Take five

O PCP apresentou ontem uma moção de censura ao Governo e começou imediatamente a tentar chantagear o PS. Espero que o PS não se deixe intimidar. Que seja claro, duro e sem contemplações no ataque ao PCP. Pode, na minha opinião, fazer ao PCP perguntas simples:
1. Para que quer o PCP agora o voto do PS? Que andou o PCP a fazer, nos sete anos de governo socialista, senão a aliar-se sistematicamete à direita no desgaste desse governo?
2. Não votou o PCP como a direita queria, no momento que a direita queria, para derrotar o governo do PS, precipitar eleições e entregar o poder de mão beijada a Passos Coelhos e Paulo Portas?
3. Não tem o PCP vergonha da fraquíssima oposição que faz ao governo da direita, comparada com a que fez ao governo do PS? Tem alguma comparação a tímida contestação que hoje faz, por exemplo, aos encerramentos na saúde, nos casos Relvas, na extinção das freguesias, com a sistematicidade e a violência das manifestações contra o governo e até contra as realizações partidárias do PS?
4. Ou como explica o PCP o que passa agora com a FENPROF? Agora, que milhares de professores e formadores estão a ser lançados no desemprego, que se aumentou a dimensão das turmas, se reduziu os créditos horários das escolas ou se lançou o caos nas ditas, a poucos meses de mais um ano letivo, como é que o PCP explica a afonia de Mário Nogueira?
5. E, finalmente (porque é disso que se trata numa moção de censura) acaso o PCP pensa que a situação do país melhoraria com mais uma crise política?

Augusto Santos Silva

16 thoughts on “Take five”

  1. a moção de censura é ao ps, mal anunciaram a moção e sem se conhecer o conteúdo da mesma desataram a provocar o ps. é óbvio que o governo agradece iniciativas destas por serem inócuas e desviarem as atenções do que é fundamental . o gerómino aproveita tempos de antena e antecipa-se ao anacleto que já tinha mandado uma boca tímida sobre esta ideia genial de grande sucesso no passado. se convencerem os deputados do psd a votar a favor vão ver que o ps não será problema. comunas e cães de caça muito gostam de se espojar na merda.

  2. Acho que é mais uma sabujice daquele partido, vindo na altura que vem. Só porque cresceram um pouco nas intenções e votos das sondagens, já se julgam com “força” para apresentarem esta brincadeira, que serve só para terem mais um pouco de antena. Com isto não fazem mais do que aquilo que fizeram ao longo dos anteriores seis ou sete anos – a de ajudarem a direita – como dizia, e bem, Augusto Santos Silva. Espero que o PS vote contra – obviamente por motivos diferentes da direita, que deve explicar bem, para reduzir aqueles oportunistas ao lugar que merecem.
    É bom que todas as questões que o antigo ministro da defesa colocou, sejam repetidas e se lhe dê o devido destaque, porque nunca é demais lembrar esses negros episódios da nossa recente história.

  3. Em rigor devia ser uma moção de censura contra os partidos da troika, mas o regulamento só permite contra o Governo.

  4. Para além desses 5 pontos, que são da demagogia mais barata que se tem visto sobre a caracterização da situação então vivida (porque 4 dos 5 pontos apresentados reportam às dores do PS, do governo PS de então), o que é que o PS tem a dizer sobre a situação presente e da moção de censura ao actual governo? Porque vai buscar argumentos (falaciosos) ao passado e não enfrenta e responde perante o presente?
    Moção de censura ao governo PSD/CDS? sim ou não?

    Porque não assume o PS – perante a situação actual – que é a primeira barreira, que se reservou o papel de escudo, do governo actual?

  5. Subscrevo inteiramente.

    Desde a fundação do PS que os comunas juraram papar os socialistas ou colocá-los ao seu serviço. Passaram 39 anos e ainda não conseguiram avançar um passo. É dramática a perseverância destes frustrados. Na sua cegueira sectária e desorientação política, ajudaram a denegrir e a deitar abaixo vários governos socialistas, boicotaram tudo o que o PS fez desde que nasceu. A direita agradece-lhes comovida. Agradece-lhes já desde o tempo do Salazar: os fascistas vermelhos ajudaram o ditador a justificar e prolongar a ditadura. Os comunas foram e serão sempre os maiores aliados da direita. Já só têm 7 por cento dos votos, mas esses ainda podem ser decisivos para a direita.

    O PS deve continuar sempre a rejeitar tudo o que venha de comunas. Não deve votar nem um projecto de lei nem uma moção comunista. Não deve participar em manifestações, campanhas, iniciativas, abaixos-assinados, estruturas sindicais – nada, absolutamente nada que seja organizado ou teleguiado por comunas. Os fascistas vermelhos são incuráveis e estão condenados à extinção lenta. Nisso apoio-os.

  6. O Pcp,faz lembrar aquele gangue de espioes no tempo da guerra fria, que passavam a vida a fazer jogo duplo. o bloco tem uma boa oportunidade de fazer a diferença,pondo o pcp a falar sozinho.Esta votação não é para criticar o governo,mas para obrigar o Ps e bloco a tomar uma posição.Quanto ao Ps só há uma coisa a fazer é mandar o Pcp tomar banho para não dizer outra coisa.

  7. Este post só mostra o que o PS de um lado diz ser importante fazer na oposição e de outro não faz. Leiam todos os pontos enunciados e só resta uma pergunta – porque raio não está o PS a fazer aquilo que diz ser o dever do PCP? E porque que diz o PS que o PCP não faz uma oposição tão agressiva como devia se no fim diz que a estabilidade política não deve ser perturbada?

    Enfim, são cinco pontos que culminam num discurso auto-contraditório.

  8. Deixo uma pergunta: porque razão o PS não foi a eleições sem ter assinado o memorando do troika? Porque é que não foi a eleições com base no seu PEC IV? É que assim teria obrigado o PSD/CDS a assumirem-se. PS diz que o PCP fez um favor à direita mas quem o fez, como sempre, foi o PS.

  9. “… porque razão o PS não foi a eleições sem ter assinado o memorando do troika?”

    pergunta à frente nacional, bloco incluído, se calhar já não havia dinheiro para pagar as pensões e os ordenados à comunada parasita e foi por isso que pressionaram o ps para assinar coisa pior do que haviam rejeitado antes. mas nisso de reescrever a história, amnésias selectivas e manipulação da realidade, os cabrões do pcp são uns alhos.

  10. “Moção de censura ao governo PSD/CDS? sim ou não?”

    qual o efeito prático disto? só se for para impressionar a moody’s. devem andar a sniffar syriza e a beber ouzos.

  11. O PCP sentiu-se complido a levantar a voz, com esta moção de censura, porque o clamor na praça pública está a atingir em cheio os esquerdalhos que se aliaram durante seis anos à direita para derrubar o governo PS-Socrates e derama. Tinham de fazer alguma coisa, para tentar fazer crer ao povo que nada têm a ver com esta gente que colocaram no poder. Estão enganados. Desta vez foram longe demais no ataque ao seu eterno inimigo numero 1, o PS. O povo está a pagar muito caro esse ódio velho´, que se transformou num desprezo absoluto pela dorte do povo e entregou o 25 de Abril numa bandeja à direita pior de que há memória e a democracia está a ser demolida pelo poder absoluto entronizado pelos partdos da extrema esquerda.
    Tivesse o PS um secretário geral à altura e era agora que o PCP ia descer para uma votação residual.

  12. A memoria é um dom que infelizmente,não está ao alcance de todos.O PCP é um partido que sofre da doença de Alzheimer,e pensa que os portugueses sofrem desse mesmo mal.Como temos memoria,estamos condicionados a alinhar com um partido que luta pela sua sobrevivência, utilizando tudo que de mais rasteiro pode existir na politica.A sua duplicidade de comportamento leva ao engano os mais desprevenidos. A presente moção do PCP ao governo,é o mais puro acto de hipocrisia politica.Não lhes faz oposição na rua,pois acham conveniente ter os trabalhadores, que jura defender em lume brando,para depois armar-se no parlamento( que era burgues em tempos e que até o tomaram de assalto,fazendo prisioneiros deputados eleitos pelo povo) como o defensor da classe trabalhadora.Porque lhes fugiu o povo do Alentejo? por ingratidão? O Ps não pode apoiar a moção de censura dos social fascistas do Pcp,pelo simples facto: Têm memoria .Esta moção folclorica é um acto de desespero,de quem levou o pais para este caminho,quando votou contra um governo que apresentou uma solução alternativa ao resgate.

  13. Escreveu o texto quem os conhece bem, bem como as suas estratégias manhosas.
    Este PCP, já foi um partido do proletariado e do povo, agora, serve-se dele para alimentar uma máquina bem oleada mas com muitos telhados de vidro.

  14. “… porque razão o PS não foi a eleições sem ter assinado o memorando do troika?”

    “pergunta à frente nacional, bloco incluído, se calhar já não havia dinheiro para pagar as pensões e os ordenados à comunada parasita e foi por isso que pressionaram o ps para assinar coisa pior do que haviam rejeitado antes. mas nisso de reescrever a história, amnésias selectivas e manipulação da realidade, os cabrões do pcp são uns alhos.”

    É esta a sua resposta? É isto o melhor que consegue? Não admira que tenham perdido as eleições para o patego do Passos Coelho.

  15. O que é ser de esquerda?
    O PCP é de esquerda?
    O Bloco é de esquerda ?
    Esta gente que luta por votos, como os porcos lutam por bolota. Estão se “caçando” para os Portugueses.
    O Psd/PP, mudaram de Opinião sobre o PEC IV, quando obtiveram do PCP/BE a certeza que colaboravam na constituição do chamado “COMPROMISSO HISTÓRICO PORTUGUÊS”
    ( Emitação do Compromisso Histórico Italiano ) entre o PCI e o Partido da democracia Cristã….

    Esta moção de censura, não é mais que um afastamento dessa “União contra o PS”, como também uma antecipação ao “Syrisa” Português….Segundo o PCP em POrtugal quem “manda” na Esquerda Radical é o PCP/CGTP…..nada de misturas, estas só quando eles as lideram ou tiram alguns “proveitos”…( Porca miséria….)
    Em França, onde para o PCF ? numa das Zonas fundamentalmente operária, de maioria comunista. LE PEN passou a 2ª força!!!!
    E o Partido Comunista Grego ? ainda existe ?

    N.B. Enquanto não se curarem da “doença anti-PS, temo que belo dia passem a representar o mesmo que o MRPP.( Com todo o respeito pelo MRPP) Considerando que ainda há cura para tal doença…

    Santos Silva é “meigo” de mais, gostava muito mais dele no Parlamento….a “Rachar” de cima a baixo……O Pcp/BE amam-no de mais…..Que nunca lhe falte a PENA….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.