18 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. não sei o que significa mas o que deveria significar: ser, também, do país dos outros nas alegrias e nas tristezas, na saúde e na doença, nas conquistas e nas dores. porque o mundo passou a ser uma aldeia global e até a lua já nos fez chorar de alegria. e ser, porque é a nossa pátria, em Português.

  2. pergunta bué fácil. dado a bola ser o mais importante no país ser patriota é ser fã da seleção portuguesa e adorar o ronaldo falhar um jogo é tal e qual como era desertar no meio de uma batalha pela independência do país e por melhores condições de vida do povo em tempos idos.

  3. Bola ronaldius,cobardia,labregada,globohomo,id do genero,climaóbosta,covidovaxtreta,arruaça,miséria decadencia,SNS fantasma,justiçatiranicaabsurda,fome,frio,sem abrigo,morrer sem cuidados de daude,deboche total e lamber o cuzinho ao xuxalismo podre totalitario prepotente.Avençados continuem a ser os xuxas tretas xonés valupis e seus nicks olindos etc…amestrados para gloripapagear toda esta caganeira terreolica monhas/selfies/Onus/Ue/uNescus/ukrainez,etc…48 anos desta merda,sim isto é ser português e o que o português ama,se assim nã foxe já o xuxalismo podre tinha ido com o caralho!
    Basilio el xuxalhote (ex Basilio xuxalhão das hortas de sintra)

  4. É também (não só mas…) louvar o acordo entre o Rei Afonso Anriques e o Imperador Afonso VII.
    (aliás este ultimo muito mais civilizado que o Imperador Putin)
    Relembremos:
    “D. Afonso sabendo que seu primo o vinha cometer pela parte de Galiza lhe saiu ao encontro na veiga de Valdevez a qual por causa desta batalha se chama ainda hoje a Veiga de Matança … aonde não havendo lugar de concerto se deu a batalha que foi uma das bem feridas daquele tempo.

    Por isso vendo o imperador que tudo corria próspero ao rei de Portugal e que uma boa estrela o guiava e que Deus o ajudava e que a si tudo lhe corria ao contrário, e que, se quisesse continuar a luta, maiores seriam os seus prejuízos, mandou enviados à presença do arcebispo de Braga, D. João, e a outros homens bons e pediram-lhes que viessem ter com o rei de Portugal para que fizesse e firmasse uma boa paz e para sempre. Assim aconteceu e chegaram a um acordo. Efectivamente numa tenda tanto o Imperador como o rei de Portugal se beijaram mutuamente, comeram e beberam vinho, e falaram a sós secretamente e, assim, cada um deles retomou a sua paz.”

  5. pois é , Ziggi , hoje poderiam , os do norte , ser galegos e saberiam perfeitamente o que é ser patriota : amar a nossa Terra com loucura !!! achar lacon con grelos a ,melhor comida do mundo , suspirar por ostras , mexilhões e boquerones , adorar tetilla e buey , como vinho ribeiro não há , é ter a certeza que se nasceu no paraíso ao ver as rías e o mar , os montes e as gentes -:) sentir uma gratidão imensa por nascer ali , no meio de gente simples e de uma natureza fabulosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.