Vamos lá a saber

É ou não verdade que podemos ter orgulho patriótico pelo Serviço Nacional de Saúde e seus profissionais, incluindo os directores, médicos, enfermeiros e auxiliares?

21 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. E também é verdade que foi encoberto pelos mérdia o papel miserável que tiveram os privados durante a crise pandémica.
    Até hoje, ainda não percebi qual foi o grau de participação do setor privado no alívio da pressão que caiu em cima do SNS.
    Não há uma estatísticazinha? É que fiquei com a sensação que estavam sentadinhos à espera do colapso dos hospitais públicos.
    Pelo que hoje transpira nas notícias -a acreditar que existe algum fundo de verdade- já recomeçou o ataque europeu às contas do SNS através de chantagem com os fundos.
    Claro que estas foram avançadas pelo Expresso, coordenado com o sindicato dos médicos e, não tarda nada, aposto que aparece o dos enfermeiros.
    Diz o idiota do Baldaia é o Costa que vai aplicar as medidas da troika.
    Eleições, a quanto obrigam…

  2. Acho que todos nós devemos, devíamos, congratular-nos por ter um Serviço Nacional de Saúde, este que temos, e no seu todo, e lamentar-mos a politiquice e incompreensão que por vezes o têm beliscado. Quem é perfeito?

  3. tanto quanto todos os outros países com sns. nem mais nem menos. aliás , só fizeram o serviço pelo qual são pagos , e que se supõe, está no contrato, cumprido com brio. é o normal.

  4. pelo que leio nos jornais e vejo nas telebisões têm sido uns heróis a salvar vidas pondo a própria em risco e sacrifício.
    pela parte que me toca tenho um problema de saúde de risco médio/elevado em banho maria há mais de 18 meses. médico de família não faz um corno e empurra para consulta especialidade no hospital que responde por causa do covid. último contacto que fiz sugeriram-me que fosse ao particular poprque os serviços estão muito atrasados.
    tanto quanto parece covid foram férias grandes para grande parte dos profissionais do sns, que são pagos pelos impostos dos utentes para trabalhar e salvar vidas, não vejo por onde hei-de ter orgulho numa merda que não funciona.
    o atendimento ficou amável e paciente no trato com o utente, mas não resolvem nada.
    outra coisa positiva foi o desaparecimento do bastonário guimarães e da bastonária cavaco das televisões que espero seja definitivo e a transumância dos médicos batista leite e bexiga para o mediatismo autárquico com incursões nos caixotes do lixo de sintra e a segurar o véu ao moedas.

  5. Apesar de inquinado pela politiquice, sempre que tive de recorrer ao SNS em caso de urgência, a última , uma operação ,já em tempos de Pandemia, considero que fui muito bem tratado. em termos de assistência médica. É óbvio, no que concerne à vertente hoteleira, poderia ser melhor, mas é o possível. o Hospital não é nenhum hotel.
    Da experiência no privado que também a tenho, em termos de assistência médica e enfermagem, não fui melhor assistido que no SNS, na parte de instalações e hotelaria são melhores.
    Tudo somado, o nosso SNS pode-se considerar-se de boa qualidade.

  6. “Tudo somado, o nosso SNS pode-se considerar-se de boa qualidade.”

    se trabalhassem em exclusividade produziam mais e era mais rápido, assim a grande maioria faz de conta que trabalha de manhã e à tarde vai para o privado aviar serviço que não fez aos utentes sns que não podem esperar e têm dinheiro para pagar.

    tem boa qualidade para quem é atendido, especialmente para cunhas e familiares de quem lá trabalha que passam à frente em todas as listas de espera.

    quem é que nunca ouviu: “aqui só pode ser operado dentro de 6 meses, mas lá fora posso fazer isso amanhã”

    este médico resolveu especializar-se em caixotes do lixo, acumula com deputado e hospital de cascais:

    https://twitter.com/RBaptistaLeite/status/1390029668921876480

  7. Os cães enraivecidos rosnam quanto podem contra o SNS !!!
    Fraco é o cão que morde a quem lhe dá de comer ! Tem de ser abatido !
    O SNS dá de comer ao Privado e este paga mordendo quanto pode quem ajuda a sustentá-lo !!!
    Sabeis a sentença ? Eu já a escrevi !

  8. Uma nota de vinte lhes deu a luz
    Gemeos multiplos de capuz
    Insidiam de eira a beira
    Passam ferias na marteleira
    Mereciam cair de trombose
    Mas são vitimas de pirose
    Abusam do copo 3 e morcela
    Xafurdam todos na mesma panela
    Dão a bilha na ilha terceira
    Hão de marar todos de caganeira!

    Assim é a xuxalhada
    Robin distraido
    Atacam pela calada
    Qualquer pobre individuo
    São um enorne perigo
    Hão de ter grande castigo
    Parolos trastes que se sentem divinos
    Hão de ser todos bem fodidos!

  9. Samuel,animalidades é contigo , sao anos e anos de experiencia como apontador de animal reprodutivo.

  10. Claro que sim !
    Mas deixe-me dizer que vai por aqui algum desconhecimento por parte de alguns acerca do privado ( já nem falo na deputada Catarina Martins, que à viva força quer confiscar os hospitais privados, pensando que estão apetrechados com tudo o que há de bom e melhor e mais um par de botas ) .
    Ora a realidade é que não é assim .
    Já tive que recorrer por várias vezes à urgência de hospitais privados e por duas vezes não tive vagas por falta de quartos, ( que estavam ocupados por pacientes enviados pelo sector público, com cheques-vale, então no inverno e no grupo Luz, é mato ) e por falta de especialistas no período nocturno ( sejam cardiologistas, gastroentereoligistas, etc, muito menos cirurgiões ) por conseguinte a cassete “ serviço de urgência 24 horas por dia “ é treta, apenas existe para coisas mais ligeiras, género, crianças com cabeça rachada, a precisar de meros pontos, etc.
    Decorre daí que, um AVC, um enfarte agudo do miocárdio, etc., pelo menos no período nocturno, tem de ser tratado num hospital público, portanto, no SNS.
    O problema do SNS são as listas de espera . Referiu um comentador, que há interferência de cunhas, seja por ligação familiar, seja por outro motivo, mas a informação que tenho é a de que são os serviços administrativos e não os médicos que encaminham os doentes do SNS para os hospitais privados .
    Quanto à vertente “hoteleira”, é verdade que existe mais privacidade, seja nos quartos duplos ou privados, e existe a opção de, sempre que possível, escolher a alimentação . Por exemplo, no Lusíadas, come-se bem, pela manhã vem uma senhora com um computador num carrinho e pergunta pelas preferências, seja de pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar, e ceia . Mas pode suceder, e já ocorreu comigo, que se peça um sumo de Compal, 100% garantidamente sumo natural em garrafa, e seja entregue um pequeno pacote de Santal com uma palhinha, indicado para crianças escolares e com apenas 50 % de sumo natural . Ou que seja pedido pão de forma e entregue pão integral com sementes ( o que num paciente recém operado ao estômago não pode suceder ) escudando-se a funcionária na desculpa que o Compal de sumo natural estava esgotado, ou de que, na cozinha trocam tudo .
    E já não falo no papel higiénico, que em ambos os dois privados acima citados era do mais barato do mercado, e do tipo lixa n.° 3 .
    No grupo Luz, nota-se desleixo, seja tomadas nas paredes meio tombadas, seja comandos de tv que só funcionam com murraças nos botões, seja mangueiras de chuveiro a pingar e a necessitar de reparação, idem para perlatores de torneira, a precisar de substituição, estores e persianas a precisar de conserto . Já no Lusíades onde estive, existe uma equipe de manutenção, devidamente identificada, que, logo que reportado, conserta tudo imediatamente .
    Resumindo e concluindo, existem problemas em ambos, mais investimento é necessário .

  11. Sim, o SNS e todos os profissionais que o incorporam merecem o nosso orgulho patriótico. O brio e a competência profissional de mãos dadas.

  12. o sns à semelhança da justiça é bom para os que lá trabalham e para negócio dos compadres. poderia ser um óptimo serviço se houvesse alguém que mandasse naquilo e acabasse com a autogestão das corporações profissionais, médicos e enfermeiros, que berram por tudo e mais alguma coisa no público e aceitam calados a exploração dos privados. uma vergonha, agora potenciada pela desculpa covid que uma franja de palermas não quer ver por motivos ideológicos. aguardemos as estatísticas da devastação feita nos últimos tempos para comparar com os números covid, entretanto continuem a bater palmas e chamar heróis a quem vos fode.
    herói sou eu, se quero uma consulta tenho que ir para a porta do centro de saúde às 6 da manhã para me dizerem às 10h que o senhor doutor hoje não dá consultas e marcações só por telefone no dia 30 de cada mês, caso o médico trabalhe nesse mês e haja ainda vagas.

  13. “Sim, o SNS e todos os profissionais que o incorporam merecem o nosso orgulho patriótico. O brio e a competência profissional de mãos dadas.”

    não tarda estão a dar vivas ao ventrix, legião de honra à cavaca, uma comenda ao miguel guimarães, medalhas aos médicos que recusaram assistência aos lares alentejanos e aos enfermeiros que marcaram greves nos períodos difíceis do covid.

  14. vai-te foder, se queres ser bem atendido ( na hora, paga ) poupa dinheiro ( por exemplo, o gasto com o computador, que serve para aqui vires debitar asneiras e ressentimento) se calhar nem impostos pagas e queres um serviço 5 estrelas .

  15. é o que dá confundir um acto operatório com uma autópsia ou a inutilidade de uma consulta médica depois de ter morrido, mas continua a haver muito artolas que não percebe que a universalidade do sistema só se aplica aos vivos e que ressuscitar não vem no cardápio das especialidades médicas.

    o serviço nacional de saúde é público, universal e tendencialmente gratuito
    https://s-1.sns.gov.pt/institucional/politica-de-saude/enquadramento-legal/

  16. O meu pai foi convocado para uma consulta de oftalmologia no SNS três anos após ter morrido . Era um pré requisito para uma operação às cataratas .
    O comentarista que clama acima contra as corporações, cavalgando a onda da contestação, se calhar também deve defender o alargamento da especialidade de Medicina ao Instituto Superior da Maia, já há mestrado em Animação Desportiva .

  17. “O meu pai foi convocado para uma consulta de oftalmologia no SNS três anos após ter morrido .”

    portanto as consultas de oftalmologia nessa altura já estavam atrasadas em 3 anos

    “Era um pré requisito para uma operação às cataratas .”

    deverias ter vergonha de fazer piadas com a morte do teu pai, caso tenha morrido por causa das cataratas.

    “O comentarista que clama acima contra as corporações, cavalgando a onda da contestação, se calhar também deve defender o alargamento da especialidade de Medicina ao Instituto Superior da Maia, já há mestrado em Animação Desportiva .”

    quem cavalga ondas de contestação são as corporações dos médicos e enfermeiros com o apoio ou passividade dos palermas como tu que acham coisas e sofrem de cataratas.

  18. “ portanto as consultas de oftalmologia nessa altura já estavam atrasadas em 3 anos” .

    atrasado és tu .
    dependendo da variância e do desvio padrão, que são medidas de dispersão utilizadas nas tuas técnicas matemáticas, seriam 2 ou 1 anos, por ele ter marcado a consulta após ter falecido .
    para uma pessoa normal, o entendimento é que estavam atrasadas pelo menos mais que 3 anos .

    “deverias ter vergonha de fazer piadas com a morte do teu pai, caso tenha morrido por causa das cataratas.”

    morrer de cataratas vais ser tu quando me caires nas mãos e te fizer uma colonoscopia a partir do olho do cu e a terminar no olho das ventas .

    “quem cavalga ondas de contestação são as corporações dos médicos e enfermeiros com o apoio ou passividade dos palermas como tu que acham coisas e sofrem de cataratas.”

    não é crime . não existe nenhuma lei que proíba medicos e enfermeiros de se deslocarem a cavalo, em charrete, ou até mesmo em carroça .
    e por falar em carroça, estás bem é para andar a puxar uma carroça em lisboa .
    é mais um valor acrescido no teu currículo.

  19. “seriam 2 ou 1 anos, por ele ter marcado a consulta após ter falecido”

    o teu era muito à frente, marcava consultas depois de morrer.
    se calhar ainda recebes a reforma do morto.

    o resto responde por si a idiotas como tu.

  20. “ mortos que entopem listas de esperma”
    “ o teu era muito à frente, marcava consultas depois de morrer.se calhar ainda recebes a reforma do morto.” “ este tamém deve ser da tua família”

    expressões publicas do mais fino recorte socialista .
    o teu avô deve ter comido uma meretriz na fonte betuminosa, o teu pai foi celebrar há 19 anos para os três K , embedou-se e do incesto com uma irmã nasceste assim deturpado, filho da puta e de pai incógnito .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.