8 thoughts on “Uma solução desportiva para o vazio de poder no Egipto”

  1. O problema é mesmo esse: a voz não o recomenda como líder. Nem no Egipto onde lhe chamam com graça Manuel Ramsés…

  2. Primeiro o Fernando Santos em directo da Grécia no Prós e Contras, e agora Manuel José em directo do Cairo… cada país tem os enviados especiais que merece!

  3. Desta não gostei, Valupi. Sâo muitos milhões na miséria a tentar elevar-se da vida para onde os jogos das «potencias» os empurraram. Até o premio Nobel deram a um ditador por ter feito um cozinhado ao gosto ocidental, lá na Palestina.
    O povo que se manisfesta no Cairo não merecia esta tua brincadeira, como se aquela gente fosse uma clac de futebol.
    No melhor pano cai a nódoa. Acontece. Vou continuar a ler-te com gosto.

  4. Não leias, Olimpio Dias. Deves é partir já para o Egipto e ires explicar ao povo que se manifesta no Cairo que não há razões para ficarem chateados comigo. Foi um deslize, não voltarei a repetir, tá?

  5. Eu que não percebo nada de futebol, nem cá nem lá, estou de acordo. Salvaguardando, obviamente, as ofensas bilaterais…

    A leste do futebol como estou sempre, pensei inicialmente que a ideia era mais o José Manuel… JMF! Hi, hi…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.