Good food for good thought

Okay, but why do we cling to our views so tenaciously after they are formed? Interesting clues come from two areas of study… self-affirmation, and Cultural Cognition. Both areas suggest that we cling to our views because the walls of our opinions are like battlements that keep the good guys inside (us) safe from the enemy without (all those dopes with different opinions than ours). Quite literally, our views and opinions may help protect us, keep us safe, literally help us survive. Small wonder then that we fight so hard to keep those walls strong and tall.

Why Changing Somebody’s Mind, or Yours, is Hard to Do

8 thoughts on “Good food for good thought”

  1. É mesmo curioso como defendemos as nossas opiniões como se da nossa identidade se tratasse. Dito isto, João Pedro, deixaste-me em pulgas. Como é que aplicas essa táctica?

  2. Varia muito consoante o assunto e o interlocutor, mas o truque é estabelecer um nexo de causalidade entre o que defendo e o que o outro defende de forma a que ele sinta que é co-autor da minha opinião.

  3. João pedro Costa,

    a sério? Ora conte lá como faz isso. Sempre gostei de nexos de causalidades, pois passo a vida a defender ou atacar efeitos. Mande aí.

  4. Eu opino que, contrariamente, ao que o Valupi defende, a culpa juridicamente entendida não pode ser imputada à Comunidade, esta vista como um todo (no entendimento dele) no cao «Casa Pia».

  5. Ó porreiro pá, deixaste-me à espera. Não me digas que o teu primo te pegou a mudez. Eu não faço mal a ninguém. Anda lá, explica lá como é que me transformas em co – autor das tuas opinões. Digo-te já qu esó gosto de lugares de destaque. Antes co-autor do que cúmplice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.