64 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. sem duvida, agora que o Socras está na estancia de Evora, sinto muito mais confianca nas figuras publicas ,,, mesmo dando o desconto hiper mega ao Vovo Marocas e ãs suas esclerosadas alarvidades incoerentes que dao cabo da escassa confianca que sobra para aturar a vara destas rameiras da politica tuguesa!

  2. Resolvi escrever uma pequena aplicação em PHP para responder a esta pergunta. Ao fim de 3 horas, durantes as quais foram recolhidos e processados cerca de 32Gb de dados provenientes de várias fontes de media portugueses, a resposta foi JoanaAbreu21.

  3. Reconhecemos confiança a quem observamos correspondência entre palavras, actos, leitura da realidade e consequências. Perante uma crise financeira mundial sem precedentes nos últimos 80 anos, houve um homem que se bateu para impedir a entrada no país da entidade que, seguindo o seu conhecido manual de instruções, desbaratou o que restava de desígnio nacional na economia e colocou os seus pilares e a prestação de serviços básicos na dependência de Estados e fundos de capital de risco estrangeiros. Electricidade, telecomunicações, seguradoras, bancos, hospitais, aeroportos, cimenteiras, foi tudo pelo cano. À sua volta, quase todos fizeram maquinações para que a troika viesse mesmo. Os resultados estão à vista.
    Ironia das ironias. Quem tudo fez para evitar as soluções chapa FMI está preso. Supostamente para ser investigado por actos de corrupção e fuga a impostos. O encarregado local ao serviço dessa ordem de trabalhos foi contratado por essa organização, da qual recebe dezenas de milhares de euros por mês, sem lhe ser cobrado qualquer imposto.
    Quem comparar o que foi sendo dito e o que foi acontecendo na política portuguesa, a partir do tsunami financeiro de agosto de 2008, e não reconhecer em José Sócrates um dos seus personagens activos mais confiáveis, não é intelectualmente honesto.

  4. mendonça,alarve é quem se refere dessa forma a um politico com 90 anos de idade e que muito contribuiu para o derrube do regime fascista e da implementação e manutençâo do regime democratico.como bom socialfascista ou direitolas que és,nunca gostarás na puta da tua vida de mario soares!

  5. razão tinha socrates,quando fez tudo para impedir a entrada na troika no pais.junquer com a sua estrondosa declaração veio dar razaõ ao preso 44 ,detido há mais de sessenta dias,à espera que o juiz alexandre se reforme por limite de idade….

  6. José Sócrates e Santos Silva, que espetaram com os cartões de crédito que detinham como governantes nas fuças dos meritíssimos e conselheiros, e das associações de índole fascista que sustentam essa corporação….

  7. Sócrates era o homem certo para safar o país da crise do século, apesar de alguns erros de percurso, scomo aquele de permitir que alastrasse, sem reagir vigorosamente, a politização da justiça. Desvalorizou a “intentona de Belém” e, com isso, permitiu que o pilar fundamental da democracia, a justiça, descesse ao inferno onde agora ele mesmo está a ser grelhado em lume forte. E foi uma pena, porque Sócrates é um homem íntegro. Talvez um pouco (ou muito) despistado nas suas finanças pessoais. Sócrates também nunca percebeu a importância dos pormenores para moralizar e cativar as pessoas: cortar forte e feio nas mordomias dos servidores dos Estado e dos altos cargos nas empresas estatais. Não era por aí que se resolvia o problema, sei, mas era o exemplo de austeridade e seriedade de que um país com tantas carências precisava ver. Mas foi por ” por merdinhas destas” que perdeu o país! Como foi por “merdinhas” das finanças pessoais que lhe pegaram os abutres. Que lástima, Sócrates! E como o país perdeu por estas “falhas de merda”.

  8. SÓCRATES! Apoio sem quaisquer restrições as palavras de Lucas Galuxo. Sócrates era o homem capaz de fazer em Portugal o que Roosevelt fez na grande depressão acontecida na América dos anos 30 do século passado.
    A direita que não é burra mas oportunista, cega pela possibilidade de mais depressa “ir ao pote”, apoiada lamentávelmente como sempre, pela extrema esquerda, fez o que fez…e assim estamos hoje.

  9. Este “numbejonada” das 10.15 não é o mesmo que nos tem atazanado a moleirinha (ou divertido a plateia, cada um terá a sua opinião). Ora, uma das praticas que não tolero nas caixas de comentários é a usurpação de identidades. Assim, deixo aqui o repto para que tal não se volte a repetir (sendo que já se repetiu ontem várias vezes). Se voltar, quem o está a fazer vai ver os seus comentários apagados, tanto os que faça como “numbejonada” ou nas suas outras e costumeiras identidades, e terá o IP e as identidades anteriores banidas.

    É esta a gravidade da infantil prática num ambiente que se pretende livre. Mas a liberdade tem limites ou torna-se noutra coisa.

  10. eu bem sabia q este valerico anda aqui ao serviço de nao se sabe bem do que. vejam bem como vai registando os ips, gerindo as identidades de quem aqui vem, fazendo associaçoes entrem quem é e não é o que diz ser. tarda nada ja sabe quem todos aqui sao realmente enquanto ele mantem anonimamente a sua identidade. um cobardolas que nunca sobe a escadaria, nunca luta pelo que aqui escreve.

  11. Caro Valupi, evidentemente que não sou eu que venho aqui usurpar o que quer que seja. Muito menos tenho um espírito tão vulgar quanto esse que usurpa e se disponibiliza a epitetar de forma tão escandalosa a figura «Mãe».

  12. oh enaparvo, se estás mal, muda-te. aqui ainda vais escrevendo o que te apetece, com a identidade que pretendes e com a benção valupiana de protecção. se fores aos blogues comunas ou dos direitolos, escreves alinhado ou és censurado, caso insistas aparece-te um vitor cunha a insultar e bloquear o ip ou mesmo um amorim ou uma hiena dos matos a comentar com o teu nick para assanhar a claque da frente nacional. se não queres revelar o ip tens bom remédio, usa protecção ou falsifica um. vens para aqui com conversa de coitadinho por causa dos anonimatos, da caça aos ipês e vejam lá, o comportamento pidesco do dono do blogue que lê o que aqui se escreve, onde é quisto já se viu? só na puta que te pariu.

  13. é pena que estes critérios valupianos só apareçam para defender direitolos e outras parvoeiras congéneres, mas o blogue é dele e como tal pode fazer o que bem quer e lhe apetece.

  14. IGNATEZE, pázinhu, oube, tue tenze um bucabularrio pá tipos gangue da strite, tás a berre? inda pur cima, fazes proba cuntra ti próprio. fogu, fogu, cumu podess sere tãoe asneadu, meue? ó pá, taze a bere a desbantagem da democracia, hum, táze? só us gajus ca bestem a tua corre, é ca teiem dirreito a falarre, ó malagueta ignancio, hum? pois fica savendu, num soue disquerda nem de dirreita. Eue defendu o que axo ca istá curreto, prassebes? Salazare, ganda istadista, ganda caveça.

  15. Ó Val, confiança? Figura pública? Quem?
    O palhaço? O farófias? O lambretas? A barata tonta? O Cretino? O das cervejas? A saloia? A miss swap?…
    Ó Val podes meter o resto da quadrilha, mas confiança? Nem um cêntimo…

  16. Ora beie, o Tsipras. o gaju fala gregu, pode dizerre o máiore numerro de disparrates, ca ninguéie o prassebe, tá beie?oqueie.

  17. “… inda pur cima, fazes proba cuntra ti próprio.”

    explica lá a teoria que o je, aliás moi, nuntoubendo. deves andar a sniffar associação de fatos com gravactas e a xutar jurispurdência dos amigos do alex.

    “… num soue disquerda nem de dirreita…”

    toubendo… és nacional socialista do centro.

  18. dr. zé-bico da malagueta ignâncio, na sua versão guarda abel, estremoso defensor do corujão vigilante e a quem tanto deve por permitir perfumar este espaço com a sua desbragada insanidade. certo é que não refuto o que dizes com tanta propriedade sobre essas latrinas que frequentavas e das quais foste, injustamente claro, muito injustamente, diga-se, proscrito.

  19. poizé, oh enaparvo, há quem tenha currículo e quem só tenha cu, mesmo assim gabo-te a curiosidade pidesca da investigação.

  20. Estando o Maradona hibernado, o Ignatz é, talvez, a contribuição de maior consistência intelectual e literária da blogosfera portuguesa.

  21. José Sócrates. O primeiro ministro que lutou até ao fim para que a troika mão nos pusesse os pés em cima – como agora, de forma estromdosa, reconhece Junker. O primeiro ministro que deu prioridade às energias alternativas, à educação, à investigação científica. Nada disto podia agradar aos perdigueiros que estão ao serviço da Alemanha, e é por isso que ele está preso. Repito: José Sócrates era homem para reconstruir o país depois destes quatro anos de destruição.

  22. General Ramalho Eanes para presidente … ou o Juiz Carlos Alexandre _ “Super Alex” . :)
    O Sócras nunca, com os antecedentes que tem (exemplos: Eng. com curso tirado ao sábado; Caso Freport; e este escandalo presente), ainda aprovava leis _ como fez quando 1º ministro _ para uso pessoal ou vendia Portugal aos Espanhois a troco de contas no estrangeiro:( Ao menos o General Ramalho Eanes, aos anos que está nesta vida e nunca se ouvio falar dele como sendo desonesto.

  23. Ó DR. JOSE BICO DA MALAGUEta IGNANCIO, seu vadalhócu, continuase a ilustraare a tua inçana língua. oube, pede a orientassaoe de um inframeiro de plantaoe, os teuse simptomas agrabarram-se pá. ése bipolare, sofress de prujeção froidiaana, só falas em ravos e operassões inerrentes pá. oube, unde istãoe as irregularidades prussesuaise, hum? dize lá pá, oqueie, podes ixchexionalmente arrticulá-las cum palabras menus voas. mas dize, onde istãoe, hum? oqueie.

  24. Soneto da bicada, ao IGNATEZE, birus cum dorres de cabeças

    Eu soue um bacorito
    De focinhu apeadu
    Sou xupa por natureza
    Por isso só falo de rabo

    Já me chamam ZÉ BICO
    Da malagueta Ignancio
    Mas já num boue às latrinas
    Das quais fui proscrito

    Já fui ao Constitucional
    E tameie ao largo do rato
    Mandaram-mir falare
    Com o número 44.

  25. Aos que defendem a GRANDEZA do ex – primeiro ministro José Sócrates, gostaria de opôr o seguinte:

    Vós que defendeis o socialismo ( doença das massas com vontade de imitar os economicamente abastados), dizei-me pois: e o Tratado de Lisboa, assinado por José Sócrates, onde fica na veemente DEFESA que fazeis da DEMOCRACIA? A TROIKA é tão só uma consequência.
    Vinde, então, com a Vossa douta sabedoria de punho no ar e segui os conselhos de Horacio ( este também era grego…).

  26. ó auto-proclamado broxista, o Tratado foi assinado por toda a UE e não “por José Sócrates”. E em lado nenhum do tratado está descrita qualquer coisa que remotamente se pareça com essa entidade absolutamente anti-democrática e ilegítima inventada para meter medo a palermas como tu.

  27. Com a mesma aparência de sabedoria e opiniões rascas que deixas nestes comentários, numbeijonada, afirmas que o grande Horácio também era grego.
    Não era grego mas era filho de um libertus (filho se escravo forro) nascido em Venúsia na Apúlia romana que foi, aos 20 anos (44 aC) estudar para Atenas e tornou-se erudito helenista e reconhecido famoso poeta romano, como aliás foi o caso de quase todos os grandes eruditos romanos; Roma foi, culturalmente, um bom aluno grego que pouco acrescentou ao disseram e escreveram os gregos clássicos.
    É igualmente com o mesmo saber que tens acerca de Horácio que debitas alarvidades acerca de que o socialismo é ” doença das massas com vontade de imitar os economicamente abastados) e o “Tratado de Lisboa, assinado por José Sócrates, onde fica na veemente DEFESA que fazeis da DEMOCRACIA?” pois és tão estulto e auto-convencido ao ponto de pensares que ao definires assim o socialismo e referires o Tratado de Lisboa como te dá na mona te imaginas comparado a Marx ou a Sócrates.
    Pior que ter pequemos nadas de conhecimento sobre tudo ou saber tudo de pequenos nadas é dar opiniões sobe tudo visto a opinião ser o caminho directo para julgar sobre aparências, segundo Platão (este sim grego de gema e o maior pensador que existiu sobre a terra, até hoje).

  28. Obviamente… José (…) Pinto de Sousa,que é como quem diz, Eng. SÓCRATES
    Aguardamos ansiosamente pelo prog. do Dr. COSTA para a justiça.
    Para quando a avaliação do pessoal da justiça, por uma entidade independente?
    Há e tal, é um órgão de soberania. Precisamente por o ser,não pode andar em roda livre.
    Todos os outros órgãos de soberania são escrutinados periodicamente.
    Há muitas formas de o fazer sem prejudicar a separação de poderes.
    Os bons ficam os outros …
    etc. etc.etc…

  29. Mário Soares inspira-me total confiança. O seu percurso de vida foi exemplar, desde o combate à ditadura até à pedagogia democrática. É uma figura histórica, um gigante a quem devemos tudo. Para além disso tem e mantem um faro político notável e é muito raro enganar-se. Por ter uma visão virada para o futuro consegue manter uma grande frescura e ser o mais jovem de todos.
    José Sócrates inspira-me total confiança. Teve escassos 6 anos para fazer avançar este país a grande velocidade. Foi um trabalhador imparável e deu tudo por tudo assumindo até um grau de sacrifício para além do razoável. Só temos que lhe ficar agradecidos e lamentar toda a injustiça de que tem sido vítima. A História há-de fazer-lhe justiça um dia, quando os cãezinhos que hoje ladram já tiverem passado há muito.
    Felizmente mantenho também confiança em muitos nas gerações mais novas e espero que venham a desenvolver as suas grandes capacidades. Não vou estar aqui a dizer muitos nomes, só dois: Isabel Moreira e João Galamba. Salt of the earth! Acrescento que o Galambinha há-de um dia ser Primeiro Ministro deste país, notai bem!

  30. ó liao da istrela malagueta ignancio, Jé bico, olha, a sérrio? hum. ó pázinhu, és memu burridicu. portantus, biestes trazerre a tua furmassaoe burridica ao vlogue, fogu, fogu,«. Oube, tue, a murreirita e a lórençum, farrão um vom gavinete jurídicu. oqueie. ganda maluko. que saves tu do tratado e do que se lhe antecede e segue, ó pazinhu. se quiserres eu fasso-te o articulado pra boltarres à latrina.

  31. http://ladraralua.blogspot.pt/2014/10/ate-que-voz-me-doa.html
    Transcrevo a última metade do texto deste post:
    “Portugal teve governos do PS, antes de ser governado pela assombração que aí anda. E tais governos cometeram erros vários (…)
    O último governo do PS foi o de Sócrates. O qual particularmente se empenhou em afrontar os problemas e fragilidades fatais de que Portugal padece, há muitos anos. A vida de todos nós depende disso. Mas desde cedo se foi acrescentando que fez tudo isso à bruta, à descarada, com demoníaca sobranceria, que era um venal, um corrupto, um temerário, e punha em risco evidente a nossa democracia, essa coitada. Olhemos nós para o marquês de Pombal, um notável governante no século que lhe coube. Nem sequer nos questionamos sobre o que poderia ele ter feito, sem trucidar à partida a arrogância dos Távoras e dos duques de Aveiro, sem incendiar previamente a escuridão da noite jesuíta. Limitamo-nos a pensar que o marquês era uma sanguinária besta, ou ouvimos dizer isso e ficamos calados. Por cobardia pura, ou por ignorância crassa . Ora vejamos:
    Na Saúde, Sócrates prosseguiu o SNS, saído das mãos do ministro Arnaut. Na Segurança Social, com Vieira da Silva, incrementou a protecção social, sem a qual metade dos portugueses caem de imediato na penúria mais crassa. Na Educação, com a ministra Lurdes Rodrigues, melhorou a escola pública, renovou instalações, criou oportunidades para adultos, introduziu línguas e tecnologias. E queria avaliar os professores, um quarto dos quais não mostra capacidades nem conhecimentos para ser profissional do ensino. Sei do que falo, fui dez anos professor, no público e no privado, à noite e durante o dia. Foi aí que entrou em cena o tribuno Nogueira, que desceu a avenida à frente de legiões de setôres, e retirou 300 mil votos e a maioria absoluta ao PS em 2009. Mas o comité central conquistou cinco pontos eleitorais, é do que vive. Na Ciência e na Investigação, com Mariano Gago, a universidade portuguesa atingiu reconhecidos patamares de excelência, com efeitos que ainda sobrevivem. Na Justiça afrontou interesses corporativos das eminências da beca, e suportou-lhes por isso o azedume da bílis. Na Economia abriu campos de acção, nas viaturas eléctricas, nas energias renováveis, nas indispensáveis infra-estruturas, nas novas tecnologias. Nas Finanças tinha recebido, em 2005, um défice de 7% e uma dívida de cerca de 90% do PIB. Em 2007 o défice estava em 2,9%.
    Em 2008 chegou da América a sarna do subprime, e a maior crise financeira dos últimos oitenta anos. Seguindo as instruções da União Europeia, esse ninho de elites traiçoeiras, Sócrates abriu os cordões à bolsa para responder à crise. Aumentou o investimento público e o défice voltou a subir. Em 2010, perante a queda da Grécia e da Irlanda, perante isso da austeridade e o acosso das agências de rating, Sócrates apresentou o PEC IV. O resto é bem conhecido.
    Diga-se então clarinho, para se perceber bem: Sócrates foi o melhor primeiro-ministro que Portugal conheceu, na era democrática. Por isso mesmo foi acossado implacavelmente, e ainda hoje é homiziado pela oligarquia rapace, pelos seus lacaios avençados, e pela estupidez atávica dos portugueses, cujo fadário é serem os cafres da Europa. Depois de soltarem os lobos, já desesperam muitos, no rebanho. Mas só podem contar consigo próprios.”
    MCTorres – Metem-me nojo os comentários reaccionários de estercos mentais, que se estão nas tintas para o bem de todos, embora saibamos que isso não passa de utopia, mas não é utopia a existência desses execráveis ao serviço do capital e da Alemanha neo-nazi, pois alguns escreveram comemtários a este post.

  32. ó tu aíe de cima, dize lá, quais sãoe os atropelus, pá. Ignorancio, manda aí as irregularidades pá, decha lá os linques e as homenajes pá a gajus que afondarram o país, dize lá onde estãoe os errus, pá. processu pá, tás a bere? hum? Oube e num me benhas com os arrotus do Mario soarez pá e cum as sentenças da morreirita, e muito menus com as redações da lórençum, tás abere? oqueie.

  33. Lol. Lol. My goodness. Lol. Lol. Mean it. Naturalmente, quanto a alguns doutos comentários acima. O lol é em tom baixo, por educação, evidentemente.

  34. “mc torres”,os governos do ps,vieram depois do prec com os governos de salvação nacional 1976/78 e depois do incompetente psd liderado por pinto balsemão. 83/85.como constatas, a tua seriedade intelectual anda pelas rua da amargura!

  35. “mctorres”,peço desculpa mas não vi que a frase inicial era uma transcrição.portanto o destinatário do meu comentario é o autor da frase.

  36. ó cavalgadura, das duas uma; ou com essas pálas que tens nos olhos tens dificuldades em fazer buscas no google ou então és mesmo um preguiçoso fala-barato.

    Olha aqui o link:
    http://www.parlamento.pt/europa/Documents/Tratado_Versao_Consolidada.pdf
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Tratado_de_Lisboa_%282007%29

    Agora explica lá à malta – mas sem esse truque primário, de esconderes a tua profunda ignorância atrás da má ortografia e da discussão superficial – o que é que estavas mesmo a querer dizer acerca do Tratado de Lisboa?
    Conta lá o que é que eu não sei sobre o antes e o depois ?

    Não sejas cobarde e concretiza as meias tintas que escreves.

  37. ó liãoe da istrela, ebidentemente que num insino nada a um chaparro maliducadu, bulgare, que me chama cobarde. oube, os teus linques nada diçem pá, cumós jurnais, cagamelo. nãoe os leio. cumo dizes ca soue superficiale, o que proba que num saves lere nem alcançarre, pá, faze uma garduassãoe em istudos europeues, meuzinho, e pode serre caprendas alguma cousa sovre o tratado ou tratadus, tás a bere? oqueie. oube a má urtograffia é só pra calimerros cumo tue, pá. atãe axas que boue iscrebere debidamente cum tipus ca teiem cunhessimentos à altura desta órtógrafia, hum, axas? ganda maluko, ó jé bico da malagueta ignancio. oqueie.

  38. a maioria que desgoverna Portugal e a gente que o acoberta não se preocupam com o atentado que prossegue contra a dignidade dos portugueses e, portanto, contra os Direitos Humanos. parecem querer transformar um povo em sacos de plástico.

    P.S.: o sr. Juncker fez um ato de contrição e, com isso, abriu uma eventual crise na UE, ou, pelo contrário, tratou-se de uma manobra estratégica para que, no final das negociações com a Grécia, todos possam salvar a face ?
    Outra questão: será que as cristãs declarações do sr. Juncker ENCAVACARAM o governo de Portugal?

  39. Ai…se se prova que o ainda inocente é culpado….ai, ai. Mas será de confiança alguém que desrespeitou TODOS os que estudaram anos e anos a fio, e se licenciou via telepática? E ascendeu socialmente em modo foguete? De forma alguma.

  40. “ai…se se prova que o ainda inocente é culpado….ai, ai.”
    peca por falta de “ses”, mas estamos a trabalhar nisso, falta-nos o “se” conseguíssemos alterar aquela porra do ónus da prova e criminalizar modos de vida, talvez concluíssemos a instrução do processo antes de prescrever, assim vamos ter que o libertar para depois o acusarmos doutra coisa qualquer. até lá valha-nos o segredo de justiça e a morgadinha-de-cana-vais.

  41. Sócrates. Vê-lo preso revigorou a confiança na justiça.
    Mário Soares. Vê-lo escrever em jornais transmite confiança na solidariedade social, que dá oportunidades a retardados mentais.
    António Costa. Ver as “propostas” dele dá-me confiança no governo actual.

  42. … se calhar era melhor fazerem uma análise ao milho que andam a dar no galilheiro da s. caetano.

  43. Pinto. Ver-te por aqui a arrastar a asa em defesa de uma política de direita que jaz morta e arrefece mete dó. Compreendo que estejas desesperado, mas olha, hoje está um dia lindo de sol, aproveita-o!

  44. ora beie, se o JÉ BICO da MALAGUETA IGNANCIO, bulgo, ignateze, ignatezia, Janado e ótros, xeirar male cuma iscrita, imajina-se o vadalhócu in isqueleto. Ó gajo, a bienda num te cuntentouehoje, hum? táze mal disposto? fogu, pá, o salazarre debia ter tratadu de gajus comu tue, cogno. ganda maluko, ó pá, a noite curreu-te male, foie? hum? oqueie.

  45. Ó Janado, manda aíe as irregularridades prussessuaise pá, unde istaõe? hum? deixa a murgadinha dus canabiaise em paze, pá, tu no tempo dela nem direito a ser pastor ou guardador de porcos tinhasze, pá.
    cala-te ó JÉ BICUS, bais tue darre a bolta à taberna pá, senta-te lá fora e fuma uma beata do xaõe. oqueie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.