Vamos lá a saber

Na denúncia de Carlos Cruz de que Madaíl e Sócrates deram a sua aprovação para se comprarem votos no Euro 2004, haverá alguém que duvide da sua versão? Se sim, porquê?

43 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. Eu duvido. E até que ele me prove que está a falar a verdade vou continuar a duvidar. Porque se assim não fosse bastava qualquer caramelo vir a público dizer o que lhe apetece e já estava feito o juízo condenatório do visado.
    Isto é assim: Tem provas do que afirma ? Então diga os nomes, Quem comprou, quem vendeu? Quanto cobrou? De que modo foi pago. E já agora que explique porque se calou na altura e até agora, e porque é que agora decidiu falar.
    Pode dar-se o caso de estar a falar verdade, meia-verdade ou completa mentira. Carlos Cruz tem conflitos de interesse em relação às pessoas de quem resolveu agora falar, e tem um objectivo claro. Quer vender livros e que melhor publicidade senão acusar Sócrates? Quer arrebanhar apoios para a sua causa de limpar o seu nome e deve ter pensado que é muito inteligente ir convocar para a tarefa justamente quem antes o arrastou pela lama (vale tudo, haja estômago, e ele conhece bem o fenómeno).
    Podia dizer mais mas por enquanto fico-me por aqui
    E sim, é um caminho fácil e de um oportunismo badalhoco e muito óbvio AGORA que há um processo contra a FIFA e contra Blatter mas até agora estava tudo bem. Até para o Carlos Cruz parece ter estado tudo bem, até que lhe gamaram a medalha . . . que ele fez tudo, se calhar mesmo TUDO, para merecer. .
    E agora é que não digo mais nada, para já.

  2. acho que a questão deveria ser: valeu a pena subornar os gajos e quanto ganhámos com isso? pelo que se sabe hoje da fifa todas as organizações de campeonatos eram decididas na base do suborno e negociatas pouco claras. os estados unidos denunciaram a moscambilha porque a coisa não lhes correu bem, portugal não tinha dimensão para dar bronca e o futebol português vinha para casa mais cedo nas competições internacionais. existe outra questão importante, saber quem foi o português que negociou isto e quanto ficou pelo caminho.

  3. Por outro lado:
    O Namora, peça importante e advogado que acompanhou os putos da casa pia no nascimento desse processo, manda dizer a esse propósito que o Cruz é um aldrabão compulsivo, como todos os pedófilos refinados.
    O Cruz foi condenado à carregueira e lá tem estado, protestando sempre a sua inocência. Chegou agora o momento de ele ter direito a sair depois de ter cumprido não sei quantos da pena. Pede para sair e o juiz recusa, baseado no facto de ele não assumir a culpa e continuar a negar. E o Cruz lá está.
    Isto é, ao Cruz não resta mais nada do que a praça pública para conseguir eventualmente limpar a face e a reputação. A praça pública e a opinião pública. De facto, nem ele pode assumir-se como culpado, nem o juiz lhe concede a redução de pena se ele o não fizer. Uma vez que já percorreu a via sacra interna dos recursos sistematicamente não aceites. Restam-lhe os recursos para instâncias externas.
    Arquiteta uma publicação, que é editada e apresentada, lá dentro acusa Sócrates de tal tal e tal em 1999, um Sócrates de quem o esgoto da escumalha do pior que há na imprensa se vem alimentando há anos, executado já na mesma dita praça pública, ignara e alarve e manipulada. Vem o Namora e enfeita o Cruz como mentiroso compulsivo, relapso e paranóico. É plausível que ele tenha razão, o que não chega para que de facto a tenha.
    É uma novela infindável e frívola, que pouco nos significa em relação ao Cruz. Já em relação ao Sócrates a loiça é outra, nacionalmente significativa. Embora muitos canalhas gostassem de acabar com ele, e connosco, estão muito longe de o conseguir. E não chegarão lá.*** Porque o caso do Sócrates não é só ele. Somos nós todos, embora muitos de nós não tenham consciência disso. Parece o Kafka, que era um visionário que via. E viu. E nós sabemos que viu.
    *** Ver isto »http://www.dn.pt/portugal/interior/data-para-acusacao-a-socrates-sera-conhecida-depois-da-pascoa-5092540.html«

  4. Não entendi lá muito bem o intenção de Carlos Cruz: quis confessar que é um vigarista disposto a comprar votos ( e pessoas?) e falou para mostrar arrependimento pela sua participação no acto abjecto da negociata? Se não foi esta, qual foi a intenção? Mostrar os podres dos outros, no caso, Madail e Sócrates? Para dizer que se ele é o que se diz, e pelo qual foi condenado, há outros culpados de outros crimes, no caso Madail e Sócrates?
    O Pedro Namora aproveitou a oportunidade para lhe chamar “aldrabão compulsivo” . Se Cruz não é, aproveitou a oportunidade de ouro… da publicação do seu livro para se pôr a jeito. Carlos Cruz apostou na sua própria descredibilização. Afinal, ele acaba por revelar-nos que é um homem de “esquemas”. Carlos Cruz, como ninguém o havia conseguido, deu uma alegria seus carrascos e aos carrascos de Sócrates. Classificou-se e confessou-se publicamente, como um tratante, arrastando consigo o homem mais “procurado” (Sócrates) pelos mesmos carrascos que o meteram na prisão. Isto não é um tiro no pé; no seu caso, é um tiro na cabeça.

  5. Não acredito em alguém que aguarda que outro caia para lhe dar pontapés. Até aqui, acreditei na inocência de Carlos Cruz.

  6. A partir desta confissão deixei de acreditar na inocência do autor e,
    acabou por dar razão aos que dele nunca gostaram, não tem um pin-
    go de lógica o enxerto do nome de Sócrates nas suas futeboladas !!!

  7. O Ex. Primeiro Ministro José Sócrates é um maná para a canalha.

    Sobre Carlos Cruz estou como o outro, até poderia ter sido metido num rol sem clara culpabilidade mas depois deste aproveitamento nojento acho mesmo que o tipo não tem escrúpulos .

    Sobre o Euro 2004 : um momento maravilhoso.
    Não sei se gastámos muito ou se gastámos demais.
    Só sei que Portugal teve a melhor e mais forte campanha de publicidade de sempre.
    Ficámos na moda desde então.
    Obrigada ao homem que ensinou a Portuguesa ao país inteiro :
    – o inesquecível Scolari.
    Mais um tipo brilhante abocanhado por jornalistas e comentadeiras de soalheiro de aldeia.

    Um belo trabalho de José Sócrates ( já nem lembrava a sua participação neste acontecimento magnífico) que a FPF acompanhou.

  8. Nestes casos de eleições e escolhas de países e cidades para locais de grandes eventos de futebol, jogos olímpicos e até outros de elevado potencial financeiro em jogo, por meio de votos de associações, clubes, federações, etc, o trivial é não haver voto sem contrapartida gorda.
    carlos cruz era um perfeito conhecedor dos métodos necessários para poder ter hipótese de êxito e, certamente, quando aceitou ser o chefe de equipa para o caso já constava nos seus planos tal método habitual de actuação.
    Portanto, creio que foi por iniciativa sua e até mesmo imposição sua, para aceitar o encargo, que lhe fossem dadas garantias e meios de poder usar do método ou negociar sob o incentivo do método quando fosse necessário. Se foi utilizado nada, pouco ou muito, isso está por esclarecer contudo, o facto de cc guardar esta ocasião para levantar um caso que o incrimina, sobretudo, a ele próprio como elemento cabeça do grupo é um caso obscuro.
    Quererá limpar-se perante a justiça fazendo um número de arrependido?
    Golpe publicitário para vender livros dada a situação económica pessoal difícil?
    Estará ele já numa condição de “arrependido” a colaborar com a justiça que quer condenar Sócrates e daí esta tentativa acordada para arranjar novo processo no caso de ter algum papel com a assinatura de Sócrates que o possa comprometer?
    Não me parece que cc, apesar da condenação e da prisão, tenha enlouquedido para trazer à ribalta um caso de cuja responsabilidade no terreno da acção é ele próprio o principal responsável. Deve haver gato escondido mas o rabo ainda não é visto.

  9. Ó senhor(a) Valupi, não venha recordar coisas tristes, do quarteto também consta o Miranda Calha .

  10. esta discussão parece a cena da eutanásia, no princípio as virgens ficaram todas indignadas e prometeram processos aos delatores, depois transformaram a coisa num acto caridoso para evitar sofrimento do doente e uma morte digna, mas não se pode chamar eutanásia porque é ilegal. as luvas para facilitadores e promotores de negócios sempre existiram e continuaram a existir, antigamente até havia na escrita um montante legal, chamado saco azul, para cobrir despesas confidênciais. agora existem empresas confidênciais, tipo a-bem-do-povo de cariz desportiva, caridade ou cultural, na forma de clube futebol, ipss ou fundação, que ninguém fiscaliza e que servem para remunerar favores livres de impostos. quando se fala nestas cenas a reacção típica é a negação dos que mamam e defendem o sistema, mas se aparecerem mais gajos a dar a cara e apresentar provas, a indignação desaparece e a conversa passa a ser o-sistema-é-assim-e-não-há-nada-a-fazer.

  11. A vaidade e a sede de vingança cegam Carlos Cruz. O que ele acaba de fazer é absolutamente estúpido.

  12. A retro versão do Cruz: Pregar a verdade e soltar a verosimilhança em busca do Pilatos misericordioso . O trade if.

  13. Casa Pia à parte, porque é um caso à parte, o Carlos Cruz sempre foi o patetão e o vaidosão que continua a revelar-se. Volta agora a ostentar despudoradamente os galões do Euro 2004, que já tinha exibido para diversos fins, mas juntando-lhe uma sede de vingança que o faz atirar em todas as direcções. Para ver se intimida os hipotéticos poderosos que o “tramaram”? Para tentar persuadir-nos de que foi castigado porque sabia demais? Para atingir alguém de preciso lá no meio da chumbada? Ou simplesmente para vender o livro? Vá lá saber-se. O que o Seixas da Costa lembrou há dias no seu blogue, a propósito de um episódio esquecido da promoção do 2004, diz muito sobre o carácter e o perfil moral de Carlos Cruz. E sobre a sua dramática falta de tino.

  14. “… o Carlos Cruz sempre foi o patetão e o vaidosão…”

    ò julio, quem é o seixas para fazer juízos morais do cruz? dass… tá tudo bêbado.

  15. Ignatz, patetão e vaidosão sou eu que digo, se não te importas. A história do Seixas é sobre um assunto que andou nos jornais, ele apenas a recordou, fazendo sobre ela os juízos que qualquer pessoa com um mínimo de bom senso poderá fazer, porque são óbvios. Um gajo a quem confiaram responsabilidades na promoção do Euro 2004 e que ataca publicamente a candidatura espanhola afirmando que em Espanha há terrorismo não passa de uma besta. E depois ainda protestou publicamente, quando alguém pediu desculpa ao embaixador espanhol, vociferando que estava a ser desautorizado, o animal! Onde está a bebedeira, afinal?

  16. o seixas é um cagão deslumbrado consigo mesmo, que conta estórias para embalar xuxas e agradar aos facholas. o seixas foi ou é epicentro do qualquer notícia de abertura, participou em todos os acontecimentos históricos nacionais e internacionais deste e do anterior séculos, íntimo de todos os políticos e poderosos como provam as estórias que conta, intriguista falhado por falta de coragem e bem sucedido abichador de cargos não executivos, mas remunerados. devo mais ao cruz pelo que fez na rádio e televisão do que a esse ministro falhado dos negócios estrangeiros. mas a questão é outra, houve ou não corrupção na atribuição do euro a portugal, seria possível obter o euro sem pagar, valeu a pena, quanto custou e quem recebeu a massa, especialmente a que ficou pelo caminho.

  17. O gajo só veio falar agora dessa merda porque sabe que PRESCREVEU, e o que ele quer com isto são as 1ªs páginas do Manholas para promover o livro (e abichar umas massas) e para começar a limpar a imagem.
    Sabe-a toda ou não fosse ele o “senhor televisão”.
    E não hesitou em pisar em cima de quem neste momento está fragilizado e outrora o promoveu. Ou seja, comporta-se como mais um fdp.
    Ainda assim não estou nada convencida que seja pedófilo e acho que foi usado no caso Casa Pia.
    Mas que com isto prova ser um “merdas” la isso prova.

  18. pelos vistos,valeu a pena o suborno!os turistas que nos visitaram para ver o futebol e o seu efeito multiplicador,teve resultados que ninguem pode ignorar. no porto por exp. a partir dessa data, tem vindo sempre a crescer. as palavras de carlos cruz vindas da sua boca,valem tanto como as reiteradas proclamaçoes de inoçência!

  19. ò alminhas. à luz do que se sabe hoje sobre os métodos fifa, seria possível trazer o euro para portugal sem envelopes por baixo da mesa? essa é a questão que ninguém quer responder, é mais fácil cascar no cruz que está na mó debaixo. o pão com manteiga do cruz foi mais inteligente que todas as sumidades envolvidas no euro.

  20. O Cruz nao tem nada, so conversa de costureirinha. Esta a estabelecer factos com base naquilo em q foi condenado, desceu muito baixo. Agora esta a preparar o comeback e como muitos so consegue valor e aceitacao se deitar alguem abaixo, selectivamente e com ajuda indirecta ao sistema q o condenou. Um filho da puta.
    O pao com manteiga foram os anos em que andou a mamar sozinho na teta da rtp, era tudo dele. MAs ninguem vai ter o mau gosto e indole de lhe alembrar isso. Naqueles tempos era tudo santo ate o Incrivel eta melhor do que o CM.

  21. Sergio Moro arrisca-se a 4 anos de cadeia.
    https://www.youtube.com/watch?v=s0e2GCZCYs0
    Em Portugal a lei é igual (não sei se a pena também é igual).
    E isto serve para responder aos fdp dos juízes e procuradores de Aveiro.
    E serve também para o juiz Carlos Alexandre que se recusou a destruir as escutas a Sócrates no famigerado caso Face Oculta.

  22. ò estrume, o portugal audiovisual deve muito ao cruz e as gerações que o seguiram admiram bués aquilo que ele fez. o resto merda é merda na ventoinha de incapazes e frustrados que nunca fizeram nada de jeito, mas que se têm na conta de grandes crâneos. enfim, complexos e cenas de enurese nocturna que o segismundo topava à distância.

  23. “O pao com manteiga foram os anos em que andou a mamar sozinho na teta da rtp, era tudo dele.”

    por acaso dividia com o solnado e fialho, tudo gajos que morreram podres de ricos com o que chularam ao estado e aos portugueses.

    ” MAs ninguem vai ter o mau gosto e indole de lhe alembrar isso.”

    claro que não, os bem educados e defensores da moral vigente, do seixolas ao madail ficaram todos
    caladinhos e em portugal ninguém acredita que haja corrupção no futebol ou tivessem sido pagas luvas para nos calhar o euro na rifa.

    filhos da puta são os conseguiram que ele fosse preso sem terem provado coisíssima nenhuma e com atribuição de subsídios estatais para quem testemunhasse contra o gajo. país de idiotas que contínua a ir à missa e a ler o manhólas.

  24. Ó ignatz

    E a quem vem agora a propósito ele vir com isto ?
    Vem a propósito de que se faça alguma Justiça ? e contra quem ? contra os gajos que mamaram ? ele denuncia algum dos mamões ? não, só implica o “bandido do costume”. Com que propósito ? vender livros ? dar 1ªas capas ao esgoto a céu aberto que o arrastou pela lama ? e agora este é o preço para os ordinários lhe limparem a merda que lhe meteram em cima ? é ISSO ?
    Se é isso, concluo que Carlos Cruz se vendeu, se RENDEU ao sistema corrupto mais fedorento e mais perigoso de Portugal. Não é o do futebol. É o que alia a Justiça ao Esgoto a Céu Aberto.
    FEDE e trucida quem se lhe mete no caminho, a torto e a direito, culpado ou inocente.
    Um dia também veremos Sócrates a fazer o mesmo que o Cruz ? quem sabe !!!!
    Mas ao menos que mande as postas num Esgoto Canalizado que seja concorrente destes.

  25. yeah, ò palerma. o cruz rendeu-se tanto que até já estaria em liberdade se tivesse mostrado arrependimento por aquilo que não fez para que os juízes pudessem dormir de consciência tranquila.

  26. “ò estrume, o portugal audiovisual deve muito ao cruz e as gerações que o seguiram admiram bués aquilo que ele fez. ”

    Pelos vistos so se fores tu q lhe deves algum, tira-me desse filme, nao curto trocadilhos baratos.
    Merda na ventoinha e o q Cruz faz agora a ver se arranja emprego.

    O ficar calado e uma estrategia de defesa como qqer outra, ou queres q Socrates venha responder quando a “Justiça” anda as aranhas com a acusação? So se fosse estupido. Ou também pensas q o timing do livro é inocente? Combinado com o levantamento da proibição do CM revelar escutas? E tudo o mesmo caldinho. Mas como tu já disseste q um tipo tem q ser cobarde para se aguentar a vidinha, não espero q tenhas altura para abarcar o cenário. Descansa o Cruz depois produz umas cenas e tu depois fazes os trocadilhos.

  27. a santa ignorância e a estupidez natural de mãos dadas no passeio da imbecilidade a cantarolar os topes manhólas. conta lá à malta qual foi o crime que o cruz denúnciou que o sócras cometeu? pagou luvas para ter o euro? e depois… é crime? desde quando? só se foi depois dos amaricanos terem dado bronca com o blatter, até aí era prática normal. pensei que crime eram sérginhos, marilús ou o presunto broges receberem ordenado e comissões para venderem o país ao desbarato. à força de tanto leres e decorares o manhólas já pensas e reages como os gajos.

  28. Es mesmo anjinho. So ajudou o MP , mais o CM, mais.. ( pf preenche mentalmente q são tantos os filhos da mãe q a minha pen não da para tanto) a formar a convicção que o Socrates e e sempre foi corrupto, pq era ele q liderava a operaçao. Nem tudo tem q dar choldra. A opinião pública so tem q estar preparada para ouvir ressonâncias de verdade e não estranhar, nem q apanhem uma buba de coca- cola. Ademais levando ficcionalmente o encadeamento de responsabilidade politica ate ao photo-finish isto só parava com a desistência da candidatura de Guterres a ONU.

  29. Joe, não me admirava nada que o Cruz tivesse planeado um efeito Guterres das suas patacoadas sobre as luvas do Euro. Quando ligou a ventoinha ele lá tinha a sua ideia…

  30. Não sei Julio, mas teve tempo suficiente para pensar nos cenarios possíveis resultantes da repercussão dos seus escritos.

  31. resumindo, não houve luvas no concurso do euro e fomos vencedores pelo méritos do madaíl e do cruz, mais as ajudas preciosas daquele embaixador que resolvia todas as broncas e benção do calha avalizada pelo sócras. o apartamento foi metido num envelope, fugiu para as ilhas caimão e o madaíl foi roubado em “mais de cem mil euros em barras de ouro, joias, relógios e dinheiro”.
    http://www.lux.iol.pt/nacional/famosos/gilberto-madail-roubado-em-mais-de-100-mil-euros

  32. Essa notícia é de Dezembro de 2015. Queres dizer que o gajo de Leste a quem o Merdail nunca deu a vivenda, agora passados mais de 15 anos contratou uns mânfios para assaltarem a casa do Merdail ? ou que o Merdail finalmente resolveu pagar voluntariamente ao gajo do Leste valor o equivalente à vivenda ?
    A pergunta é porquê ? PORQUÊ AGORA ?
    Andas a ver muitos filmes amaricados, é o que é.

  33. E…provas?

    http://www.sabado.pt/ultima_hora/detalhe/euro2004_nao_sera_investigado.html

    Até a UEFA topa o Cruz.
    Mas isso não intetessa nada, a venda e interna. Smear.

    Quer dizer o Madaíl abotoava-se com o argent das luvas, botava tudo num cofre e quando fosse assaltado era tão estupido que denunciava o roubo.
    E isto tudo para que srs. radio ouvintes? Para o Ignatz poder dar com a marosca. Genial.

    La está, pode não ser verdade mas tem verosimilhança. E a lógica do apartment em Paris, valises de dinheiro, etc… So não sei pq compras essa lógica num caso e não no outro? Oh…espera ai….

  34. O pão com manteiga até tinha alguma graça. E Carlos Cruz até pode estar inocente dos crimes que o acusaram para condenar a prisão. Mas não deixa de ser uma escroqueria de chico esperto levantar assuntos passados há 20 anos para cavalgar uma onda de esgoto. Defender uma porcaria destas nem parece teu, Ignatz.

  35. Resumindo e concluindo o fungagá da bicharada, Marcelo é preso por ter cão, Cavaco não consta que tivesse cão ou gato mas terá sido rodeado por alguns ratos, já Sócrates, tinha um fiel amigo, e não era um bacalhau .
    Em política o que parece não é, e por conseguinte, Coelho, não andava a exibir a careca da mulher Laura para efeitos eleitorais na vertente de angariação de simpatia de voto, e o rombo nos vencimentos e reformas não foi um corte, mas sim um ajustamento, qual seja o producto de um ajuntamento de um laparoto com um mariconço, que não parece não ser .

  36. ao fim de 4 dias e 42 comentários ninguém respondeu à pergunta do post e até há quem ache que se a uefa não investiga as declarações do cruz é porque são mentira.
    o cruz limitou-se a explicar como é que a coisa funcemina, são livres de acreditar, mas poupem-me argumentos de merda, tipo foi para prejudicar o sócras. as regras do jogo eram e são pagar ou desistir, pagámos e tivemos, portugal afirmou a sua capacidade de assumir grandes projectos e o futebol português projectou a sua imagem, portanto foi uma decisão política correcta e não há mainada a dizer. se houve ilícitos, claro que deve ter havido, principalmente construção dos estádios que saíram todos mais caros que o orçamento, se investigarem as contas e para onde foi para a massa talvez encontrem explicações para haver gajos que guardem em casa 100 mil em barras chocolate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.