15 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. TVI passa a CMTFB – Correio da Manhã Telenovelas, Futebol e Badalhoqueira.
    TVI 24 passa a CMPP – Correio da Manhã Propaganda Populista.

  2. Alargamento do esgoto a céu aberto.
    Já agora, ainda não vi nenhum abaixo assinado dos personagens do costume 8 até parece um acordo Jerónimo-Rio…) a protestar contra esta transação…. como estão afazer com o aeroporto do Montijo.

  3. O mesmo que a Globo nas mãos do lavajatismo da ultradireita. Instrumentalização de maningancias mediatico-judiciais ao serviço de um projecto de poder político.

  4. Espero o mesmo que vejo em relação aos restantes operadores: a obediência aos donos e às audiências.
    Com excepção da RTP2 e, vá lá, RTP3, tudo o resto também é pouco recomendável.
    Foi com pena que vi a SICnotícias alinhar pela CMTV.

  5. Até acho bem quer tenham comprado aquilo, desde que se contratem o casal Moura, o Careca da RTP, o Ferreira da XIC, o Crespo e aquele gajo dos erres. Ao menos fica a merda toda na mesma fossa.
    Já não acho bem que seja crime o PS de Sócrates ter tido a intenção de comprar e agora se consinta e aplauda uma espécie de monopólio de militância de direita na comunicação social.
    Esta é a prova que as teorias de Arons de Carvalho, o guru PS para a CS, foram um falhanço total, em vez do equilíbrio temos o domínio descarado da direita trauliteira,

  6. a cofina deve 14 milhões a segurança social hà bués e não paga porque estão falidos. a solução de financiamento imediato passa pela compra da tvi com respaldo da iurd. depois logo se vê, se der para o torto a cofina vai pró galheiro, a iurd fica com a televisão que nunca teria e os impostos que pagamos cobrem o buraco. portantes aquilo só vai ser gerido temporáriamente pela linha manhólas, depois passa para o universo de deus, donde aparentemente nunca saiu desde o cavaco ofereceu aquela porra à igreja. no problem enquanto a iurd não concorrer a eleições ou apoiar candidatos à coisa pública.

  7. Quando falir, o governante que estiver de serviço, põe a mão por baixo e injecta dinheiro .
    No regime dito democrático da III Rep, é assim que se resolvem, e assumem, a nível estatal, os riscos e os prejuízos de privados, inerentes ao exercício de um negócio.
    No tempo do Salazar, no mínimo, o Chairman, caía abaixo da cadeira .
    Mas depois, ocorreu uma miserável alteração a tal prática, e o próprio Salazar, é que acabou por cair da cadeira ( na verdade, dizem, coitadinho, caiu na banheira ) .
    Ora, modernamente, como o poder judicial, nunca consegue distinguir um Ceo de um Chairman, na dúvida, pró Ceo . E o desastrado, enfim, lá acaba despachado, com um pontapé para cima, com os bolsos cheios de dinheiro … ou, então, se não quiser trabalhar mais, guia de marcha para as tropas aero-transportadas, onde como punição, recebe um pára-quedas dourado . Castigo exemplar, olaré ! Sem esquecer, que, adicional e cumulativamente, pode sempre também recorrer do castigo, através do exercício do legítimo direito de defesa, por via da inquestionável utilização da figura da vitimização, para, tentar arredondar a conta, com uma indemnização extra a sacar ao estado, por ter sido afastado, pelo simples facto de ter espatifado uma empresa …
    E quem diz uma empresa, diz um país, a lei e a punição é a mesma, já que uma nação deve ser regida do mesmo modo que uma governanta governa uma casa . Portanto, se o prejuízo causado for de tipo caseiro e de pequena monta, deve ser tratado de de um modo, e o castigo, digo, a recompensa, deve ser uma, se for uma grande empresa, deve ser tratado de acordo com a magnitude do desastre . É o chamado princípio da proporcionalidade, nunca ouviram falar ?
    Porra, os doutores da lei andam sempre com essa merda na ponta da caneta !

  8. No tempo do Salazar, no mínimo, o Chairman, caía abaixo da cadeira .

    tá bem abelha. no tempo do botas não havia falências porque estado comprava tudo aos industriais da acção nacional popular. quem não fosse do regime não tinha cunha, o crédito era aprovado com o aval da pide e quem não conseguia pagar as dívidas suicidava-se.

  9. Vai ser um sucesso maluco! Duas CMTV a massacrar os neurónios portugueses e a Ana Leal vai ser aumentada para fazer mais reportagens escandalosas e mentirosas. Ninguém a processou por mentir com a reportagem da doente oncológica que “estava impedida”de conseguir os medicamentos. Portanto ninguém a vai parar. E se já éproclamada como grande nas redes sociais, imagine-se agora.

  10. ksfodam a tvi e os cofinórios todos, puta kos pariu

    se estão contentes com os brilhantes resultados que estão a obter, pois que insistam na velha receita

    mas depois não se venham lacrimijar que a Esquerda tem dois terços de S. Bento, raisparta…

  11. Ó snr. Sopas de Letras, por favor, não interprete de forma errada, o que escrevi .
    Faltou-lhe acrescentar que, quem era do contra, não podia trabalhar no seu ramo de actividade . Por exemplo, a dra. Barroso, que era actriz, e não uma qualquer, pois que se ufanava de ter o curso ( superior ) do Conservatório, logo que o regime foi abolido, voltou logo à sua actividade natural de representação teatral, nada tendo exigido à laia de compensação, pelo “ trabalho anti-fascista “, não tendo, em suma, nunca ocupado lugares, dependentes de um outro modo, da manjedoura do Estado . Idem aspas, para o marido, que voltou a exercer advocacia .
    E assim ficou, marcada para o futuro, a essência do PS .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.