Tens toda a razão, importa não esquecer

 

Importa não esquecer que Portugal chegou, no início de 2011, a uma situação de colapso financeiro iminente, que levou o Governo de então a solicitar o auxílio de emergência das instituições internacionais.

Hoje, existe a consciência clara de que não era possível continuar a caminhar rumo àquilo que, na altura devida, classifiquei de “situação explosiva”.

Cavaco, 2014

__

Tal como no discurso de tomada de posse, em 9 de Março de 2011, não se encontra qualquer referência ao contexto e consequências das crises mundiais e europeias que condicionavam as finanças portuguesas desde 2008, assim em 2014 Cavaco apaga o facto de ter viabilizado um Governo minoritário que estava condenado ao boicote sistemático e rasura o PEC IV, com todo o apoio europeu que congregou, só para poder repetir a cassete da bancarrota por culpa de um partido e de um homem.

Acontece, porém, que Cavaco não está sozinho na vilania. De um lado, os vitoriosos do pote aplaudem consolados. Do outro lado, a esquerda pura e verdadeira sorri em consolo.

34 thoughts on “Tens toda a razão, importa não esquecer”

  1. é a sina do ps.a direita só tem como adversario o ps,pois está-se cagando nas criticas da esquerdalhada e dos socialfascistas do pcp.o ps para ganhar tem que lutar contra 4 partidos, mais os que aparecem nos tempos de antena,para apresentar a sua “prova de vida” isto só tem soluçao com a alteraçao da lei eleitoral e a reduçao de deputados .portugal é um pais eternamente adiado.

  2. Ainda por outro dos lados, muito para além do consolo e sorrisos dos vitoriosos e dos da esquerda, podemos, se atentos , descobrir que o líder do partido acusado concorda com tudo o que se diz.
    Cavaco não está, de facto, sozinho na vilania.

  3. Isto de Cavacoçar logo no primeiro dia do ano com direito a destilação adicional do estafado e podre argumento do PEC IV (pela enésima vez) é realmente uma fixação quase anedótica de um pobre frustrado, em mais uma masturbadela sem erecção.

    Já pensaste em tomar um Viagrazito, ao menos?

  4. Olha, tens um viagra pinocrático de 9% à borla. Cheira a ranço, mas sempre podes ousar um extâse quase metafísico quando voltares a falar do PEC IV. E com sorte ainda ejaculas qualquer fragmento de sanidade. Experimenta …

  5. “Jorge Duarte”: a tua conversa de teor pseudo sexual parece a daquelas crianças que acham muita piada dizer a palavra “cócó”. Já a tua capacidade argumentativa é claramente inferior à do meu filho de 9 anos.

  6. não resisto: Jorge Duarte, nota-se que isso está a infeccionar – será caso para tomares viagreta. :-) o Valupi é naturalmente sadio mesmo quando serve cavacadas ao pequeno almoço.

  7. Um inútil (ou “um nada”?),será sempre um inútil.Quando abre a boca,das duas uma:ou a atulha de bolo rei rançoso ou vocifera inutilidades!

    Um parasitador do orçamento de estado,não passará nunca,de um miserável serventuário de um deus maior:O DEUS DO DINHEIRO!

    Somos um País e um Povo,sem Governo e sem Presidente da República.Em seu lugar,Portugal hoje,tem á frente do seu destino,um conjunto de seres (intelectualmente diminuídos)que a outra função não se prestam que não a de serem os executores dos ditames que a finança,Nacional e Internacional,ordena.Pobres sujeitinhos.Tudo a troco de um prato de lentilhas que,pressuposto,alimentará as suas miseráveis existências pelo resto dos dias que a natureza lhes concederá.
    Paz às suas Pobres Almas!

  8. Muito bem, Morgado. Muito bem, Valupi. Cavaco e outros querem apagar a História recente, para colocar em seu lugar a merda toda que fizeram e tentam, a todo o custo, fazer engolir a u povo que sabem extremamente afectado pela iliteracia, pelo conformismo, pelo fatalismo, por saudades de um paraíso perdido, que muitos ainda lhe conseguem vender: o salazarismo. Por isso, nunca é demais falar no PEC IV e no seu chumbo, levado a cabo por uma aliança que pôs em sério risco o 25 de Abril. Uma aliança tão infame como aquela dos Açores para destruir milhões de vidas. Uma aliança com a assinatura do Louça, do Jerónimo, do Portas, do Passos e, sobretudo, de Cavaco. Nunca esquecer esta conjura contra a democracia, deliberada ou consentida!

  9. o detalhe de que já em 2002 um PM português ter afirmado que «o país está de tanga» bem como anos de crescimento anémico baseado na construção civil e consumo interno parecem sempre irrelevantes na apreciação da crise.

    já agora, o pormenor da tão propalada «crise mundial e europeia» ter incidido especialmente nos países que trataram da «coisa pública» de forma aparentemente irresponsável, parece também ser de somenos.

    a terminar, a ideia de «um lado, os vitoriosos do pote aplaudem consolados» é particularmente notável, dá-nos exactamente a perspectiva de como se encara a «coisa pública»: um POTE, suponho que cheio d’ouro, como habitual no imaginário infatil.

    sugiro p/ abate todos aqueles que alguma vez portaram cartão de membros de partido como traidores do povo e ladrões da «coisa pública».

  10. a exaltação do 25A deveria tb ser criminalizada, um golpe de estado que concedeu miséria, guerra, doença e morte a milhões de seres humanos, como ainda hoje se verifica na antiga Guiné Portuguesa, p/ que uma minoria pudesse, a custas e expensas de «países amigos» tomar o seu lugar entre as »nações democráticas», não pode ter sido feito por gente boa.

    como pode um regime declarar-se democrático se nunca consultou democraticamente as populações que o constituíam, através de referendo, àcerca do destino que estas pretenderiam p/ si mesmas?

  11. John Silva, alguém pediu para ser colonizado e vendido como escravo? Houve referendo? A tua “história” tem o alcance do teu quintal; vá lá, da tua paróquia. Desculpo-te, se não passaste da quarta classe, a antiga, que a de agora não passa o teste de Pisa algum.

  12. sim, «as a matter of fact» houve «pedidos de colonização» se assim os quiser chamar, nomeadamente o apelo de inúmeras tribos africanas à presença europeia e respectivas armas de fogo, bemo como vários tratados/acordos que estabeleceram e legalizaram a presença europeia em determinadas regiões africanas

    a minha história é limitada, mas já ouviu falar de serpa pinto? pode ler os seus diários e ficará com uma ideia mais aprofundada do que foi a «colonização»…

    mas realmente tem razão num ponto, não houve referendo nessa época, aliás creio nem ser prática corrente na altura o sufrágio universal, especialmente em populações não alfabetizadas.

    mas sendo que a minha história é limitada, posso naturalmente estar equivocado…

  13. «Slavery had existed in Kongo long before the arrival of the Portuguese, and Afonso’s early letters show the evidence of slave markets. They also show the purchase and sale of slaves within the country and his accounts on capturing slaves in war which were given and sold to Portuguese merchants. It is likely that most of the slaves exported to the Portuguese were war captives from Kongo’s campaigns of expansion»

    Este Afonso de quem se fala é Afonso I, rei do Congo, creio existirem missivas da sua parte p/ a corte de D. João III bem como p/ a Santa Sé, a convidar a presença de missonários, soldados e «educadores» no seu reino.

    Alguma vez visitou a Torre do Tombo?

  14. “Alguma vez visitou a Torre do Tombo?”

    um wikipeido armado em cagalhão chánel.

  15. John Silva, em que caverna tens estado refugiado que nem sabes que o pote foi a metáfora usada por Passos Coelho para se referir ao poder que lhe estava quase a cair nas mãos?

  16. Ó John Silva, mas que grande neblina vai nessa cabeça! Já tempo de ligar esses faróis, pá! Ou então voltar para o Congo!

  17. Caro Val, e não só…

    Apraz-me vê-lo citar o nosso Primeiro-Ministro com tanto afã.

    A educação, elevação e imaginação que por aqui grassa é notável, «wikipeido»?

    Que génio da erudição e do insulto…

    Pediu ao seu filhote p/ lhe inventar essa confesse lá…

  18. Olha agora, estou de férias!

    E não é vinho é mesmo whisky!

    Mas neste momento já estás mais tonto que eu… Ehe

  19. oh jóni! atão, koméquié! fazes copy & pasta dumas cenas (em inglês) da wiki e perguntas ao pessoal se já fomos à torre do tombo. deves pensar que somos todos eruditos, educados, elevados e imaginativos como tu, mas não, tás com azar, isto é um antro de depravados e mal&ducados que farejam bimbos fascistóideus antes de aterrarem.

  20. Sendo que te dizes depravado suponho que o que te aprazeria seria mesmo saber “koméquié”…

    Preferes baunilha ou chocolate?

  21. o educadinho da silva ficou fodido e entrou em modo brejeirada elevado-ò-imaginativa. mas o que eu gostava de mesmo de saber, era em que parte da torre do tombo está escrita aquela cena (em inglês) do afonso e mais aquelas interpretações manhosas (em português) da parte slavery and royal rivairies.
    http://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Kingdom_of_Kongo&action=edit&section=4

  22. Na Torre do Tombo subsiste ainda alguma da correspondência entre o rei do Congo e el-Rei D. João III…

    Na Torre do Tombo subsiste ainda alguma da correspondência entre o rei do Congo e el-Rei D. João III…

    A sua interpretação é deveras curiosa pois entendeu que a citação em inglês se encontraria na Torre do Tombo, nada disso meu caro amigo, neste arquivo existem sim documentos que sustentam a citação da Wikipédia.

    Eu lamento ter utilizado tão prosaica fonte, bem como não ter desde logo apresentado o respectivo link, mas você seu maroto foi «rato» e descobriu-me careca, conseguindo até encontrar o artigo na Wikipédia, eu até aposto que consegue editá-lo… Já tentou?

    Lamento também a sua noção do meu «modo brejeirada elevado-ò-imaginativa» pois longe de mim suscitar-lhe a imaginação que me parece fértil e profunda.

    E fico curioso àcerca do tipo de imagem ou pensamento que esse meu modo desabrido lhe levantou; mas faça o seguinte, o que quer que prefira, seja baunilha ou chocolate, pois percebo que é guloso e portanto amante das delícias desses néctares açucarados, coma dos dois! E se puder ao mesmo tempo! Não conseguindo enfiar tudo na boca faça um esforço de epiglote que vai ver que consegue!

    Sempre disponível,

    Johns Silva

  23. jorge duarte,é muito mais real falar do pec 4 do que na “dita dura” do proletariado que andas ha 40anos a chupar!nas eleiçoes para cantares vitoria,como o teu viagra não ultrapassa os 9% tens que chupar a “dita dura” aos socialistas para cantares a vitoria da tua esquerda, que está há vinte anos no aterro sanitario a apodrecer de tanta vitalidade!

  24. Palavra puxa palavra, onde estas discussões foram parar.
    Pra quem vive da saudade dá um gozo do caraças!
    Claro que eu bem avisava que um dia iamos ralhar uns com os outros, mas calavam-me com aquela do fascista.

  25. O que me ri com estes comentários! Isso do faxista tá a acabar, os esquerdalhos já nem sabe para onde ser virar, aqui leveram um limpeza dum anonimo que nem 20 anos deve ter,ainda há esperança

  26. metem nojo exas atitudes de superior e racista, vão mazé pó…
    estas piadinhas e mania de superioridade é mm de quem nc trabalhou e paxou fome, devem ser dakels k nc fizeram nd na vida e andam só pla net a meter nojo aos outros k trabalham e sofrem, eu fui professora e sei d k falo e agora tenho de tar a aki longe do meu país e quando kero ler algo das pexoas k sabem do k falam tenho de ler merdas d espertinhos k nc trabalharam
    VAO APANHAR CÓCÓ COM A BOCA SEUS M……

  27. Em 2002, segundo Durão Barroso, Portugal estava de tanga com uma dívida pública de apenas 30% do PIB. Em 2011, Portugal continuava de tanga, com uma dívida pública ligeiramente abaixo de 90% do PIB, após 8 anos de “consolidação orçamental”. Agora, com uma dívida pública de 140% do PIB, após dose cavalar de “consolidação orçamental”, Portugal está salvo…

    … mas só se acreditarmos em Cavaco Silva, nas prendas do Menino Jesus e nas aparições de Nossa Senhora de Fátima, com o propósito salvífico de impedir o afundamento a pique desta “consolidação orçamental”.

    Quanto a Seguro, só tenho uma coisa a dizer: quanto mais tempo ele precisa para perceber que a estratégia de “esperar que Passos Coelho faça o que os credores exigem de nós para, em 2015, entrar como herói” vai afundar ao mesmo tempo que a “consolidação orçamental”?!

  28. á meninos k nc trabalharam e em 2002 eu já trabalhava e eu é k sei o k sofri pra tar ond xeguei hj exes cavacos e seguros só m metem nojo cm alguns certos e determinados comentadores k nem respondem qd se lhes diz alguma coisa diga o k dixerem o socras cm eles dizem deu magalhães e inglês aos miudos e iss não é coisa pouca tem boa pinta e se não fala inglês mto bem, cm eu por exemplo k até falo melhor k ele, é uma boa pessoa, por ele não havia esta crise, eu votava nele, eu até se ele kisesse ser presidente votava nele, agora alguns m… k eu não votava, alguns keu até me dá nojo mm exe paxos coelho eu axo k é o pior nc vi ng tão mau e a mulher ainda é mais horrível nem sei o k diga nem sei cm é k ele já tem um filho eu nc era capaz com exe gajo k rouba o povo nc cavaco atão nem se fala exe é k é mm o pior a comer bolo rei porco não o gramo nem um bocadinho qd era novo nakelas fotos da pide nem sei o k digo o ké kele parece, parece o k sabem o ke é mm iss um porco alguém sujo e k gosta de coisa porcas deve ser ele e a mulher por causa dexe senhor e outros cm o paxos coelho tive de me vir embora não tou n meu pais por causa dexes porcos faxistas k kerem outra vez salazar devia ter sido tds corridos n 25 de abril pq é k ficaram o país devia ser limpo dexa gente é o keu digo e bazem

  29. o sguro é k eu já digo ke não sei se ele é melhor k o socras cm ele dizem pq é mto mole eu nem sei kem é a mulher dele por ele deve ser mto mole e mau a falar nc faz nada deixa o cabrão d paxos fzr td e nem sei cm é k os do ps o deixam mandar nakilo la não tem aar de porca e parece boa pexoa mas não sei se tem filhos e iss faz mta diferença o socras tem filhos keu sei e eu tive uma filha á poco tempo e iss muda uma pexoa e fui profexora tb as pexoas ás vezes na axam mas so pq agora tenho de faz lipezas e outras coisa eu já fiz mta coisa e tb dei aulas e sei k ter um filho é prexciso pa ser grande e est ministro tem eu sinceramente n acredeito em algume e não tem familia um xef tem de ser um homem d familia tem de ser um xefe de familia pa ser xefe dalguma coisa se o paxos tem ou não n sei mas com uma mulher dakelas axo k nao eles gozam e comem td e não deixam nada pa gente ke se ker algua coisa tem mm de trabalhar e sair do donde tava p vir trabalhar e trab mto pq eu qd kero alguma coisa vou a luta tem de ser axim na vale a pena dzr nada a exes porcos do governo k so kerem mama mm axim mama e não kerem mainada mas cmg n contam pq agora n tou aí e tou

  30. tou lixa por ver e ler e ouvir coisas k nem lembram ao menimo gesus a axam por excrevem mto bem e eu pa ixo tou-m a cagar excrevo cm excrevo e kem não gosta não come mas agora não vou-me calar a minha opinião eu nãodava aulas na escola e pa ser esperto n é preciso saber xcrver temos é de saber penxar e xer boas pexoas e aí iss eu sou e só não gosto é de ter sair da minha terra por certas e determinadas pexoas kerem ser ainda ricos ke os outros e só por ixo tenho dito, voume deitar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.