15 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. o importante é perceber qual o beneficio que retiram Costa e Medina de apoiarem o Vieira.. há uns séculos pelavam-se para aparecer ao lado do cardeal e do bispo , agora é ao lado dos homens da bola : como evoluíram os ópios , não é?

  2. Os danos a haver dependerão dos papalvos que engulam as politiquices dos políticos e comentadores que ávida e insidiosamente se atirem ao caso. António Costa, primeiro ministro, português, socialista, já deu a entender, claramente, que o próximo Presidente da República que, na hora actual, (por isto e por aquilo, terá ele considerado), mais importa ao país, é Marcelo Rebelo de Sousa. António Costa, primeiro ministro, português, socialista, adepto e sócio do Benfica, aceitou integrar a comissão de honra de recandidatura de Luís Filipe Vieira a presidente do Benfica, revelando, naturalmente, que entende que é essa melhor opção para o clube. Verdadeiramente, onde é que está o escândalo?

  3. na verdade mete nojo que um adepto benfiquista não se importe de ter um escroque caloteiro na direcção do clube e até o apoie ; por outro lado , isto põe a nu , para quem quiser ver , que na politica ( socrates) e na bola (vieira) hoje em dia , no século dos fakes , interessa quem parece obter resultados para os “adeptos” -maiorias absolutas , campeonatos- independentemente do grau de bandidagem do sujeito ; mostra também porque Costa virou a cabeça para o lado quando o chefe começou na bandalheira….

  4. Continuando: O Presidente da República diz que vai falar como Primeiro Ministro sobre o seu apoio a Luís Filipe Vieira, será que ele também falou com o Primeiro Ministro sobre o seu apoio a Marcelo Rebelo de Sousa?

  5. Esta, e ver o filme.

    Adenda, dizia eu que. Que não via o Silva Pereira há tempos: está velho, engordou bastante e, fazendo o filme todo, até faz tremer um cristão… Pedro, o dito, é vice do PE por escolha do PSE nas negociações com o PPE; Jorge Coelho vai tratar da sua “outra vida”, a Efacec que está nas mãos do Estado está a desvalorizar-se, dizem, à espera de um negociante de favor eventualmente, Vítor Escária foi nomeado recentemente chefe de gabinete do PM, Arons de Carvalho foi o nome do PS que passatá a integrar o Conselho Independente da RTP (veja-se e compare-se: o PSD apresentou a Leonor Beleza que neste campo não tem dezenas de cadáveres), António Costa e Fernando Medina surgem como cabeças de cartaz da Comissão de Honra do Luís Filipe Vieira…

    Ora, caros, a naturalidade com que estas coisas são feitas obriga-nos a ver o filme todo: um roubo de igreja está a acontecer, neste momento.

  6. Pelo que vê nos comentários nas tvs o dano é grande, apoiar um ladrão que corrompe juízes não é pêra doce. Além disso, e segundo o nosso ácaro transformado em assobiador de apito, o vieira controla a justiça húngara e anda metido com a odebrecht. Mais recentemente parece também controlar o ventura, só para se ter uma ideia da dimensão da infâmia.
    Dito isto, na prática não me parece que venha a perder ou a ganhar grande coisa. É mais uma polémica para o twitter e os canais de notícias-24h.

  7. os ganhos e perdas devem ter sido calculados pelo costa antes de tomar a decisão e não acredito que sejam muito diferentes dos pró & contras desta página: https://scbraga.pt/marcelo-recorda-o-22-de-maio/ cujo actor principal diz que vai puxar as orelhas ao costa na próxima reunião seminal e que já se começou a dizer: eu nunca apoiei o *salvador*.

  8. Não se trata de danos nem vantagens, apesar de pensar que o primeiro pensamento de Costa foi uma contabilidade entre os mais e os menos da tão apregoada popularidade do Benfica. O problema, verdadeiramente, tem a ver com a promiscuidade entre o futebol e a política num país como o nosso. O futebol, com é discutido entre nós, é muito negativo para o nosso desenvolvimento cívico. Os políticos no ativo, presidente da República incluído, deveriam ser, assim, mais pedagógicos e colocar o futebol no devido lugar, o qual terá de ser sempre secundário ao que verdadeiramente importa. Não, não deveria aceitar o convite. Não, não deveria abraçar-se ao Luís não sei quê Veiga e deixar que a mão deste lhe desse duas amigáveis palmadinhas no cocuruto ministerial. É tudo uma questão de higiene.

  9. Obviamente nenhum. Tão simples como isto. Tudo o que se diga ou escreva para além disto é tão só retórica politica ou dor de corno.

  10. considerando que a principal (única?) característica marketeável de rui rio é a sensação de impoluto que transmite e que foi precisamente “contra” o futebol que a granjeou, a conclusão parece-me mais ou menos óbvia.
    mas creio que a pergunta mais importante e interessante é porque arrisca Costa um apoio deste tipo que tantos dissabores lhe pode causar no futuro? quem responder com está no seu direito enquanto cidadão individual ainda não percebeu nada de nada

  11. Em boa verdade, já sabemos que Costa privilegia os seus amigos mais indesejáveis. O apoio a mais um delinquente com vários processos na justiça não pode, por isso, surpreender. De resto, Costa, há muito, que confraterniza , no camarote presidencial da Luz, com os maiores caloteiros deste país: Berardo, Vieira, João e Paulo Guilherme e outro do top-10 !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.