a questão do comentador Luis Crlos contém a resposta. Bejamos, os COMUNAS desbiados que os xuxas sãoe, num podem pretender reger o paíse quando os gajos num sabem como reger as casas deles, pás. kalé a dubida, pás, hum? Ó IGNORANTEZES pá, tu andas a mascar demasiados supositoórios, pá, atafulhas a trampa toda aíe dentro e num penças, pá, eue tirei-te logo a medida quando cheireie a tua escrita. palabrões, asnadas, comuna, linques, ó pa, sãoe gajos cumo tue, que tão todo o dia a teculare, que estragam o jardim, pá, tu es um atantado à democracia, pá, tu debias ser inabilitado, pá, tás abere? baie ao codugo cibile, logo no princípio e bais bere onde te enquadras, tás a bere.

    CÍCERO, baie mudare de cuecas, pá, cheiras a diarreia miúda aguada cumó IGNATEZ; pá, tu és um deribatibo dele. poe-te a milhas, pá, é preferible ficares com o teu nique foleiro de ignoralho, pá.

  31. Se um macaco não consegue pentear-se, pá, como é que pode pretender pentear os outros, hum?
    IGNATZ, se te apanhasse na rua, garanto-te que te levava a uma igreja e não saías de lá sem um exorcismo, ó HEREGE!

  32. um gajo que garante a intenção do governo não ser ganhar eleições, mas “manter os pés no chão” e não fazer “falsas promessas” e de seguida diz “o que vamos crescer nos próximos quatro anos é muito mais do que o modelo socialista deixou em 15 anos passados”, mas ninguém lhe pergunta quem é que vai governar nos próximos anos e porque é que não o fez no mandato dele.
    http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=4519021

  33. O ignorantz, a razão tu sabe-la bem pa, porque estes 4 anos foram dedicados a apanhar os cacos de mais 6 aninhos de socialismo. Agora que a coisa está mais composta, talvez dê de facto para começar a crescer e a abater a divida.
    Claro está, Portugal pode ser a próxima Grécia, a franja analfabeta do país pode sempre meter o To Chamucas no poder em coligação com o livre ou o BE, e aí sim, a coisa fica preta.
    Galamba nas finanças em nem 1 ano até sairmos do euro.

  34. “Agora que a coisa está mais composta, talvez dê de facto para começar a crescer e a abater a divida.”

    para o costa pagar como na câmara de lisboa

  35. A única coisa que o Chamucas pagou na câmara foi favores pa. A redução da dívida da câmara foi toda por efeito da troca dos terrenos do aeroporto, o boi do Chamucas nacionalizou 42% da dívida da câmara, e, graças à imprensa amiga, veio dizer pros jornais que meteu as contas em ordem.

    Guarda essa lenga lenga para as sopeiras de Odivelas pa.

  36. “estes 4 anos foram dedicados a apanhar os cacos de mais 6 aninhos de socialismo”
    Não, Básico. Estes 4 anos foram dedicados a espatifar o que restava de Portugal. Com negócios comissionados, a economia portuguesa foi transformada num mero contribuinte de regimes comunistas e fundos especulativos e os portugueses em pouco mais que figurantes para fotografias de turistas. Nem tu lá quiseste ficar.

  37. Isso é verdade, eu, como muitos, procuramos outras oportunidades.

    A culpa do estado actual de coisas e dos portugueses que meteram a trupe do 44 no poder e o reconduziram para um segundo mandato. Quando estes entraram ja não havia muito a fazer.

    É preciso perceber que a dívida têm custos, e uma vez perto ou na bancarrota, já não há alternativas se não vender os poucos activos que restam.

    Foram 10 ou 20 anos perdidos em Portugal por causa de políticas erradas, de gestão criativa das contas públicas, despesismo, eleitoralismo, facilitismo, e, o pior de tudo, socialismo.

    Os próximos 4 anos serão cruciais para conseguir fugir desta forma de pensar. Eleger o Chamucas, antigo numero 2 do 44, aconselhado e rodeado pelo gangue do patrão, porá um fim de vez a Portugal.

  38. Básico, sabes bem que não tens razão. Os efeitos da crise financeira global eram inevitáveis, em Portugal ou em qualquer outra parte do mundo. Portugal acabou quando a oposição irresponsável tornou inevitável a vinda das ortodoxias experimentalistas do FMI. Estivesse Manuela Ferreira Leite à frente do PSD, e, por exemplo, Ribeiro e Castro no CDS, estou convencido que tudo se teria passado de outra forma. Aos partidos da extrema esquerda que colaboraram nessa farsa, nas ruas e depois no parlamento, é muito bem feita o que aconteceu a seguir. Aliás, é muito bem feita, também, para uma sociedade que aceita uma monstruosidade como o processo Sócrates, que cai nas trapaças de quem mente como quem bebe um copo de água, que olha para as merdas que tu colocaste naqueles links e não sente nojo daquilo que chamam jornalismo. É muito bem feita passarem todos à condição de abanadores de folha de palmeira ao especulador chinês que come uvas na poltrona romana.

  39. Estou a ler o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito ao BES, Básico. Entre miudezas, ainda não encontrei nada a fazer crer existir algo que tenha contribuído mais para destruição de um grupo português, com 300 empresas em 50 países e 20% da banca nacional, do que a excessiva prudência do supervisor, exigindo provisões a torto e a direito (para cobrir obrigações que agora recusa autorizar pagar) e dinheiro a cair do céu para o dia seguinte, perante o encolher de ombros do governo, acompanhados do foguetório semanal do Expresso que fez retirar 10 mil milhões de euros em depósitos e tosquiou a cotação das acções. Se encontrares algo que faça pensar o contrário, com segurança, avisa.

  40. “luis crlos
    19 DE ABRIL DE 2015 ÀS 16:53
    Quem não sabe governar a casa, pode governar o Pais?

    A dívida do PS já está nos 11 milhões de euros; Há sedes do PS sem água, sem luz, sem gás, porque as dívidas às entidades fornecedoras são enormes e elas acabaram por cortar o fornecimento.

    PERGUNTA BASICA E ÓBVIA: – Um partido que não sabe gerir os seus recursos, pode gerir os nossos?”

    Essa é fácil luis caralho, basta arranjar alguém que se chame jacinto leite capelo rego.

  41. Ó luis caralho, rapinei do facebook, será verdade???

    “Alguma imprensa, notoriamente ao serviço da direita,diz que o Partido Socialista, liderado por António Costa, terá hoje (final de 2014) um passivo de 11 milhões de euros. Refiro “imprensa notoriamente ao serviço da direita” (PSD/CDS), porque, num jornalismo sério e aprofundado, seria de esperar que se fizessem as devidas e corretas referências sobre as contas dos restantes partidos.

    Sabiam que o PSD, em plena vantagem de campanha eleitoral autárquica, proporcionada pelo exercício de funções públicas e governativas, apresentava um passivo de 12,3 milhões de euros em 2011, tendo este valor disparado para 16,8 milhões em 2013?

    Segundo as últimas notícias relativas às contas dos partidos, não é só o PS que está mal de saldos. O PSD e o CDS-PP apresentaram resultados negativos nas contas partidárias de 2013, sendo que, dos cinco partidos com assento parlamentar, o PSD foi o que teve um resultado líquido negativo mais alto, de 2.164.230 euros, seguido pelo PS com 1.906.535 euros e o CDS-PP com 131.400 euros de prejuízo, indicam os balanços anuais, disponibilizados esta semana no site do Tribunal Constitucional. O PCP teve em 2013 um resultado positivo de 1.073.158 euros, o BE de 189.145 euros e o PEV de 43 mil euros.
    Na última demonstração de resultados do PSD, verifica-se que o partido recebeu uma subvenção pública de 6.132.074 euros, a que se somam cerca de 2,5 milhões de euros de subvenções regionais. A subvenção pública do PS foi de cerca de 4,4 milhões de euros, cerca de 2 milhões a menos.
    Em donativos, o PSD conseguiu 1.084.769 euros.
    Nas autárquicas de 2013 o PSD declara que terá gasto 13,7 milhões de euros.

    Ninguém achará estranho que o PS declare um passivo de 7,1 milhões de euros em 2010, tendo este valor aumentado para 8,5 milhões em 2012 e disparado para 23,4 milhões em 2013, ano de eleições e por tal de maior despesa?
    No mínimo, seria de questionar como suportou o PSD a campanha ou porque razão o passivo do PS dispara de 8,5 milhões em 2012, para 23,4 milhões de euros em 2013 e pelo que agora dizem as notícias, com uma descida significativa para os 11 milhões de euros.

    Não me venham dizer que o responsável sobre os disparos do passivo dos partidos é o recentemente eleito SG do PS, António Costa, como parece que as recentes notícias e o tradicional eleitoralismo procuram indicar.”

  42. Basicamente, aos pedaço d’asno provocadores, não se deve ouvi-los nem vê-los, mas ignorá-los. Eles só querem protagonismo. Se não lhes derem guita, eles amuam e desaparecem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.