Vamos lá a saber

Se nem com este Governo além-Troika, nascido de uma fraude eleitoralista, o povo se virou para a esquerda pura e verdadeira a pedir protecção e auxílio, quando é que a esquerda pura e verdadeira vai poder finalmente libertar-nos do imperialismo norte-americano e da exploração capitalista? Quando o Cinfães ganhar a Champions?

11 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. Está-se a esquecer da Comuna de Loures, que já foi proclamada a primeira zona do país libertada do jugo do imperialismo norte-americano, da exploração capitalista e da vontade de explicar alianças, e cuja população segue atentamente os «Frente-a -Frente» do Jornal das 9 da SIC-Notícias, onde, entre chazinhos, sorrisinhos, mesuras e bolinhos, se estabelecem as grandes linhas que norteiam a ação do governo da Frente Patriótica PCP-PSD presidido pelo camarada Bernardino Soares?
    Mesmo as mais longas marchas começam sempre por um pequeno passo!

  2. Não, Valupi. Só quando o Cavaco, finalmente, assumir a responsabilidade pelos seus actos. Não leu a nota da presidência da república sobre o caso BES?

  3. bem, por essa ordem de ideias o povo tb não se virou para o PS após tudo aquilo que enuncias. ou “aquilo” nas europeias já é um “resultado histórico” outra vez?

  4. Ó Val, tens de definir qual é o grau de pureza da esquerda, que é para a malta saber qual é a verdadeira. Se é a que fez a aliança com a direita em Loures, ou se é a que se aliou à direita para derrubar o Sócras.

  5. Num tema como este é que se justificava ler a opinião abalizada do Lismerda, já que é um expert na matéria, mas a besta só publicita a bosta do seu miserável blogue quando não é preciso.

  6. Não ouves o barulho crescente do que aí vem? Vais-te queixar da violência “incompreensível” que os actuais ofendidos porão no ricochete de todas as medidas descabeladas e ultrajantes a que,agora, são sujeitos? As partes pudendas que os capitalistas mostram não te chegam para veres como são?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.