7 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. Proibido fumar na rua.
    Proibido beber na rua.
    Proibido andar na rua sem máscara.
    Proibido andar na rua em manada.
    Acho que não devemos imitar a Espanha, devemos é criar uma proibição nossa mas que englobe tudo.
    E que tal:
    – Proibido respirar na rua.

  2. gajos como tu deveriam estar proibidos de respirar em qualquer lugar. no meio duma pandemia com malta a morrer aos molhos em todo o mundo milita por aqui um pugressista da festa do avante a queixar-se da falta da liberdade de poder infectar os outros. aproveita o corredor e baza para a china que para veres como é que se controlam pandemias a sério, não é esta fantochada europeia que quer salvar a economia à custa da vida dos velhos.

  3. Ó totó o ano passado houve mais de 3000 mortos e tavas aí caladinho este ano estás histérico com 1800 mortes.
    Tira a máscara dos olhos ó totó, e lê qualquer coisa sobre vírus, ou vê os bonecos deves gostar mais.

  4. é proibido fumar na rua , esplanadas e tal se não for possível guardar a distancia de segurança , os tais 2 metros, creio. se respeitarem a distancia podem fumar. mas claro , andarem para cá e prá lá nas ruas , de copas , vai ser difícil…
    quando os espanhóis mandarem à merda esta treta toda aí é que é para imitar , até lá , tendo em conta a pouca vida que os portugueses fazem na rua , acho que não é preciso.

  5. Mais que fumar na via pública, devia pura e simplesmente ser proibido fumar .
    E já agora essa merda das patinetes ( rápidas, super silenciosas e eficientes rapa-canelas, ) skates, bicicletas sem campainha e sem farol a circular de noite, deambular completamente alheio ao mundo, na Lua a falar ao celular no passeio e mesmo a atravessar a rua, donde interdição de celulares na via pública, quanto ao resto sou preguiçoso demais para escrever o que falta .
    Já estive internado 5 dias e a médica de Medicina Interna detectou que eu sofria de ansiedade por abstinência ( tabagismo, 1 maço por dia ) e sem eu pedir nada mandou o enfermeiro colar um penso castanho grande redondo no ombro, na omoplata, resulta que é uma maravilha, tem nicotina, e não tem a nefastosidade da combustão do cigarro tradicional.
    Já tentei substituir os cigarros por caramelos mas não deu resultado, via-me atrapalhado e não conseguia acender os rebuçados.
    Vou tomar a medicação antes que escreva mais asneiras .
    Boa Noute .

  6. Já que queremos ser todos muito sérios, porque não proibir a condução de carros onde existam pessoas a passear a pé de modo a não as poluir ? Aparentemente, uma das maiores causas de poluição da sociedade mundial e portuguesa continua como sempre em voga, porque os diesel gates e outras “tretas” dos medias os aconselham para bem da maior indústria poluidora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.