Seguro também quer uma refundação: a do PS

O debate do Orçamento foi fértil em achincalhamentos do PS:

Atente-se: estava em discussão um plano que, tirando o núcleo apátrida do Governo, é unanimemente considerado injusto, inviável e irracional – talvez ainda inconstitucional. Dir-se-ia que, no mínimo, o PS iria levar ao tapete um Governo de alucinados cercado por todos os lados. Só que a estratégia do PSD foi a de criar uma manobra de diversão a respeito do Estado social enquanto ia repetindo à exaustão a cassete troglodita da culpa do PS por qualquer um dos inúmeros males da actualidade. Para quem era, chegava. Era para o Seguro.

Como este vídeo mostra, a sua recusa em falar do passado é absoluta. Nem sequer para defender a honra de Maria de Lurdes Rodrigues e demais centenas de participantes num dos mais complexos e ambiciosos programas de melhoramento da escola pública, a qual num momento de sã e louvável ingenuidade deixou sair a exclamação de que o projecto da Parque Escolar tinha sido “uma festa”. O modo canalha como a expressão de imediato passou a ser usada para a baixa política é um atestado da profunda decadência da direita partidária portuguesa.

Nunca o saberemos, mas podemos imaginar. Imaginar o que diria Francisco Assis perante ataques tão soezes – e tão broncos! – caso o partido tivesse reconhecido o óbvio a respeito dos dois candidatos a secretário-geral do PS. Um, é um tribuno de excepcional qualidade, alguém que nunca vacilou durante o tempo em que chefiou a bancada e alguém que alia a integridade ética com o pensamento da política e com a coragem cívica. O outro, é uma penosa imitação de um líder, alguém que tem um percurso cujo objectivo é ele próprio e alguém que pretende refundar o PS através do apagamento da sua história, da sua obra e da sua luta. Daí Seguro estar constantemente a remeter para afirmações suas em vez de assumir a responsabilidade de defender o partido e os seus quadros. E daí Seguro, como se vê acima, andar a implorar à direita para que não fale mais no passado. Pelos vistos, um passado que o envergonha ou do qual tem asco.

Reina no Parlamento um ambiente de taberna, onde os ministros e deputados da coligação estão em permanente algazarra infantilóide. O nível não pode ser mais baixo, porque já roça o palavrão e a estalada. Esta seria a oportunidade imperdível para os reduzir à sua miséria política e moral. Em vez disso, assistimos a trocas de risinhos entre Passos e Seguro, quais amigalhaços divertidos com o teatro onde simulam divergências sérias e brincam aos países.

Na São Caetano, no salão principal, nunca se apagam as velas por baixo do retábulo onde a imagem de Seguro é venerada sete vezes ao dia com os votos de longa vida à frente do PS.

26 thoughts on “Seguro também quer uma refundação: a do PS”

  1. Caro Val,

    A propósito da “pesada” herança de Sócrates vale a pena analisarmos o Relatório do Eurostat de Outubro de 2012 “Europe 2020 Strategy – towards a smarter, greener
    and more inclusive EU economy?” (http://epp.eurostat.ec.europa.eu/cache/ITY_OFFPUB/KS-SF-12-039/EN/KS-SF-12-039-EN.PDF), que demonstra a notável convergência de Portugal, entre 2005 e 2010, em quase todas as principais metas da designada estratégia “Europa 2020”. Ou seja, Portugal teve uma convergência notável entre 2005 e 2010 exatamente naquelas variáveis que a Comissão Europeia considera essenciais para um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo da Europa (nomeadamente, I&D, Eficiência Energética e Energias Renováveis, % População Ensino Superior, % de abandono escolar, Inclusão Social). A exceção foi a taxa de emprego, em que Portugal partia de uma base bastante elevada e onde já se faziam sentir as consequências da crise internacional. Com as políticas de macro-austeridade impostas por este Governo e pela Troika alguém acredita seriamente que vamos conseguir cumprir as metas da estratégia “Portugal 2020” que o atual Governo já assumiu no seu Programa Nacional de Reformas? Alguém acredita sequer que vamos continuar a convergir para essas metas em variáveis que são decisivas para o crescimento económico de Portugal e da Europa?

  2. Seguro,mete dó.A sua “corte” segue pelo mesmo caminho.O seu discurso teve como premio na primeira fila um joão galamba que nem palmas vi bater.um lider que não tem argumentos para rebater os ataques da direita e vindo de quem bem (filho do presidente da camara mais endividada do pais) só pode ter a porta da rua como serventia da casa.eu mesmo sem defender o passado,tinha isto para o calar: senhor deputado,nós não fugimos. voçes com a ganancia de poder,impediram-nos de cumprir o mandato para o qual fomos eleitos, com um rol vergonhoso de mentiras e de promessas que não iam aumentar impostos.Sr deputado para agravar o deficit,não foram os socialistas que assaltaram bancos nem esconderam dividas de milhoes debaixo do tapete. tudo que fizemos está documentado e por isso respondemos.

  3. Um tribuno de excepcional qualidade, principalmente a ameaçar demitir-se se a PT não puder antecipar a distribuição de dividendos para pagar menos impostos. Assis é o exemplo acabado de um pulha, Felgueiras foi uma cidade muito à frente do seu tempo quando se perderam as que caíram ao lado.

  4. António José Seguro é o próximo 1º Ministro de Portugal.

    Os portugueses começam aos poucos a acordar do pesadelo e do barrete que o Ppd-Psd lhes enfiou. E estão a acordar da pior maneira: com desgraça, desemprego, fome e miséria.

    As sondagens revelam uma nova face do país: o Ps caminha para a maioria absoluta, as pessoas cada vez percebem mais que Portugal precisa mesmo de “ir para o Seguro”, os portugueses estão de costas voltadas para a direita.

    Pessoalmente estou impressionado muito positivamente com AJ Seguro. Temos aqui um líder político como há muitos anos não se via! Um Político Construtivo, Honesto e de Caráter. Um Político que não faz o usual botabaixismo, que é a saída de quem nada quer discutir mas apenas destruir. Foi esta a doutrina escolhida pelos adversários do Ps nas últimas legislaturas, desde Ferro Rodrigues para cá!

    Como Secretário Geral do PS tenho apreciado com muito agrado a atuação de Seguro – cumpre com o que prometeu!

    A forma como são os militantes do Ps a escolher os candidatos que desejam ás Eleições Autárquicas, através das prometidas primárias, são um exemplo magnanimo de “cartas na mesa”, preto no branco e aproximação as bases do partido. Sim senhor! António José Seguro prometeu e cumpriu.

  5. “Não interessa”,só pode caluniar dessa forma quem diz mal de todos os que podem ser alternativa a Jose seguro dentro do ps.Essa dos dividendos da pt,só pode vir de uma mente destorcida.Nota: Assis na minha opinião é inteligente, um excelente politico e parlamentar,mas tem um pequeno defeito,não utiliza a regra: em roma sê romano.

  6. Parabens ignatz, essa tua forma de expressao dá-te equivalencias! Muito bem! Licenciatura em Estupidez e Gonorreia Mental!!

  7. Parabens ignatz, essa tua forma de expressão dá-te equivalencias! Muito bem!
    Acabaste de tirar licenciatura em Estupidez e Diarreia Mental!

  8. ignatz és um troglodita que só envergonha a esquerda portuguesa.
    É por essas e por outras que fui comprar cigarros e não voltei.

  9. a esquerdaportuguesa! qual? a que governa sempre no quadro da democracia e tendo sempre como preocupaçao a melhoria e a qualidade de vida dos portugueses,ou a a outra cuja preocupaçao é aumentar o numero de deputados (legitimo) mesmo que para isso nos ponha a pao e agua a mando da direita.como não há duas sem tres,já são tres as vezes que o pcp abriu as pernas à direita para afastar o ps.não foram 4 porque guterres se agarrou ao campelo no celebre queijo limiano. para alegria do pcp e bloco não resistiu à pressão e resignou.nota: ainda hoje deturpam por conveniencia as suas palavras.ele não disse que estavamos no pantano,mas o seguinte: para evitar o pantano na politica portuguesa resigno ao cargo de PM.

  10. O TóZé Seguro é isso mesmo, não passou por uma via profissional que lhe desse
    outras bases para ganhar o carisma que lhe falta para poder unificar e fazer crescer
    o PS! Optou por um figurino que, lamentávelmente, faz por esquecer o que de bom
    foi feito pelos Governos de José Sócrates, dando espaço para que os chafurdeiros
    da política como o meneses baby digam os dislates que se ouvem no Circo de S.Bento!
    O TóZé acabará por ser um erro de casting na liderança transitória do Partido Socialista!
    Começa a ser confrangedor, ver as romarias de almoços e jantares onde o “artista” reci-
    ta a cassete com um ou outro ajustamento … temos algumas “pérolas” como aquela de
    que se o PS for governo a austeridade será uma NECESSIDADE !?! Outra, não concre-
    tiza propostas por não ter tantos adjuntos e assessores como o des-governo!?!

  11. AJ Seguro não é um líder carismático como José Sócrates ou Mário Soares. Mas isso não quer dizer que seja menos honesto ou menos bem intencionado.

    Acho que depois da queima que os direitolas fizeram a José Sócrates (com a inesquecível ajuda das “outras esquerdas”), António José Seguro foi o melhor que podia ter acontecido ao PS, pois permite virar a página com outra postura e menos diatribe. O botabaixismo foi a corrupção dos espíritos que levou Portugal a perder um dos mellhores 1ºs ministros que este país já teve para trocá-lo por pessoas perigosas, mentirosas, incompetentes e traidoras.

    António José Seguro é um farol de esperança para os portugueses e eles, á custa do logro e do engano que cometeram ao colocar a direita no poder, sentindo na pele o engano que foram vítimas, acordando do pesadelo em que Passos Coelho os lançou, acordando da pior maneira: com desespero, desgraça, fome e desemprego, o que não augura que esta gente que nos Desgoverna vá ter um bom fim.

    António José Seguro será o próximo 1º Ministro e ainda bem para os portugueses.

  12. O Seguro um farol de esperança só se for para ele próprio: para muloscos como PM já nos chega o Coelho!

    Caro jakes fale nos antes da empresa onde o Seguro é sócio do Relvas. isso sim era um bom serviço para a democracia! E explica muitos dos seus silêncios cúmplices e das suas abstenções violentíssimas !

    ignatz, és a prova de que a labreguice nao escolhe lados da barricada!

  13. o que eu vejo é que a sede de populismo o obriga à neutralidade da interpretação da regra de ouro: bastava-lhe vestir a camisola da interpretação à luz do anterior governo com o qual, seguramente, deveria sentir orgulho em identificar-se. às tantas até sente mas o populismo, ai o populismo!, é mais viral do que o bocejo. e entre vigaristas e vendidos sobram os tortos de nós.

  14. o seguro fez parte do pugrama direitolo para derrubar o socras, a sua honestidade e intenções foram oficialmente anunciadas no episódio do elevador do altis “peraí-que-eu-vou-lá-cima-e-quando-descer-faço-uma-declaração”. seguro é secretário-geral deste interlúdio e quando a avaria estiver reparada será devidamente apeado para dar lugar a um candidato que honre o eleitorado do ps, até lá vai-lhe lambendo o cu, pode ser que o excites.

  15. frango sinatra,já agora diga-me qual a empresa em que relvas e seguro são socios? não é crime,mas gostava de saber.obrigado

  16. @ Nuno CM: Não, não é crime. Mas por alguma razão se esconde essa relação da mais bela amizade! Vou lhe dar uma pista: não é a Tecnoforma mas também mama na teta do contribuinte. Se “gostava de saber” faça o trabalho de casa. O Google é seu amigo.

    @ Pinto das Costas: Realmente ao Sábado partilha camarote e beberete na Luz com o Dr-farinha-amparo Relvas e o traficante Vieira, ao Domingo come moqueca da Dona Laura com o amigo Pedro, à 2ª feira faz abstenções violentas, à 3ª desaparece do mapa, à 4ª permite que o partido seja enxovalhado por uns calhordas da JSD, à 5ª desaparece do mapa novamente e volta à sexta feira para vociferar umas banalidades. Grande homem.

  17. Quero parabenizar o António José Seguro! A resposta do Seguro foi uma chapada na cara do Enjoado Filho do Meneses. Com classe! Quando o presente não interessa fala-se do passado! Isso é que era doce! O psd e este Desgoverno tem de responsabilizar-se e responder pelo que está a fazer aos portugueses! E Seguro voltou e muito bem a lembrar-lhes isto! A cara de enjoado do “filhinho do meneses” mostrou tudo!

  18. Seguro nem acredita no que diz.
    Um flop completo do PS e que o PS não sabe como se livrar. Entretanto país é que paga.

  19. Seguro acredita no que diz,só que diz pouco ou nada de importancia relevante.fez bem,em não responder ao menino que acompanhou o pai à rtp há uns anos, para pedir clemencia ( tipo egas moniz de corda ao pescoço),para dizer que se portava bem nas viagens que metia como despesa.parece um garnize de crista amarela.poe os dedos como o papa quando fala.estamos fritos,vamos aturar os meneses por mais 40 anos.

  20. “Se “gostava de saber” faça o trabalho de casa. O Google é seu amigo.”

    cá me queria parecer que eras d’aviário. na próxima levas link de marcha para porta da retrete pública no martim moniz e é só seguires a seta.

  21. frango sinatra,quando se faz uma declaraçao dessas e lhe é solicitado o nome da empresa,não compreendo a razão para remeter para o google.

  22. Jake, o Seguro pode ser isso tudo o que diz, mas olhe que esconde muito bem escondido.
    Agora se ele pudesse evitar andar de cocoras e chapeu na mão a pedir desculpa a torto e a direiro ( isto para não dizer a direita e a esquerda, que a lingua portugesa é muito traiçoeira) e endireitasse a espinha de vez em quando, isso sim é que era !
    Na verdade onde raio tinha o PS a cabeça quando o escolheu???
    Não haveria lá mais ninguém??? (para além do Assis é claro)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.