70 thoughts on “Terrorismo mediático”

  1. Caro Valupi:
    Infelizmente as palavras que escreves sobre a triste personagem do Bastonário da minha Ordem profissional,pecam por escassas!!É um profissional que me envergonha,tal a ânsia de querer atingir os seus fins mercantilistas, numa arte que deveria olhar para o sentido humano como primazia !!Esse, e o do SIM, personagens feitas da mesma argila!!Peço desculpa em nome da minha arte, ter tais personagens em lugar de destaque!!
    Américo Costa

  2. estive a ouvir algumas partes enquanto como tomates cherry. e se calhar é por isso que eu como aquilo que lhes falta – que falta aos outros que não lhes parece o mesmo que a mim:
    i) assumir que uma guerra travada em várias frentes necessariamente priorizou prioridades;
    ii) existem estádios de organização, de planeamento e de desenvolvimento: é preciso ter calma, cambada de desalmados;
    iii) que ao contrario de outros, os que desgraçaram a vida privada de tantos com a devassidão a passos que exerceram na vida pública, muito pelo contrário, ninguém mandou o capital humano para a acidez do mergulho: emigrar para que os que cá ficaram pudessem carpir e amargar também.

    resta-me, portanto, continuar a petiscar tomate cherry. tomate, chérie.

  3. O caramelo tem lugar cativo nos noticiários televisivos das 20:00 em todos os canais. Há anos que não passa um dia sem que nos esfregue na retina a vaidosa e bastonosa fronha. E tem sempre tanta coisa para dizer, caraças, sobre tudo e mais um par de botas! Há tempos cheguei a telefonar para os três canais sugerindo que o contratassem a tempo inteiro, já que os sofisticadíssimos nós cegos que lhe curto-circuitam a nevróglia não se desenleiam nos misérrimos cinco ou dez minutos diários de que presentemente dispõe e o país perde a oportunidade de comer pescada todos os dias… quer dizer, perde a banda sonora que tradicionalmente ilustra o pós-deglutição da pescada. Não me deram ouvidos, os sacanas, pelo menos até agora, mas haja esperança, Deus é grande, pôcera, e come pescadas ao pequeno-almoço! Ou será cherne?

  4. Felizmente Marta Temido é, como toda a gente sabe, uma boa pessoa. Já Passos Coelho é um crápula, como toda a gente sabe, e queria que os jovens emigrassem.

  5. Acertem a pontaria. Eles vêm aí com tudo. E para eles mentir, deturpar, inventar tudo o que for preciso não são obstáculos. Eles já nem criticam opções políticas, era assim que se fazia política, fazem assassinatos de carácter.

  6. Todos os dias essa besta me entra em casa pela porta da TV. Mudo de canal e lá aparece a alimária outra vez. Só lhe falta aparecer na Fox Crime, como serial killer. E não se pode exterminá-lo?

  7. o marcelo tamém cavalgou a onda “mais resilientes” inventada pela sic.

    convinha irem perguntando ao presidente se pensa demitir-se com a vitória do costa ou se irá repetir a dose até a direita ganhar.

    até às eleições vai ser assim e com a vitória do ps ainda vai ser pior. a ideia é pintar o caos e bancarrota para o sebastião coelho salvar portugal do socialismo, até lá precisam de tempo para negociar a união dos fachos, simpatizantes e colaboracionistas no projecto anti-socialista. a próxima campanha vai ser o balão de ensaio da nova estratégia para a maioria de direita com a colaboração do be e comunas.

  8. Talvez seja melhor o bastonário medir as palavras, é que a Marta apesar de ser ministra da saúde também é advogada. Pode não perceber um boi de saúde, mas sabe o suficiente para o embrulhar num processo.

  9. A televisão é, cada vez mais, a artilharia pesada da direita reacionária portuguesa. Quase pode dizer-se que neste momento os maiores danos causados ao nosso país são da responsabilidade dos canais de televisão portugueses. Ou seja: por uma multidão de jornalistas e comentadores pulhas. Às vezes fico a matutar…: O João Coito que ouvia quando era jovem tinha mais vergonha que esta malandragem.

  10. A televisão é cada vez mais veículo de propaganda do jacobinismo, maçonismo e cosmopolitismo. Agora até existe uma filial em Portugal da dita cnn (que mais valia chamar-se “conspiração noticiosa neocolonial”). Choca ver a subserviência da chamada comunicação social aos ditames dos centros de poder oculto nacionais e estrangeiros. Contando com a desistência cúmplice da nossa pseudo-direita, conivente, na verdade, perante a mexicanização do poder, capturado pelo partido-estado jacobino-maçónico por excelência: o ps.

  11. Vocês (e eu gosto muito de vocês, do fundo do coração) ainda não perceberam o que se pode passar nos dias de hoje ? Se lerem a décima página do público verificarão que há uma série de repetições da palavra “pânico “. Vocês já perceberam que quanto mais alerta, mais pânico há, mas medidas de contenção, mais “mutações “, mais tretas, as farmacêuticas ganham muito muito dinheiro ?

  12. o que se espera de alguém que é mais bastardo (Cuja espécie não é pura; que deixou de possuir as melhores e mais puras qualidades de sua espécie ou tipo.) que bastonário.

  13. o penguim regressa à gayola dourada de broxelas e o ventas reclama direito a 47.5% dos votos do psd.
    agora só falta o costa ter maioria e o célinho voltar a dissolver o parlamento lá para outubro do ano que vem.

  14. eu percebi , Eduardo. aliás , deveriam investigar muito bem movimentos de contas e off shores dos governantes que se apressam a fechar países como a tipa da nova zelandia . é que os outros vão correr a imitar as tonterias e uma pessoa pergunta se serão tão idiotas assim para iniciarem o disparate ou se são pagos.

  15. hoje quero felicitar a sic, o observador, cavaco, marcelo, moedas, coelho, relvas, duarte marques, luz pinto e mais uns caceteiros pró rangel na gloriosa e merecida derrota na eleição do presidente do psd.

    lindo e comovente ver quem traiu rio oferecer publicamente colaboração leal no futuro, prometer lutar nas próximas eleições para vitória e ao mesmo tempo pedir para o líder não se esquecer deles nas próximas listas.

    https://www.jn.pt/nacional/rangel-faz-forte-apelo-a-uniao-e-espera-que-haja-cedencias-nas-listas-14360419.html

  16. A tipa da Nova Zelândia yo, e eu já uma vez comentei sobre ela aqui, é da família dos sociais democratas, equivalente ao PS português. É uma política é fanática e perigosa, parece me (embora não siga noticias da nova Zelândia).

  17. Daqui a uns anos (ainda) haverá alguém que apresentará a seguinte teoria (poderá ser ou não verificada): se não houvesse vacinas às mortes seriam as mesmas.
    Isto hoje pode ser polémico, mas eu não me admirava

  18. Daqui a uns anos ( ainda) haverá alguém que apresentará a seguinte teoria: as pessoas não vacinadas morrem de covid, as pessoas vacinadas morrem porque têm outras comorbidades.

  19. No expresso, numa entrevista um cientistas diz “que as pessoas acreditavam que q vacina ia acabar com vírus”. Mas nós somos burros ou quê? Claro q pensávamos que sim. É natural pensar que sim. Toda a gente preconizava que sim. Até este tipo acreditava q sim.
    A gripe espanhola, e na época não havia vacinas, foi superada mais rápido se calhar por não haver vacinas
    Eu já nem digo nada se as vacinas não são responsáveis pelo numero de mutações superior

  20. Eh pá, alembrou-me agora! Bai-se a ber e um dia destes, como diz a luminária das 14.05, descobre-se que os milhões de mortos da peste negra e outras pestes da Idade Média foram mortos pelas bacinas que ainda não existiam! Graças às premonições do Nostradamus, os caramelos descobriram que umas centenas de anos depois haveria uma coisa chamada vacinas e morreram de terror só de pensar nisso, o que prova que, de uma maneira ou de outra, as vacinas matam. Coisa parecida aconteceu com os astecas, maias, sioux, apaches e tutti quanti. A primeira coisa que os europeus fizeram quando chegaram às Américas foi organizar programas maciços de vacinação, com milhões de doses oferecidas pela Pfizer americana, o Instituto Gemaleya russo e outros auxiliares de genocídio, e daí o passamento dos caramelos indígenas às toneladas. Quem disser que os gajos morreram de doenças até então desconhecidas nas suas terrinhas, para as quais não tinham imunidade natural, contagiados pelos colonizadores, é, obviamente, maluco dos cornos. Q.E.D.

  21. Ó capacho desde que tomaste a terceira dose da vacina que tens a mania que vais morrer saudável.
    Tá descansado que a malta não diz a ninguém que foste enrolado no conto do vigário, e também já toda a gente sabe que és um bocadinho lerdo.

  22. Camacho, não obrigues as pessoas a ir ver as horas cujo comentário foi escrito, trata nos antes pelo nome. O que eu acho é o seguinte: nós já não vivemos numa pandemia mas sim numa endemia. Este vírus é pior (entenda-se este juízo como mais grave para a saúde do que o vírus da gripe) mas a “dinâmica” (por assim dizer) do vírus começa a ser muito parecida à do vírus da gripe. No inverno ataca mais – é mais perigoso- e nos meses de verão é raramente problemático. A solução para isto é investir a sério no SNS (mais médicos, mais camas, mais equipamentos) para no inverno estarmos tranquilos. É muito melhor isto que proponho (investir no SNS) do que dar dinheiro às farmacêuticas.

  23. Este vírus é pior (entenda-se este juízo como mais grave para a saúde) do que o vírus da gripe …

    é assim que queria a frase

  24. Ó capacho não saias de casa que o ómicron já anda aí e vem com 32 variantes. Sem contar com a Delta que tem 16 variantes, e com a gripe que este ano vem em dobro porque o ano passado não houve.
    Pelo sim pelo não, com a quantidade de vírus que os técnicos estão a prever é melhor comprares um mata moscas, sempre ficas mais protegido até eles inventarem uma vacina mestra.

  25. Meu, nessa de ser ou não ser pandemia ou endemia, é melhor consultares o dicionário que tens aí em casa. Se não tiveres, sugiro-te que compres um. Se estiveres com falta de pilim, podes fingir que vais comprar e consultar disfarçadamente, na livraria, as duas entradas em causa.

  26. Foste logo ao acessório da questão. Mas ja q queres ir ao verbete, não achas q a situação na Asia (de uma forma global, porque a Ásia é muito grande) está controlada como se uma endemia se tratasse?

  27. Quer dizer: para ti, a pandemia não tem qualquer importância, o sacana do coronavírus não é pior do que uma porcariazita de gripe e aqui no rectângulo os caramelos dirigentes estão a exagerar a sua importância para nos manipularem, encherem a mula às farmacêuticas, restringirem as liberdades e sabe-se lá que outros obscuros fins.

    Criticas o teu país, e outros como ele, por exagero nas medidas de combate, que consideras violadoras das liberdades, desnecessárias e ineficazes. Mas, azar dos Távoras, para reforçar a “argumentação” vais buscar o exemplo de países que encararam o bicho, desde o início, com muito mais preocupação e seriedade e foram muito mais eficazes no combate porque tomaram medidas muito mais radicais e violadoras das liberdades.

    Porque essa coisa de invocar a “situação na Ásia (de uma forma global, porque a Ásia é muito grande)” (sic), sem referir, pelo nome, o principal país asiático que tens em mente, que é a República Popular da China, onde alegadamente o bicho nasceu e que é, de longe, o que revelou, e revela ainda, mais eficácia na sua contenção, chama-se oportunismo, ou desonestidade intelectual, ou cobardia, ou vigarice, ou as vinte e três ao mesmo tempo. Terás provavelmente medo de ser acusado de comunista, ou maoísta, ou qualquercoisademausista, mas tens logo ao lado a Oceânia, com a Austrália ou a Nova Zelândia, que apesar de não chegarem aos calcanhares chineses, nos deixam a nós, tugalenses, a anos-luz na eficácia a lidar com o cabrão do bicho.

    Meu, podes gostar de jogar a dois carrinhos, é jogada sempre segura, mas, para encontrares parceiro que aceite essas regras, é melhor procurares num infantário. Haverá certamente uma catrefa de putos, aos saltinhos, dispostos a entrar em jogos desses. Não dão por nada, ficam felizes e ganhas sempre.

  28. andam os de cima a tentar a coisa da “terra queimada” das guerras para depois crescerem crescerem crescerem com o dinheiro que vão “emprestar” aos países e anda tudo a assobiar pró lado. se houver confinamento no natal a minha teoria estará 100% certa -:) -:)

  29. Ó capacho porque é que não falas da Suécia? País em que os governantes não infantilizaram o povo. Ou gostas de ser mandado?
    Quer dizer, tens capacidade para decidir se vacinas os putos mas não tens capacidade para decidir a tua própria vacinação.
    Ó capacho vai dar banho ao cão.

  30. Estes comentários que vão por aqui acima têm tanto a ver com o post como um ovo com um espeto. Eu mesmo, Yo, Eduardo Ricardo alimentam esta conversa de pica miolos para disfarçar o seu verdadeiro objectivo. Limpar as evidências e desgastar as convicções alheias. Como se percebe se lermos as dezenas de comentarios que se fazem no blog há aqui muita gente a jogar em vários tabuleiros. O tabuleiro dos negacionistas é muito activo, o tabuleiro dos aldrabices chegantes tb. faz o seu trabalho, o tabuleiro dos branqueadores de evidências é esforçado, e por último o tabuleiro dos que se sentem barrados e lhes saltam para a escrita alarvidades infantis . Cumprimentos da tia que não é de Cascais.

  31. Ó tia por acaso o teu comentário tem muito a ver com o post.
    Gostas de ter liberdade para dizer palermices mas não queres que os outros as digam.
    Pois, ó tia deixa-te de moralismos.

  32. Acho piada que, sem qualquer estágio intermédio, se passou automáticamente ao “negacionista”.
    Eu nunca neguei nada. Que tal “céptico” ( com ou sem acordo), “resistente”, ou mesmo apenas “renitente em tomar vacinas”?
    Independentemente de me chamarem ” teórico da constipação” e da discussão científica , digam de vossa justiça: Confiam que o destino e orientações da saúde mundial estejam nas mãos de uma organização financiada desta forma?
    https://www.weforum.org/agenda/2020/04/who-funds-world-health-organization-un-coronavirus-pandemic-covid-trump/
    O link é para a página do Forum Económico Mundial. Não é uma página de teóricos da constipação.
    Nota: Olhem só para o honroso 5° lugar, ocupado pela GAVI, chefiada(?) pelo “saudoso” Durão Cherne Barroso empregado em funções da Goldman Sachs.
    Eu é que sou maluco. ‘Tá-se bem.

    Broas p’ra vocês

  33. ai ai ai ai …. as pessoas que não querem levar com bocas não as devem mandar , sejam tias de cascais ou das galinheiras, ospois não venha práqui choramingar.

  34. quem lhe poderá chamar teórico da conspiração são os tipo da comunicação merdial , que fazem copy paste dos termos usados na imprensa estranja , a começar nos state , sendo certo que todo mundo sabe que são os donos da impresa dos estados unidos e não só.
    deve ser óptimo ter uma cena mundial para chamar de loucos a todos os que não sofrem de cataratas …

  35. Um negacionista achava que iam todos na faixa errada da autoestrada menos ele. Quando foi preso disse que a polícia era paga pela Goldmann Sachs.

  36. as pessoas . coitadas , entretidas com esq/direita , não perceberam ainda que vivem num mundo dominado por grandes corporações , que os políticos democráticos deixaram crescer , arrasando os pequenos e m+edios proprietários pelo caminho , e que fazem das pessoas o que querem , apropriando-se de seu trabalho via impostos que pagamos ao estado e que são reencaminhados para eles , seja através de “donativos à banca “, seja através da compra de banhas da cobra . e a Dívida , senhores , a Divida que devemos a não sei quem , e que com o cuvid deverá subir á lua.

  37. Os idiotas das teorias da conspiração não se satisfazem apenas com gracejos acerca das “teorias da constipação”. Mentalmente constipados, são cínicos o suficiente para julgar os outros à sua imagem e semelhança: a de merdas hipócritas.

  38. ya , é isso e as massas serem sempre muito espertas.
    Gasset nem imaginava no que ia dar o que ele já intuía em 36 : uma cambada de borregos e ovelhas.

  39. Ainda bem que apareceu agora a ómicron com as suas 32 variantes, é sinal que não vamos ter gripe este ano outra vez. Já estavam a dizer que este ano a gripe vinha em dobro porque o ano passado não houve.
    Para o ano é que vai ser o cargo dos trabalhos, porque se vier a gripe vem em triplo. O que vale é que nessa altura a malta já tem a vacina da covid com as 32 doses de reforço.

  40. Yo posso (podemos) saber a tua idade ? Não o pergunto por imaginar q isso poderia explicar parte das tuas opiniões, aliás as opiniões nem interessam para nada. Só gostava de saber em q ano nasceste

  41. Pelos vistos. não bastam 32 doses. Vão ser precisas, pelo menos, mais do dobro das doses de vergonha na cara e de honestidade intelectual mínima para que os paranoicos da conspiração vacinal tenham alta médica. O que, infelizmente, não afasta a possibilidade de recaída, tanto mais que já foram registados casos em que um paranoico da conspiração vacinal não se coibiu de ira para a cama com o vírus covid. Apanhados os dois em flagrante ato de cópula.

  42. Ó constipado tu podes ficar descansado, se já apanhaste as três doses covid e a vacina da gripe, já atingiste a estupidez de grupo de certeza.

  43. O paranoico da conspiração vacinal vem com recomendações de descanso. Fala por experiência própria, necessitado que está “ele mesmo” de repouso, muito repouso. As intensas sessões de sexo tântrico tidas com o simpático e inofensivo vírus deixaram-no exangue. Mas, apesar disso, feliz: o bem que lhe soube compensa o mal que fez.
    Quanto à pergunta do Ricardo dirigida à paranoica yo, compreendo a sua intenção, ousando antecipar-me na resposta. O perfil das intervenções da yo permitem classificá-la na categoria compósita das solteironas/ matrafonas/quarentonas/cinquentonas/sexualmente frustradas. O que, convenhamos, explicará muita coisa. Inclusivé a previsível negação.

  44. Compreendes a minha intenção dizes tu.
    As pessoas são muito mais interessante do q essa cabeça é capaz de imaginar.
    Nunca tive esse pensamento, eu e tu somos muito diferentes.
    Essa violência na divergência acho q ficou acentuada pelo confinamento. As pessoas mais burras ficaram mais violentas.

  45. “Portanto, não se pode ir esperar passageiros que são controlados para terem teste negativo. Num país vacinado a quase 90%. Mas não, isto não é pânico. É “princípio da precaução”.”
    “Mas sim, sou eu que sou não sei o quê porque me oponho a regras arbitrárias, absurdas, baseadas em medos em vez de dados e sem controle nenhum de eficácia.”

    Vega 9000 , ex taumaturgo do Aspirina, não o conheci mas de certeza q é boa pessoa

  46. Ricardo: além da arrogante presunção de te julgares dotado de uma superior capacidade de imaginação, demonstras que nessa cabeça há estreiteza de vistas bastante para te incapacitar de perceberes a ironia dum comentário. Imagina mais e melhor, se fores capaz. Ficarás menos burro, estou certo.

  47. Vou tentar outra vez.
    Há uns tempos li um artigo q mostrou o seguinte: (camacho também é para ti)
    Um homem nos Estados Unidos tinha a sua saúde “dental” (não sei se é assim q se diz) num estado perfeito. Isto dito asseverado e assegurado por um médico. O estudo começa aqui. Esse homem foi a centenas de dentistas em diversos estados norte americanos. Os diagnósticos? Variaram de cáries até ao mais catastrosfista (e mais mentiroso) de remover todos os dentes. O q este ultimo ficava numa conta de milhares e milhares de euros.
    Outro exemplo. Se todos nós fôssemos a uma farmácia queixar nos da mesma dor, a recomendação iria variar muito.
    O que eu quero dizer com estes exemplos micros comparados com as vacinas ? Que em todo o lado, em toda a parte, o ser humano quer é ganhar dinheiro.
    Esta nova mutação q ainda ninguém percebeu se é mais perigosa já toda a comunicação e maioria de cientistas alarma que sim. Isto não é estranho? Não é estranho ninguém dizer com bom senso q uma pessoa vacinada se for contaminada não há gravidade nenhuma ? Só tem q ir para casa curar se, sem sintomas ou com sintomas leves, como se um “resfriadinho ” se tratasse ?

  48. Quanto ao “eu mesmo”, não se lhe poderá aplicar a classificação de solteirona/ matrafona/quarentona/cinquentona/sexualmente frustrada. Em alternativa, aplica-se-lhe o de paranóico anti-vacinal, na sub-espécie de confessado merdas, como assumiu ser em tempos, num momento de elogiável franqueza.

  49. sobretudo sexualmente frustada , ó constipado . não te esqueças que sou extremamente curiosa , e isso aplica-se a todas as areas de vida na terra. quanto a ti , aposto é que tu ´és um grande anal fabeto e nem shiva te ensinava tantra.-:)

  50. Ficou com a birra, a paranoica anti-vacinal, assim que lhe foi diagnosticada falta de homem. Ou de mulher viril, já que confessou ser extremamente curiosa. Uma solteirona neurasténica ou uma sáfica mal saída do armário.

  51. constipado , es um cliché , quando te enfrenta uma tipa ou é lésbica ou feiosa. não sabes fazer melhor? está visto que da missionário não passas.

  52. A paranoica anti-vacinal não passa de sáfica, faltando-lhe dote poético. É apenas capaz de debitar a sua prosa medíocre e depressiva, recheada das verdades escolhidas que rumina, afinal condizentes com a sua natureza de matrafona solitária. Quanto à prova da sua fealdade, basta que publique uma fotografia tipo-passe, que logo serão extraídas as devidas conclusões.

  53. pronto ,o velho sátiro acaba de confessar , com este estilo á amanuense ou contabilista , que durante toda a sua comprida vida , como actividade sexual só conheceu a masturbação porque nem a tia josefa lhe punha a mão em cima.

  54. Fique a paranóica anti-vacinal a saber que a tia josefa não me punha a mão em cima, para não ter de tirar a tua. Que culposos momentos de prazer partilhámos tu e eu, mancebo demais para estranhar a precocidade da iniciação!
    Quando me tocavas a flauta sabias extrair as mais doces melodias!

  55. tchau , não tenho paciência para fernandos pessoas , a minha onda é mais aquilinos e vitorinos . e dê graças a vênus haver prostitutas porque não estou a ver como se ia safar nesse sexo inconsequente de que gosta e que não é quase nada.
    encontre uma gaija , construa uma preciosa intimidade ao longo de 20 anos e logo vê o presente que nos foi dado com “amai-vos uns aos outros”. beijinho e boa sorte.

  56. Esse falso desprendimento e simulada despedida não enganam ninguém, paranoica anti-vacinal. O passado não se apaga e, muito menos, a cumplicidade que houve entre um jovem sátiro de cornadura ainda mole, mas pilosidade exuberante e – tesouro dos tesouros, já excecionalmente dotado – e uma matrafona extremamente curiosa, à exceção das penetrações vacinais. Nas expansões do êxtase, não te inibias de dar largas ao teu entusiasmo. “Meu querido Pã, mas que rica flauta!!!”
    Beijinhos e até logo.

  57. Ó yo é só para dizer que a palavra pilosidade que o covideiro constipado referiu, não vem de pila vem de pelo.
    É que quem muito fala pouco falo tem.

  58. Movido por ciumeira, o paranoico anti-vacinal, confessado merdas para todas as ocasiões, vem acrescentar o que sabe por experiência própria: que os seus dotes íntimos estão na inversa proporção da sua desmesurada estupidez. Toca a flauta, parolo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.