8 thoughts on “Sim, claro, menos a parte do “highly intelligent””

  1. inteligente por estar preocupado com o futuro – apenas com o seu. eis, aqui e agora, uma excelente definição de político apolítico e apocalíptico. :-)

  2. E o Marco de Gaia, conhecido por “meteoro”, ou “foguete”, Oliveira e Costa, Dias Loureiro, um outro que permutou uma casa lá para o reino dos algarves….tudo gente séria que não está nada preocupada com o futuro…tudo bons rapazes….e sérios (riem pouco)…..

  3. A alcunha do Marco de Gaia é o PAROLO!

    Mas claro que se existe oportunista na política, o corno manso (Barroso) é mesmo o maior nessa área!

  4. Ó PATUS SONSUS, oube, escqueceste-te de te pores na lista, pá…

    COMUNA, XUXA falso. Reserva contigo pá, nem o gajo dos animais te queria lá no meio, caramba, pá. tens conbersa de mulhere, pá. Oube, diz-me lá a iscola que tu queres queue frequente pá, que eu num quero morrer de ignorãncia crassa, ó balcalhau miúdo…

  5. Bem, caro Teodoro, convenhamos em algo: o Dr. Durão Barroso certamente não usou o fax para se …liXenXiar…e olhe que o homem é versado em línguas. Já outros perseveraram na fraude, na mentira, e dizem-se «de filosofias» …não sei se falam o espanhol transatlântico, mas algumas palavras saberiam pois eram dados a conversas com ditadores ….do pior, devo dizer.

    Claro está que os Varas da Vida, esses eram sérios pelo métier que desempenhavam…Eram os sérios da «classe do Tansos» do XUXA Comuna que se reproduziu aqui….

  6. googlle search> durão barroso escândalo subornos> enter > cerca de 25 500 resultados

  7. O Barroso sempre foi tido como uma pessoa muito ou extremamente inteligente e isso constava mesmo até a nível internacional .
    Nunca ví nele nada que indicasse sinal de inteligência, mas enfim .
    Parece que era talentoso para ” negociações “.
    Que davam em consensos . Que por sua vez se traduziam na pratica, em adiamentos de conclusões, digo, decisões.
    Portanto nesse sentido, poder-se-à dizer que seria um especialista político, no sentido de protelar decisões.
    Coisa do género, chegamos a um consenso de adiar para mais tarde um consenso.
    Era essa a ” arte ” dele .
    Que me recorde, a mais notória negociação em que esteve envolvida foi a relacionada nas negociações para a paz entre o MPLA e a UNITA .
    Enfiou os negociadores numa escola de hotelaria em Lisboa e as negociações arrastaram-se durante um ano. Nunca mais acabavam. Porventura, comia-se bem na dita escola .
    Depois, o desenlace final das negociações de paz foi a emboscada de Luanda, que ditou a morte do Chitunda .
    Do fiasco, resultou a promoção do animal, a ministro dos Negócios Estrangeiros .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.