22 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. Há várias e uma delas é Centeno que tem e sabe que tem as costas largas e entender que devia fazer o empréstimo e fê-lo aliviando Costa da responsabilidade com a concordância ou não deste. Ninguém quer ou não quer Centeno nas Finanças, no Banco de Portugal ou na Europa. Ninguém quer ser apontado como responsável pela abandono de Centeno porque ninguém sabe se pelo menos no momento actual haverá quem o possa substituir com vantagem ou mesmo com alguma igualdade. N-ao vale muito a pena especular.

  2. Primeiro ponto: existia alguma alternativa à não injeção de capital? Pode um Estado não cumprir obrigações assumidas sem graves consequências?
    O OE provisionou verba para o efeito? Existem prazos a cumprir?
    Assumindo que o Estado está vinculado a cumprir os compromissos que assumiu, nos termos que aceitou, estamos a falar de um procedimento de rotina, como pagar aos funcionários do Ministério da Defesa até ao dia 20 de cada mês!
    A questão principal foi ao estado a que isto chegou na Banca, aos trapaceiros que conduziram o processo de Resolução! Foram os mesmos que conduziram a venda até a uma situação limite, sem outra alternativa que não fosse aceitar o menos pior! Até ao teto máximo, pois, ter esperança é perca de tempo…

  3. Bueno, ainda que não o possa provar cientificamente, yo creo que… a direita ordinária que temos tinha duas hipóteses: ou se agarrava à coisa-a-modos-que-assim-acima ou se agarrava à quinta perna do boi. Estando a segunda pontualmente desaparecida, sobrou-lhe a primeira.

  4. que o Costa é distraído já nós , infelizmente, sabemos. não é a 1º vez que lhe comem as papas na cabeça…ou que nos toma por parvos , sei lá.

  5. A explicação é a mesma que está a ser dada para o desconfinamento . Fazer dos portugueses totós. Só é pena que alguns ainda acreditem.

  6. Mas quando é que esta malta se convence que, em questões de banca, quem manda em Portugal é o BCE?

    O BCE chateou-se com a bazófia do Costa (auditorias, e tal…) e mandou o Centeno cumprir o acordo.
    Manda quem pode, obedece quem deve.

    É tão simples…

  7. Manolo Heredia, eu acho que quem deve ( no caso, o banco do desdentado Ramalho ) é quem manda, de resto, não é só o BCE a fazer laradas, a comissária Verstagher também mandou que o Banif fosse vendido ao Santander e penso que até fixou o preço . Porquê ?
    Logo após a negociata, mais concretamente no trimestre seguinte, o Banif já estava a dar lucro ao Santander !
    Pôrra !
    Alguém mantenha a conta bancária desta senhora sob vigilância !

    De resto, é o habitual, o brutóide do Beiças dos Santos fez o que se sabe, ao Sócrates, este actual detentor do Ministério das Centenas, apenas lhe seguiu os passos e manteve a tradição.
    Passos, esse, fez tanta merda, que exigiria muito teclado .
    E aquele outro calhorda, o ex-ministro Catroga ( lembram-se do mister Magoo dos cartoons ? É quem o Calhorda me faz lembrar ) que sai de uma porta lateral e aborda de rompante, Costa, com a seguinte cantilena “ snr. Primeiro-Ministro, os accionistas da EDP querem ter uma palavrinha consigo “ ?
    Costa, apanhado de surpresa, não reagiu no momento, nada disse, mas acho que deve ter pensado, “ diga-lhes que vão conversar com o caralho ! “
    Enfim, noutro local discutiu-se a existência ou não de Deus, e o escandaloso negócio de Fatima, treta que já foi magistralmente explicada, dissecada e desmontada pelo padre Mário de Oliveira, bem como pelo padre Anselmo Borges, um homem muito culto, – quanto a este ver o texto do Expresso sob o título “ Padre Anselmo Borges: “É evidente que Nossa Senhora não apareceu em Fátima”, – a existir Deus, então é muito tolerante, pois que Mexia e Ramalho são dois bastardos que muito dificilmente qualquer ser humano mediano pode tolerar .

    PS : hoje não estou muito virado para a paródia ( pô ! cabe na cabeça de alguém assinar um acordo em que enquanto existir prejuízo, o causador, mama sempre do Estado ? ) porém, on second thought, é possível que exista deus, afinal, os brasileiros, por exemplo, sempre que vêm passar uma fêmea bem apetrechada, atalham logo, “ Deus é bom ! “
    Isso passa-se no país da bundas liga, não confundir com bundesliga .

    E não, não respeito os “católicos de fatima” assim como a religião católica nunca respeitou ninguém, veja-se a intolerância e as perseguições ao longo do tempo, a infame Inquisição, e, no presente, o escandalo da pedofilia em massa .
    Ainda sou do tempo em que para arranjar emprego na função pública era preciso um papel da pide a dizer “nada consta como inimigo do Estado” e um atestado do padre a referir que era bom católico.
    E também não perdoo ao descarado – e desdentado – do Ramalho do novo banco-velhas cantigas, por ter perdoado 40 milhões à clínica do doutor Malô, sem sequer ter aproveitado para tratar os dentes !

  8. O Sr. Nicolau Santos já leu hoje, na rádio de todos nós, a resposta a essa pergunta, conforme o patrão lhe ditou. É ir ouvi-lo: foi tudo despeito do Dr. Centeno por ter deixado de ser Ministro de Estado. E, desta vez (ao contrário do que é regra, veja-se aquela do “Já não vem aí o FMI”), ouvindo os fretes do Sr. Santos até aprendemos alguma coisa sobre o que vai acontecer a seguir.

  9. Depois do Costa responder à Catarina Martins devia ter aparecido o meme do caixão e a malta percebia logo.

  10. mas será que estes calhordas esqueceram-se do BPN e aquela casa sobre as ribas onde não se podia construir, ou o outro que fez a famosa reforma administrativa o dr. Relvas, conforme os gostos dos amigos

  11. Atrevo-me a especular, que, conforme “words from the horse’ mouth”, foi por falta de comunicação.
    A comunicação, social, tem culpa ! Sem dúvida ! Devia ter actuado por antecipação, mas o vírus atacou os cabos eléctricos e os microfones nos gabinetes ministeriais, estavam em coma nos ventiladores .
    O “assumpto” estava nas mãos do secretário de estado, Quarenteno, e enquanto existisse pendência de auditoria, a teta estava confinada .
    Afinal, viu-se que estava, era, co-financiada .
    Hipótese a não desacartar, é a de que a vóvó Graça da DGS, possa ter emitido parecer, no sentido da possibilidade da injecção financeira, desde que, assegurada a etiqueta, seja, luvas, máscara e transporte de valores em caixotes e viatura blindada devidamente desinfectados.
    Só não sei se o ministro Centeno foi ao volante, vestido de fato-macaco pandémico. Mas é o mais provável.
    E se Costa o acompanhou, então, Centeno enfiou-lhe na cabeça um chapéu, e fê-lo passar por chapéu verde, que, como geralmente é sabido, é designação que se usa na China, para designar um marido enganado, ou mais prosaicamente, um corno .
    Nunca, mas nunca, ofereçam um boné ou um chapéu verde a um chinês !
    Só não sei, nem me atrevo a adivinhar, se ambos fizeram figura de urso, ou de camelo .
    É por uma questão de respeito para com o Zoo !

  12. Apelo Urgente, ou
    Apelo Dramático, ou
    Apelo Lancinante, ou
    Apelo Uma-Porra-Qualquer

    Pede-se encarecidamente, ou urgentemente, ou dramaticamente, ou uma-porra-qualquermente à quinta perna do boi que suspenda provisoriamente a nobilíssima tarefa de inseminar as madamas que povoam os nossos belos prados (peidando-se sem folgas nem dias santos e agravando dramaticamente o efeito de estufa, o aquecimento global e os pesadelos e insónias da Greta Thunberg) e regresse com a máxima urgência a esta coisa-a-modos-que-assim à beira-mar plantada para que a direita ordinária que nos coube em sorte deixe em paz a coisa-a-modos-que-assim-acima e tenha qualquer coisa de substancial a que se agarrar.

  13. “Empréstimo de 850 milhões ao Novo Banco”.
    Empréstimo? Para ser pago quando? No dia de são nunca à tarde. Teoricamente será um empréstimo, só que o pagamento é pelo prazo de – “a perder de vista”.
    Mas porque é que nunca ninguém se preocupou em conhecer o contrato negociado pelo Sr. Sérgio Monteiro?
    Talvez que no dia em que esse contrato fosse conhecido se compreendessem todas estas andanças de agora. Tudo o resto é areia nos olhos!

  14. O Costa “sabe-a” toda, deixa queimar desde um complicado Sócrates até uma discreta ministra dos fogos…até um enorme ministro das finanças.

  15. Talvez não seja bem assim, pode suceder é que Costa não goste de se deixar queimar, tá bem ?

    Quanto ao Fundo de Resolução . É claro que os bancos não querem pagar o prejuízo do(s) outro(s) banco(s) . Tal aversão, tem alguma razoabilidade . Afinal, quem de nós, comuns mortais, está disposto a abrir os cordões à bolsa, para pagar os erros financeiros dos nossos outros concidadãos ?
    Era previsível que, alegassem falta de meios, e empurrassem o ónus para o Estado .
    Portanto, quem vai pagar, vamos ser todos nós, contribuintes, e, a treta do empréstimo do Estado, reembolsável, é treta .
    A pagar alguma coisa, os bancos pagarão o que quiserem, como quiserem, e quando quiserem.
    E isso, se não forem perdoados .
    O chamado Fundo de Garantia dos Depósitos, que assegura até 100 mil euros por cada titular, é outra estória da cachorrinha .
    Existem cerca de 28 milhões de contas de depósitos a prazo, e não há provisões constituidas pelos bancos para cobrir tal obrigação.
    Enquanto não se estabelecerem penas e consequências bem pesadas – para administradores bancários, e consequências graves para os accionistas, que podem ir até à perda total de bens, móveis e imóveis – os “ financeiros “ continuarão a escudar-se na chantagem do “ too big to fall “ e a intimidar e chantagear o poder político. A única obrigação que respeitam, e continuarão a respeitar, são os acordos de cartelização de taxas, comissões, anuidades, e por aí fora .

    O Oliveira do BPN morreu na cama, e o Salgado, nem sequer irá a julgamento .
    E daí, até talvez se poupe dinheiro ao erário público . Caso viesse a ser julgado e condenado, é provável que se tivesse que construir uma prisão com vista para o mar, preferencialmente, na herdade da compota …

  16. Yo, detecto aí falhas de memória e lapsos históricos.
    Per Yo, temos o parlamento inteiro . E o hemiciclo, que será metade .
    Hemiciclo será meio parlamento, 180 graus, e o parlamento inteiro, são 360 graus .

    Centeno, é membro do governo, e não deputado parlamentar .
    Se é a única pessoa boa no parlamento inteiro, então, o parlamento inteiro, é composto pelos membros do governo, e pelos parlamentares, própriamente ditos .

    Quando a coisa aquece, ferve a 90 graus, e não a 180, nem a 360 .

  17. Sei não …
    Magina !
    Se você diz, fala a voz da experiência, já está acostumado, hehehe .

    Este Valupi / Ignatz, é tão maluco que quando enfia duas duplas baterias A pelo cu acima, exclama “ i’ve got the power “ .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.