TSF, não se abandalhem

A TSF publicou nesta segunda-feira um artigo indigesto: O chocolate faz bem à memória, palavra de investigador. Não está assinado, pelo que nem sei se tem autoria na casa. O certo é que saiu com um título descontraído, brincalhão. Há neste momento uma praga de títulos a armar ao pingarelho – gerada pelo Observador e Expresso, pelo menos, e até o Público já mostra querer imitá-los – que suponho estejam a dar muito gozo aos editores mas que ao mesmo tempo aumentam a descredibilização da imprensa escrita para níveis de um amadorismo nauseabundo.

Ora então, afiança a TSF, a tal rádio cuja única missão é dar notícias e fazer notícias, existem algures neste mundo investigadores que estudaram o chocolate e o relacionam com ganhos de memória. Eis a abertura da peça:

"Há prazeres que não são pecado e o chocolate, em doses moderadas, é um deles. A revista científica "Nature Neuroscience" acaba de publicar um estudo que comprova, pela primeira vez, os seus benefícios para o cérebro."

Prazer, pecado, chocolate e um estudo pioneiro. Qual destes elementos tem alguma relação com a fonte da notícia – Dietary Flavanols Reverse Age-Related Memory Decline – a qual até vem citada com ligação digital? Nem um. A investigação não foi feita com chocolate. A investigação nem sequer foi feita com cacau. A investigação foi feita com certos ingredientes do cacau, devidamente separados e preparados para a experiência. Donde, não é possível repetir o mesmo processo usando para o efeito chocolate ou cacau. Aliás, no texto do artigo que, aparentemente, o autor da peça (não) leu pode-se passar os olhos por este aviso:

The researchers point out that the product used in the study is not the same as chocolate, and they caution against an increase in chocolate consumption in an attempt to gain this effect.

Será este um assunto importante? Alguém se incomodará pela deturpação grosseira de uma notícia do foro científico sem qualquer relevância imediata para a segurança ou saúde das pessoas? Diria que quão melhor, mais funda e larga, for a memória de cada qual, mais as respostas tenderão a ser sim e sim. Quem nos engana, ou se engana, a respeito do chocolate deve largar o jornalismo antes que nos engane, ou se engane, a respeito do cacau. Do nosso.

7 thoughts on “TSF, não se abandalhem”

  1. interessa-me imenso, até porque me socorro das fontes de informação noticiosas que tenho como certas das fontes primárias. mas havia de haver alguém responsável por ler estudos e passar essa informação aos media de cada país – uma informação homogénea e sem asas para deturpação. (olha um novo posto de trabalho :-))

    no entanto, e querendo apenas amenizar um pouco a má imagem da TSF, lendo todas as fontes, talvez tenha sido esta passagem a dar origem ao erro:
    Then, in a controlled randomized trial, we applied these tools to study healthy 50–69-year-old subjects who consumed either a high or low cocoa–containing diet for 3 months. A high-flavanol intervention was found to enhance DG function, as measured by fMRI and by cognitive testing. Our findings establish that DG dysfunction is a driver of age-related cognitive decline and suggest non-pharmacological means for its amelioration.

    http://www.nature.com/neuro/journal/vaop/ncurrent/full/nn.3850.html

    obviamente que não justifica mas talvez seja a causa do mal visto tratar-se de uma publicação especializada e de referência. terei de redobrar a minha atenção. é nestas alturas que a dissonância cognitiva não faz sentido: redobrar a atenção, sim, continuando a ganhar o mesmo.

  2. os tsf precisam de encher xóriços para passar o tempo e qualquer estagiário a custo zero serve para satisfazer as olindas das ex-crónicas femininas.

  3. o palhaço pobre mas de espírito, acordou cedo! é como o cão de fila,mas treinado para perseguir mulheres!

  4. há tanto alimento que não engorda, rico em flavonoides, e foram logo escolher o chocolate.deve ter sido um encomenda de alguma fábrica!

  5. É os gajos que não sabem ler orçamentos? E que querem ser PM ? Que querem apenas circo mediático e jornalistas e blogueiros distraidos e preocupados infantilmente com chocolates e enganos …

    Deve ser tambem indiferente que o costa não saiba sequer ler um orçamento de estado e que a TSF não saiba relacionar isso com os f lavender do cacau?

    Mas eu concordo: para os indigentes intelectuais a que ele se dirige e que constituem a base do seu eleitorado, os factos e a realidade são irrelevantes, e por isso ele pode dizer as maiores enormidades, que é o que faz quando abre a boca, ou não dizer nada que é o que tem feito sobre assuntos cruciais para a governação, sobretudo a que pretende fazer se for eleito, porque isso é igual ao litro e nem essa gente teria capacidade de perceber.

  6. chocolates & orçamentos,daqui para a frente, para escolhermos um candidato a pm ,a condiçao primeira é saber ler um orçamento. olha meu amigo, o teu argumento, é de quem não gostou da eleição do antonio costa.quando ele for pm ,tem o ministerio da economia e finanças, para tratar dessas coisas, para depois apresentar os resultados,ao chefe do governo. quem não sabe ler (nem sinais) é o actual governo, que insiste na mesma receita.Nota: quando a economia está mal.esse problema é com as empresas.quando estão a correr bem aí,já é merito do governo!

  7. lembrei-me mesmo agora de uma coisa que me esqueci de dizer: já não me lembro por quem mas o Observador foi considerado o melhor site de 2014. ando a repensar nisto tudo, é o que é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.