Toda a verdade sobre o caso Sócrates

Sócrates, entre 2005 e 2011, foi o maior corrupto da História de Portugal e um dos maiores corruptos da Europa (é contar o número de chefes de Governo que foram acusados e condenados por corrupção desde sempre). Mas já antes tinha sido corrupto, logo em 2002. E até antes, basta olhar para umas casas não sei onde e tal. Depois de sair do Governo, começou desenfreadamente a gastar o dinheiro que ganhou na corrupção da forma mais discreta que conseguiu encontrar: indo viver no luxo parisiense e dando-se ao luxo de voltar a estudar. Em 2014, Julho, sai uma notícia onde se diz que a sua corrupção foi descoberta e que a prisão estava iminente. Sócrates foi à TV exibir-se indignado, dando assim sinal de que tinha lido a notícia. Nos meses seguintes a prisão de Sócrates passa a ser tema corrente no bas-fond político-jornalístico. Semanas antes da sua detenção, já são muitos os jornalistas que estão preparados para o acontecimento que pode ocorrer em qualquer altura. Sócrates continuou como se nada se passasse ou, a passar, não fosse nada com ele. Todos os domingos, tinha local e hora marcada para aparecer. E andava muito de avião, parecendo perceber o essencial da logística relativa à compra de bilhetes e ao arrumo das malas de viagem.

Nisto, a 20 de Novembro, Sócrates toma conhecimento de que é desta, estão à espera dele no aeroporto da Portela. É então que lhe ocorre que poderá ter sido escutado durante meses e meses, que a sua única conta bancária terá sido devassada pelas autoridades judiciais e que o melhor seria conseguir ver-se livre de um certo computador cheio de provas da sua vida corrupta que estava no edifício Heron Castilho para lhe fazer companhia ao regressar. Entra logo em contacto com a sua empregada doméstica e esta consegue iludir a vigilância policial e safa mesmo o engenheiro de perigos maiores. De seguida, a leal senhora prepara-se para ser interrogada e torturada caso seja necessário em ordem a defender o seu amo até à morte.

A Sócrates só resta uma última coisa para fazer. Comprar um bilhete para o Rio de Janeiro e passar por Lisboa para se despedir dos amigos.

37 thoughts on “Toda a verdade sobre o caso Sócrates”

  1. Como teoria “lambe-cús” não tá mal, não senhor. E a ironia é fina.
    Mas reconhecer como reconhece o recluso 44 na 1ª página da edição de hoje de um pasquim publicado na capital que as pessoas têm desprezo por aquilo de que ele está indiciado, já é um princípio.
    Claro que a brincadeira de ter mandado “limpar” os computadores, é tudo invenção do Sol e do Correio da Manhã. O 44 era lá capaz disso, depois do amigo Noronha ter mandado destruir as escutas dos paleios com o Vara. O que estava nesses computadores deviam ser tudo coisas para a gente se rir, como dizia o pandego do Nascimento.

  2. Alexandre C S, a um computador “limpo” pode ser recuperada toda a sua memória, sabias? Portanto, se o Sócrates tivesse feito essa “habilidade” de limpar o seu PC, quando soube que o Carlos Alexandre, mais o seu amigo Rosário Teixeira, quero dizer, toda a malta que fabricou a farsa do Freeport, teria, praticamente, confessado os seus crimes; se os crimes estivessem lá registados ou “indiciados”. Já agora, aproveita e pergunta a um informático amigo se é assim como digo, ou não.
    O que impera na comunicaçâo social de merda que temos é a desinformação. E esta é rainha e senhora, servindo com perfeição os magistrados herdeiros da PIDE e da Santa Inquisição que enxameiam o nosso “corpo judicial”. Por isso foram possiveis uma farsa como a do Freeport e esta monstruosidade da Operação Marquês contra a mesma vítima, Sócrates. A não ser que aconteça um qualquer terramoto social, vamos ter a mesma farsa do Freeport, mas agora com Sócrates a apodrecer na cadeia. Entretanto, os seus camaradas do PS vão fazer o politicamente correcto, isto é, deixar que a magistratura “funcione” . Por conveniência, só pode, recusam-se a ver que Sócrates está a enfrentar uma horda de magistrados pidescos, apoiada no poder da comunicação social nas mãos de criminosos e de um verdadeiro covil de mafiosos em que se transformou a direita politica desde o BPN ; e mesmo antes disso. Os amigos de Sócrates preparem-se para assistir ao seu calvário, sob o olhar farisaicamente pesaroso dos seus camaradas. Aqueles que acreditam na sua inocência só deviam ter na boca a palavra exacta para classificar o que se está a passar e que só Mário Soares (além do próprio Sócrates) teve coragem de gritar: INFAMIA!

  3. :-) ai que riso! olha que dava uma boa nova versão da gaiola dourada em que a emigração do português resulta, não na poupança, no esbanjamento de uns trocos em Paris e o regresso às origens, aquela miragem, passa a ser uma simples passagem. :-)

  4. Oh Alexandre Carvalho da Silveira! qual foi a parte da afirmação do ex-PGR que não percebeste ” Muita gente tem cópias de escutas, publiquem-nas!” ou ainda…” o processo Freeport está acessível a quem o queira consultar”…deves pouco à inteligência, mas ´não temos culpa…

  5. Bom dia, concordo em absoluto (e é a minha opinião desde que foi SE) com a primeira frase do post…mais à frente há uma imprecisão , ele começou a gastar o dinheiro (que nos roubou) antes de sair do governo …(bijan, por exemplo…etc etc)

  6. Vocês não estão a ver bem. À saga do MP, resumida pelo Valupi, falta um ponto essencial, que hoje a manchete do CM explica perfeitamente. E reza assim: pois, infelizmente não temos provas porque o sacana apagou-as do computador.

  7. “Em 2014, Julho, sai uma notícia onde se diz que a sua corrupção foi descoberta e que a prisão estava iminente. Sócrates foi à TV exibir-se indignado, dando assim sinal de que tinha lido a notícia.”

    Prova irrefutável de culpa: Sócrates leu a notícia! Saber ler é sintoma fortissississíssimo de corrupção, como todos sabemos. É preciso mais?

  8. 18 nov. – decisão detenção sócras por fraude fiscal, corrupção e branqueamento + perigo de fuga e destruição de prova.
    sócras almoça com pinto monteiro, são escutados pela bófia
    19 nov. – emissão mandato detenção
    sócras vai para paris c/ regresso marcado dia seguinte
    20 nov. – prenderam o silva, o advogado e o motorista
    20/21 nov. – desapareceram objectos (dispositivos) informáticos de casa do sócras
    21 nov. – sócras regressa de paris e é preso
    23 nov. – os objectos desaparecidos da casa de sócras são recuperados “após informações fornecidas pelo mesmo em sede de interrogatório”
    24 nov. – preso preventivamente por perigo de fuga e perturbação da recolha e conservação da prova.

    isto é do melhor, a polícia deixa o suspeito ir a paris e voltar e permite o desaparecimento de objectos que recupera com a colaboração do sócras para fundamentar perigo de fuga, perturbação da recolha e conservação de prova. os fundamentos do tic são um atestado de incompetência da polícia e uma certidão da estúpidez do reponsável pelo processo.

  9. Além de corrupção, crimes fiscais, branqueamento de capitais e outros que tais, Sócrates cometeu muitos outros crimes, de que nunca foi acusado apenas graças à imensa teia de grandes, médios e pequenos corruptados que lhe escondem as malfeitorias. A saber:

    — Foi Sócrates que matou John Kennedy, e não a tiro, como nos querem fazer crer, mas à pedrada, com um paralelepípedo que recebeu como paga por uma corruptarice qualquer de que agora não me lembro. A história de Dallas não passou de branqueamento.

    — Foi Sócrates que provocou o terramoto e consequente maremoto que matou milhares de pessoas e fornicou a central nuclear de Fukushima. Bandido nuclear no Japão, vejam bem até onde chega o longo braço do energúmeno.

    — Foi Sócrates que matou Jesus Cristo. E não por crucificação, como as manobras de encobrimento e branqueamento nos querem fazer crer, mas com um pontapé nos tomates, o que atesta, sem margem para dúvidas, a incomensurável perversidade do animal.

    — Foi Sócrates que, usando um sofisticado método de hipnotismo no programa que tinha na RTP-1, me levou há alguns meses a comer uma dose exagerada de chocolate e me provocou uma caganeira de proporções bíblicas que quase afogou os vizinhos de baixo, deixando-me em falência técnica por causa da indemnização que tive de lhes pagar.

    Ainda há por aí alguém com dúvidas?

  10. à medida que isto avança vou ficando cada vez mais convencido de que a acusação não tem nada, é um vazio total. não há factos de corrupção , a lenga-lenga com a casa de paris e as contas na suiça caem por terra se pertencerem mesmo ao tipo da construtora do lena, a compra maciça de livros já foi desmentida por quem de direito. os apartamentos no cacém é para rir, a viagem ao brasil idem (quantas vezes ele foi ao brasil nos últimos tempos?). a malta do correio da manhã já está a ficar nervosa e diz que a documentação foi destruída, e doravante são as insinuações que vão surgir, já não vindas dos procuradores mas das cabecinhas dos nossos jornalistas de merda. e até o cravinho já diz que isto é para durar até às eleições…
    pelo meio os procuradores receberam aumentos salariais.

  11. Até agora, o único crime verificado neste caso foi a violação do segredo de justiça. Até agora, o alarme social que este caso provocou deriva da prisão de um ex-Primeiro Ministro sem acusação nem provas. Portugueses pensem bem, chegámos ao ponto em que temos uma justiça que se permite prender um eleito e julgá-lo no Correio da Manha enquanto procura provas que justifiquem a prisão. Chegará o dia em que deixará até de se preocupar com as provas, esse detalhe. Eu já vi este filme. Eu ainda me lembro dos tribunais plenários. Eu já vivi nesse país e não gostei.

  12. E se isto tudo fizesse parte da estratégia para a eleição presidencial ????
    Já viram o que seria um qualquer JUIZ como candidato apoiado pela direita ??????
    Nem precisa ser conspirativo. A eleição é uninominal e são só precisas 7500 assinaturas ( amendoins..)
    Era $ em caixa. Não falhava!

  13. Eu não acredito que o preso 44 seja responsável pela morte do Kennedy e de Jesus Cristo, nem que tenha provocado qualquer terramoto no Japão, mas já acredito que o tipo, através do seu paleio manipulatório, hipnotizou o Camacho (e outros como ele), para que este consumisse até rebentar, o que veio de facto a acontecer, pois a tal caganeira de que o Camacho fala é apenas a situação de merda em que o preso 44 deixou as finanças do país, e que conduziu à falência técnica (mas também à diarreia cognitiva) dos muitos Camachos que continuam a defender o vendedor da banha da cobra – e também corrupto e branqueador de capitais.

  14. Sócrates e Passos não passam de dois inocentes « espontâneos» que esperaram à porta do Campo Pequeno.

    Sócrates já saltou e saíu em ombros.

    Qualquer dia vai o Passos.

  15. Também gostava de acrescentar alguns títulos mais substantivos da imprensa cor-de-rosa para ajudar a toda à verdade no caso Sócrates.

    Queda de Ricardo Salgado nas escadas de casa leva à prisão de José Sócrates. Escândalo do BES revela transferências milionárias que o tornam suspeito de crimes.

    A vida secreta na Maçonaria do ex-governante. Mudou de casa, carro, casa, mulher e cargo político mas nunca vendeu as acções do Benfica. Ao menos é um bom chefe de família.

    Sócrates limpa provas antes da busca e almoça frequentemente em Ayamonte com Santos Silva para escapar às escutas.

    Sócrates, como ele usou as mulheres. Mãe, amarrada e escondida em Cascais e proibida de falar sobreviveu à morte de dois filhos, fuga de casa e toxicodependência. A ligação cúmplice no crime com a ex-mulher e o companheiro da ex-mulher. E a ex-namorada, a jornalista que o defende nas redes sociais.

    Nenhuma Mãe quer ver o filho assim, afirma Alice, amiga de Maria Adelaide em Vilar de Maçada. A dor da Mãe de Sócrates. Depois da morte de dois filhos Maria Adelaide assiste à prisão do único filho. Mãe de Sócrates com a saúde em risco. Já teve um AVC e sofre do coração, agora a sangrar. Herança: Neta acusa-a de roubo.

    Fernanda Câncio em defesa do EX. Jornalista ainda não visitou antigo namorado. Segundo o Regulamento Geral dos Estabelecimentos Prisionais detidos em prisão preventiva ainda não são abrangidos pelo novo regime que já prevê pelo menos um encontro sexual por mês.

    Irónica, Fernanda Câncio critica prisão de Sócrates. Um dos fundamentos da prisão preventiva é a possibilidade de alarme público mas prender um ex-PM sem explicar porquê não cria alarme nenhum.

    José Sócrates, a vida antes da prisão. Paris, os locais de luxo e vício que frequentava. O convite para ser modelo e como escondia os milhões na underware. A mulher que nunca o abandonou. Filhos seguiam-lhe pisadas do crime em França.

    A vida do preso político de Évora. As rotinas que José Sócrates já criou e as ligações a Proença de Carvalho. O Império de Carlos Santos Silva. Sócrates e Santos Silva deram 12 mil euros à campanha e implicam António Costa nas Primárias. O advogado forcado que queria ser PJ. O misterioso homem de confiança da Covilhã. A escritura das casas do Cacém.

    Preso nº 44 sob avaliação psicológica na ala feminina da cadeia. Nos primeiros dias nunca foi algemado e pôde sair da cela para fumar. A vida de José Sócrates do berço, em Vilar de Maçada até à prisão em Évora. Família devastada. Primo do caso Freeport recorda os crimes da infância. A história do avô que fez fortuna no Volfrâmio.

    Carlos Alexandre, o Juíz que nada teme e já viu a família ameaçada. Carlos Alexandre, o homem que tem nas mãos a vida de José Sócrates e Ricardo Salgado. Carlos Alexandre, o Juíz que nada teme e que as únicas capelas que frequenta são em Mação. O SuperJuíz é muito poupado, leva marmita para o trabalho e ainda é a Mãe que lhe compra a roupa interior e as meias.

    Casos de polícia por Hernâni Carvalho. O erro de Sócrates. O motorista de Sócrates, da droga aos luxos. A história incrível do homem que tramou o político. O motorista que tem 3 casas, um quarto, uma cozinha e um WC. Gabava-se aos amigos de andar com milhões. Dois filhos abandonados. Mãe era mulher a dias no PS. As duas sogras contam tudo.

    Tony Carreira, Cinha Jardim, Rita Pereira, Teresa Guilherme e o lixo que sai da Casa dos Segredos já se queixam do protagonismo dado a Sócrates. Valor das presenças cai vertiginosamente e já há verdadeiros VIPs a passar fome.

    Já Garcia Pereira sem papas na língua, afirma peremptoriamente no facebook da Luta Popular, que a PJ com a cobertura do MP e Juízes prendem Sócrates para não tocarem em Portas e Barroso, depois de terem abortado prematuramente a operação Labirinto

  16. Pois, concedo que se veio despedir dos amigos em primeiro lugar e tratou das camisolas de alças depois. Mas… É claro que, nos blogues, no Twitter e no FB, no Observador, na imprensa online editada pelo Martim Silva e pelo Luciano Alvarez, na rádio TSF do Baldaia e nas tv’s por cabo do dia seguinte (a ordem natural das coisas é esta, não é?), recuperar as suas dezenas de camisetas seria o objectivo desta escala em Lisboa. E que os amigos (um dos grupinhos da night e das boites, todos eles: Mário Soares, Almeida Santos, Jorge Lacão, a malta de Évora e a malta do Porto, etc.) é claro que, dizia, eles se encontraram, por acaso, numa última viagem nostálgica que José Sócrates fez ao Frágil à procura da juventude perdida. Voltando à minha obsessão momentânea, a das camisetas, estas estariam guardadas num embrulho que a super-equipa do posto de escuta do CM pode observar sem estar lá. Repara, Val: aquele tipo enfiado num banquinho, com olhar turvo, era nem mais nem menos que um informador à moda antiga ao serviço do CM (como aqueles outros que antes estavam à porta do Governo Civil ou no Torel) e, aleluia, o Octávio Ribeiro-do-pontapé-na-bola sempre poderia escrever num editorial do dia seguinte que o repórter estava lá! Não havia dúvidas, era como se vissem tão claramente visto e como se ainda acampassem no BA; palavra de honra, e bendita, a de um tipo com olhar turvo que tinha visto tudo enquanto aquecia os motores com + um bagaço, acendia + um cigarro sem filtro e olhava por entre os vidros embaciados da tasquinha: era o Sócrates, de certeza.

  17. Soube-se hoje, que está um belo dia de sol, que um rato amestrado, que vive no apartamento de Sócrates, recebeu ordens, expressas, para roer milhares de documentos que continham provas das trafulhices. O rato, entretanto, desaparecido é procurado por um super procurador e juiz, constando que foi visto no intendente (outros afirmam que foi no Parque Eduardo VII) a prostituir-se (diz-se, ainda, que apresentava uma farta cabeleira encaracolada em tons de loiro).

  18. risota à parte, tenho a impressão de que a impossibilidade de o Sócrates ser culpado se instalou. só não consigo entender baseada em quê, já que só a injusta prisão preventiva parece interessar. há tanta coisa, dentro das suspeitas, que faz tão sentido como não faz a sua prisão sentido algum.

  19. oh bimba do caralho, bota aí o que faz sentido na prisa do sócras, tirando calar uma voz inconveniente e desejo de vingança da canalha de direita ou mesmo de alienados como tu. andas a snifar a roupa interior da cabrita e despois vens aqui espirrar os esquentamentos dos diretolos. foda-se que é estúpidez e ordinarice a mais, d-e-s-a-m-p-a-r-à-l-o-j-a.

  20. Tinha jurado não escrever mais aqui. Mas li tanta treta, principalmente do Ignatz, que achei fazer o meu último e derradeiro comentário,
    Não sei se o Sultão é culpado dos crimes pela qual está indiciado. Mas uma coisa eu sei, num país que se preze, não se prende um ex- PM desta forma. Não é por estar acima dos outros, mas porque a figura de PM é uma instituição, tal como a de Presidente da República. Por isso sempre me revoltei pela forma como falavam aqui do Cavaco. Não porque, hoje, morra de amores por ele, mas porque é o meu, ou melhor, o nosso Presidente da República.
    Fazer isto ao Sultão, que foi meu, ou melhor, nosso PM, ao contrário do que dizem, é não respeitarmos a nós próprios e às instituições que foram legitimadas pelo Povo.
    Com isto, não digo que o Sultão não seja condenado, no caso de serem provados os crimes pela qual ele é acusado. Mas isso é outra loiça….

    Nota: Pensar que o Sultão poderia fugir para o Brasil, ou para a Venezuela, é achar que ele é burro.
    Todos sabemos e o Sultão, também, as razões que levaram à “operação mãos limpas” em Itália. Por Craxi ter fugido para a Tunísia, deu pretexto aos Juízes, para que atuassem daquela forma, destruindo os dois partidos que tinham sido responsáveis pela reconstrução da Itália do pós guerra. O resultado foi a criação de partidos populistas e de lideres que, esses sim, deveriam estar na prisão, não só por corrupção, mas, principalmente, por terem obrigado o seu Povo a perder o respeito por si próprio.

    Abraço,

  21. oh das derivas populistas, se leres 5 x ao deitar alivia-te a micose, foi escrito por um ex-primeiro ministro e primeiro prisioneiro político do século xxi.

    Prende-se para melhor se investigar. Prende-se para humilhar, para vergar. Prende-se para extorquir, sabe-se lá que informação. Prende-se para limitar a defesa: sim, porque esta pode “perturbar o inquérito”. Mas prende-se, principalmente, para despersonalizar. Não, já não és um cidadão face às instituições; és um “recluso” que enfrenta as “autoridades”: a tua palavra já não vale o mesmo que a nossa. Mais que tudo – prende-se para calar. E – suprema perfídia – invoca-se, para assim proceder, as regras do Direito, a legitimidade da democracia. “As instituições estão a funcionar.”

    E do segredo de justiça. Prende-se, também, de uma outra forma – na prisão da opinião pública Sim, há o segredo de justiça, mas esse só a defesa está obrigada a cumpri-lo. Nem precisam de falar – os jornalistas (alguns) fazem o trabalho para eles. Toma lá informação, paga-me com elogios. Dizem-lhes o que é crime conhecerem, eles compensam-nos com encómios: magnífico juiz; prestigiado procurador, polícia dedicado e competente. Lado oculto e podre, é certo. Mas há quanto tempo o conhecemos? Há quanto tempo sabemos que a impunidade de quem comete esses crimes está sustentada na intimidação e na cumplicidade? Sim, na intimidação, desde logo. O recalcitrante sabe que arrisca uma campanha negativa na imprensa, se não mesmo uma investigação. E sabemos como pesa a simples notícia de que se está sob investigação.

    Mas, também, a cumplicidade. Digamo-lo sem rodeios: o “sistema” vive a cobardia dos políticos, da cumplicidade de alguns jornalistas; do cinismo das faculdades e dos professores de Direito e do desprezo que as pessoas decentes têm por tudo isto. De resto, basta-lhes dizer: “Deixem a justiça funcionar”. Sim, não se metam nisto. É verdade que, há muito, alguns desafiam o sistema e dizem abertamente que a justiça foi ultrapassada. Bem o vemos. Mas, e se foi ultrapassada por aqueles a quem confiamos a nossa liberdade? Sim – pergunta clássica – quem nos guarda dos guardas? Silêncio. “As instituições estão a funcionar.”

    http://expresso.sapo.pt/leia-a-carta-de-socrates-na-integra=f901135#ixzz3Ky1p4DaX

  22. O Sócrates fez uma carreira no campo da desonestidade com muito esforço. Começou por ser da Juventude Social Democrata, passou para o PS, passou à acção com as assinaturas dos projectos das casas beirãs, quando era apenas um medíocre eng. técnico com uma média final de 12,8. Foi secretário de Estado e ministro na área do Ambiente, com o caso Freeport às costas, do qual conseguiram desviá-lo. Cursou engenharia ao domingo, na Universidade Independente, e fez o curso com apenas mais 5 cadeiras. O homem é um génio e devia merecer mais respeito. Portugal só reconhece o valor dos seus maiores depois da morte. Foi com Camões, foi com Fernando Pessoa. Será com Sócrates. É a vidinha portuga!

  23. Este “Toda a verdade sobre o caso Sócrates” e algum dos comentários da claque são puro lixo que está na linha manipulação que o C.M. faz. Parece que a tampa que o Albergue e o Forte criaram continua ainda por aí.

  24. “Toda a verdade sobre o caso Sócrates” mais uns iluminados que oriundos do lixo do Albergue e da manipulação ordinária do CM descobrem toda a verdade. Já não há pachorra para estes ‘rambos’.

  25. Limpar os dados de um computador não é facil mesmo para um “informatico” quanto mais para a senhora da limpeza.
    O ideal seria fazer o que o google faz: triturar o disco, á falta disso talvez retirar o disco e desmonta-lo destruindo os discos magneticos com um iman muito forte, outra solução é colocar o disco numa ressonancia magnetica.
    Se o Socas tinha problemas de saberem o que andava a fazer, era só encripatar os dados -coisa que até o Windows já faz- e ai as autoridade não podiam fazer nada, só a NSA e demorava cerca de 3 anos.

  26. Toda a verdade ?
    Cambada de ignorantes voçês não sabem nada de nada:

    A verdade é que o Elvis não morreu e anda por aí disfarçado de Socrates !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.