19 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. aceitar uma medalha de quem o considerou uma merda contrasta bem com a coragem de quem rejeitou uma pulseira.

  2. Ter talvez até tivesse, mas como Roma ainda paga a traidores, preferiu assumir-se como tal e a história repetiu-se. O próprio confirmou, de viva voz, à saída da cerimónia, numa entrevista às TV´s, que a Comenda foi o reconhecimento pelo mérito de ter pedido ajuda externa num momento crítico para Portugal. Nem o Mundo nem a História mudam, apenas as pessoas são outras, mas gostava de saber como é que ele enganou o Sócrates para o ter nomeado ministro.

  3. se bem me lembro, na altura o teixeira disse que quem deveria chamar a troika era o presidente cavacoise e agora sexa agradece com medalha.

  4. Valupi, ter tinha mas Luís Amado, Rei dos Reis da trupe dos consensos, deve ter recusado a honra.
    À falta de melhor foi escolhido o falinhas mansas das finanças socráticas que, vaidoso e vendido, lá foi à cerimónia do O Coiso Quer Mora Ao Lado dos Pastéis De Belém, representar o partido que mais agrada ao maior distribuidor de insígnias, medalhas, louvores e comendas da zona centro e da zona direita do país.
    Tudo em família, tudo em bem, tudo na paz do senhor.
    Pró ano, se o Coiso ainda mandasse, ia o descontinuado TóZero e assim por diante.

  5. “Muito obrigado, Sr. Presidente! Muito obrigado, Sr. Presidente!” disse hoje o Teixeira dos Santos, o tal que construiu o PEC IV e, derrotado, chamou a troica para sossego da direita que temia ficar sem as suas rendas. Para quem está esquecido, lembro que o presidente desta peça teatral foi aquela personagem que disse ao Teixeira (governo socialista) que o sacrifício (dos portugueses) tinha limites.
    Pois bem, meus caros, lamento muito que este Teixeira tenha levado demasiado em conta a suposta honra de ter chamado a si a decisão de, a pedido da direita portuguesa pouco patriótica, ter chamado o FMI e restante troica.
    Lamento que este Teixeira tenha sido usado pelo Cavaco, homem de carácter vingativo e mesquinho, para bofetear Sócrates desta maneira.

  6. Hoje tornou-se oficial o porquê do Teixeira ter sempre merecido o beneplácito dos fascistas.
    Vendeu-lhes o cú e o país a troco de uma medalha. Que vómito!

  7. A aceitação desta medalha explica por que o homenzinho Teixeira dos Santos fez o que fez ao PM Sócrates, a quem devia lealdade. Nunca foi capaz de assumir, com frontalidade, que a derrocada que conduziu ao pedido de resgate inevitável, segundo ele, foi o chumbo do PEC IV. Não fez esta justiça ao governo que integrava, apesar de ter sido ele o principal autor do mesmo PEC IV. Era seu dever contar a história verdadeira, e não a história macaqueada da génese do pedido de resgate. O drama do resgate foi consequência directa da ânsia do assalto ao pote do dinheiro e dos votos. Ele, mais que ninguém, tinha obrigação de denunciar o crime político. E, num primeiro momento foi isso que fez. Depois deixou-se comprar pelos assaltantes e rancorosos. Hoje teve a devida paga: uma medalha recebida das mãos dos carrascos do país. Costa, sempre igual a si mesmo nestas coisas, esteve inteiramente com os carrascos do país, aplaudindo quem paga a traidores. E vou ter que votar no Costa. Os outros são muito piores. Quando digo “os outros” refiro-me aos que aceitam governar o país.

  8. “Nunca foi capaz de assumir, com frontalidade, que a derrocada que conduziu ao pedido de resgate inevitável, segundo ele, foi o chumbo do PEC IV.”

    http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/teixeira_dos_santos_defende_socrates_e_culpa_chumbo_do_pec_iv_pelo_resgate.html

    Assumiu sim, Maria Abril. Em 2013. Mas entretanto esqueceu-se. Ou então pertence ao grupo de portugueses cujo carácter, medido pelo método “How you treat those who can do nothing for you”, o processo José Sócrates revelou. Vivemos uma catástrofe cívica sem precedentes.

  9. Isto continua o muro da pieguisse e esquizofrenia delirante, com rituais cíclicos de preces, ablações e autoflagelacao PECquiana … ele há tradições que ainda são o que eram! Aleluia

    PS – deviam dobrar a medicação do Galuxo e da Maria e do Leão porque estão já há muito tempo em crise convulsiva delirante e a bater violentamente com a cabeça no muro e a gritar pelo santo socas. Façam isso depressa que já mete dó ve-los assim … o Valerico e o IgnontZio são casos perdidos. Já fazem parte da mobília e do colorido do Hospicio. Uns cromos em alucinação permanente que cospem em tudo o que se mexa e fale no Pinoquio. Já são património da casa!

  10. O movimento cívico “José Sócrates, sempre” colocou um painel de apoio ao ex-primeiro-ministro numa das principais entradas de Lamego, onde decorrem quarta-feira as comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades.

    José António Pinho, porta-voz do movimento, explica que este é um acto simbólico para mostrar que estão “com José Sócrates hoje, amanhã e sempre”.

    O membro deste movimento espera que o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, passe pelo outdoor, com a fotografia do antigo governante e a inscrição “José Sócrates, sempre”. E lamenta que Cavaco não inclua José Sócrates na lista de 33 personalidades ou organizações que vai condecorar neste 10 de Junho.

    José António Pinho recusa-se a dizer quanto é que o movimento gastou nesta iniciativa e como a mesma foi financiada. “[O painel] foi produto do nosso suor e amizade”, limitou-se a dizer.

    O outdoor ficará exposto apenas três dias, entre segunda e quinta-feira, porque o movimento teme que seja vandalizado. José António Pinho, um empresário de 75 anos que vive na Covilhã, assume-se como amigo de Sócrates e garante nunca ter sido militante do PS. “Sou um patriota e esta prisão é um ataque à democracia”, sustenta o empresário, que foi militante do PCP até o início dos anos 80.

  11. O outdoor ficará exposto apenas três dias, entre segunda e quinta-feira, porque o movimento teme que seja vandalizado.

    eh pá ! se calhar não dá para ir de genoux ! conhecem algum irmão que possa organizar uma vigília em Lamego para proteger o altar nestes 3 dias ? alguém conhece ou tem o tlm do dedicado acólito José António Pinho ?

  12. Beiças dos Santos, aceitou o papel que Campos e Cunha recusou fazer.
    Talqualmente ML Albuquerque em relação a Vitor Gaspar.
    Há sempre um(a) pulha de segunda, terceira ou quarta linha, que não tem escrúpulos em aceitar o papel.
    Agora o Santo de Lamego, pensei que era farpa ao inquilino de Belém, no dizer de Vasco Pulido Valente, a pior desgraça que podia ter acontecido a Portugal. Referia-se à eleição para Presidente da República.
    Subscrevo e assino por baixo.

  13. Ó comentador do relato do josé pinho e quejandos, oiça, hum, deixe lamego em paz, é longe cumó rabo de Judas. Mas podemos organizar como os americanos fazem, uma vigília com muitas flores, ursinhos de peluche, velinhas, à porta de Évora. Sempre é mais «zen», é televisivo, etc. Podemos também montar um kiosque de «desmonta -palas/seja um burro com visão» ou «abre a pestana, jumento», tudo «for free», claro.
    Se calhar não era mal pensado um balcão com batidos de legumes, o gajo, o Pinho, parece estar com falta de vitaminas e essa trampa tolhe-lhe o raciocínio.

    Mas prontos, se insiste na guarda do outdoor, se calhar aquilo em natureza de imagem peregrina, ofereço-me para ir até lá com martelo e foice e atuar em conformidade com tais instrumentos.

  14. E o Sócrates também…o gajo num penthouse à Paris, olha, olha…aquele gajo da Covilhã….e fatos armani e outros, etc e tal…com o nome em Beverly Hills. Per favore! E o gajo de Lamego a pagar outdoors com o suorzinho dele…hum?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.