Sócrates, primeiros dias de Janeiro de 2021

«Por lapso, apetece-me dizer que as sucessões de pormenores fazem um caso muito grave. Gravíssimo e vergonhoso. Por lapso, ainda, lembro-me que o procurador José Guerra trabalhou com o adjunto do gabinete da ministra, o procurador Lopes da Mota, que chegou a estar suspenso pelo CSMP, depois de ter pressionado outros procuradores a largarem o caso Sócrates. Por lapso, chego a pensar que isto anda tudo ligado.»

Henrique Monteiro, 6 Janeiro

Foi preciso chamar o fantasma de Sócrates para acordar Ana Gomes e Tiago Mayan – Visão, 7 Janeiro

Ana Gomes vs. Tiago Mayan. Duelo entre socialismo e liberalismo traz Sócrates, Orbán e subprime a debate – O Jornal Económico, 7 Janeiro

Do “gatarrão” à maoísta. “Aquele senhor” e “esta senhora” foram buscar Sócrates na luta pelo segundo lugar – Observador, 8 Janeiro

Tiago Mayan acusa Ana Gomes de apoiar Sócrates, mas a socialista diz que não sabia da missa a metade – SIC Notícias, 8 Janeiro

Convém que Costa não comece a falar como Sócrates – João Miguel Tavares, 9 Janeiro

PPP. Todas as suspeitas que o Ministério Público imputa a cinco ex-membros do Governo Sócrates – Observador, 10 Janeiro

Estado quer perdoar escritor-fantasma de Sócrates – CM, 10 Janeiro

Sócrates entre os casos mais mediáticos – Sol, 10 Janeiro

Desiludida, candidata presidencial Ana Gomes demarca-se de José Sócrates – Flash, 11 Janeiro

Como José Tavares aconselhou o Governo Sócrates – Observador, 11 Janeiro

André Ventura: um filho de José Sócrates – Henrique Raposo, 11 Janeiro

8 thoughts on “Sócrates, primeiros dias de Janeiro de 2021”

  1. Em vesperas de um Porto – Benfica, depois da eliminação do Sporting, volta também a saga Luis Filipe Vieira…um tipo com a 4. Classe dar tanto travalho ao Ministerio Público, sem que este deduza nada de relevante, faz crer que há muita fruta podre neste reino….

  2. João Viegas , beba mais um copo…. de champanhe , para celebrar a sua clarividência ( embora este case study seja dos fáceis , os dados são de uma repetição enjoativo ) -:)

  3. A falta de assunto … temos Sócrates. Só os aficionados do costume iriam buscar este assunto para enredar nas certificações do procurador. Já agora gostava de saber se o Aspirina viu o sexta às nove da grande jornalista de informação Sandra Felgueiras que apadrinhada pelo escritor que mais vende em Portugal, José Rodrigues dos Santos, foi buscar informação oficial do CE para demonstrar que a nomeação do procurador dependeu de elementos errados enviados pelo MJ. Questionada a RTP sobre a afirmação pois do conteúdo da carta não se deduz isso ontem a noite o locutor de serviço vem reafirmar que a investigação jornalística feita com base no referido ofício não é uma leitura pessoal e transmissível mas a mais pura das verdades.

  4. Há que explorar o filão enquanto tiver minério. Se não fosse o Sócrates, para lhes alimentar a tesouraria, alguns jornalixos cá do burgo já tinham fechado a porta por fora e atirado a chave ao rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.